18 novembro 2016

Resenha Determinada - Paola Scott


Título: Determinada - Série Provocante #4
Autora: Paola Scott
Editora: Independente (Ebook)
Ano: 2016
Páginas: 354

Filha mais velha de uma família de quatro irmãos, Pietra se viu forçada a abandonar os estudos na adolescência para ajudar a mãe no sustento da casa, quando seu pai foi brutalmente assassinado. 
Essa tragédia foi determinante para que decidisse sobre sua carreira, dedicando-se com afinco a recuperar o tempo perdido, tornando-se então delegada. 
Agora, aos trinta anos, era conhecida por ser durona, não se deixando intimidar por nada nem por ninguém. E essa fama cobrava um alto preço na sua vida amorosa, já que os homens se sentiam acovardados diante de mulher tão segura e determinada.
Até aquele sujeito aparecer, todo dono de si, enfrentando-a, desafiando-a, como nenhum outro o fez até agora, despertando-lhe sentimentos até então desconhecidos.
Quando a empresa de Augusto se envolve em um escândalo na área de informática, sendo investigada pela polícia do Rio de Janeiro, ele se vê obrigado a lidar com essa delegada firme e decidida. E o modo de agir daquela linda morena, batendo de frente, falando de igual para igual não o inibe, pelo contrário, estimula nele um desejo voraz de conhecer a mulher por debaixo daquela armadura.

Esse livro já vou começar dizendo que é tiro, porrada e bomba. Só os fortes sobreviverão hahaha. O casal da vez, já vem intitulado com a hashtag #casaltnt, só por aí já temos a noção de que muita ação e cenas de deixar sem fôlego a trama proporciona.

Já tivemos o prazer de conhecer os protagonistas em outros livros da série, Pietra Brandão (delegada no RJ da Crimes virtuais e amiga da galera de Curitiba) e Augusto Sartori (um bocudo sem noção, irmão de Julio e acaba sendo amigo da galera de Curitiba também). Tamanha foi a força deles que ao longo da série foi impossível não atender ao apelo dos leitores e escrever um livro sobre esse casal.

Pietra Brandão, filha mais velha de Dona Celeste, passou por muitos perrengues desde a infância para ajudar sua mãe na criação de seus irmãos (Kaique, Romulo e Gabriel). Vítimas de uma fatalidade perderam seu pai ainda muito jovens, e coube a Pietra o papel de irmã-mãe enquanto Dona Celeste passava grande parte dos seus dias trabalhando na tentativa de dar uma vida melhor para eles.
Com isso sempre muito enraizado na bela morena, Pietra desde a faculdade metia a cara nos estudos e conseguiu tornar-se delegada. Com o pensamento de fazer justiça não indo atrás de quem matou seu pai, mas de poder contribuir para que criminosos não ficassem a solta, essa delegada linha dura não se deixa intimidar.


“Aquela petulância dela era extremamente sexy. Sua postura altiva e orgulhosa excitava e mesmo que fossem irritantes, suas palavras tinham algo de tentador.”


Através de suas amigas e em uma de suas idas a Curitiba para uma festa a fantasia, acaba conhecendo Augusto Sartori, quem leu as outras obras da Paola, vai lembrar o momento que o Superman e a Mulher Maravilha se encontram na festa do escritório da Paola e Edu.
Esse moreno de lábios carnudos, e com uma língua afiada tempos depois quando instala sua empresa no RJ não imaginaria o que estava prestes a acontecer. Novamente o destino dá aquela forcinha e Augusto acaba sendo investigado por ter sido envolvido em uma ligação da sua empresa com empresários de alto escalão barra pesada.
E nesse primeiro encontro na delegacia, justamente onde Pietra é a rainha do pedaço, o embate não poderia ser menos eletrizante.

Augusto, sempre impetuoso, bocudo, consegue o que muitos nunca conseguiram, tirar a Pietra do sério, mas não é qualquer sério, é tirar do prumo, perder o eixo, deixar digamos até emburrecida diante de tanta prepotência, e aquela língua ávida...ahh aqueles lábios carnudos. Pietra sortuda!

Cada vez mais presente na vida um do outro, porque por mais que Pietra insista em não querer, Augusto é do tipo que chega e pega aquilo que quer, mas o geniozinho da tecnologia, sabe que se apertar demais, a morena escapa. Então fica só ali esperando a oportunidade de atacar. E nessa, acaba sendo surpreendido, vendo que a delegada além de marrenta, tem atributos bem diferentes daqueles que esse playboy está acostumado. Conclusão: Nocaute!


“Minha cabeça foi para trás e ele me puxou para um beijo, sufocando meus gritos, enquanto se juntava a mim. Foi louco, intenso, assustador. De uma proporção jamais sentida por mim.”


Além do jogo de gato e rato que protagonizam, a explosão nas cenas hots são um show a parte, é preciso tomar fôlego, porque os dois não são fracos não.
Mas como todo livro da Paola, algum tema além do romance vem pairando dando o tom do drama. Pietra luta muito para se manter integra diante do lado obscuro que envolve lidar com grandes criminosos; faz de um tudo para suprir as necessidades da sua família que vive no interior. E Augusto, passa dias tensos além da investigação no qual luta para se livrar e tenta provar inocência com a ajuda de Pedro Lacerda, mas também vê o drama de sua família com a doença de um Sartori.

Ahh mas também temos o lado bom, com cenas de amizade, encontros com os amigos, alguns “remembers” e lógico algumas pontas soltas para o próximo livro com Alana. Será que daquele encontro vai dar liga? Teríamos um triângulo ai? Rômulo, Alana, Julio? Ansiedade define.

Voltando ao casal TNT, Lagartixa e Camaleão, ao longo da narrativa vão descobrindo que algo mais que a paixão está ali, e se mostram perfeitos juntos. E Augusto que rouba a cena sempre mostra o seu lado apaixonado, fofo por sua draguinha Pietra (ô mulher pra comer hein, quero a fórmula pra ficar bem assim) até a página dois, porque quando o assunto vira o delegado moreno, gostosão, ex-pega e muito amigo de Pietra, ou melhor, da Morena, como ele gosta de chamar, Paulo Basir, mata o bocudo com suas tiradas e dá-le confusão.


“- Não precisa se dar esse trabalho – o tal murmurou malicioso – Não há nada aí que eu já não tenha visto.”


Esse delegado é um desmancha calcinhas, pegador nato me deixou invocada em várias situações, até desconfiei dele muitas vezes, seria um cara bom ou ruim? Lobinho em pele de cordeiro. Mas não vou contar porque quero que leiam e também porque a autora já confirmou que teremos um livro do Paulo Basir, lógico que como um spin-off da série. Ansiosa. E tenho certeza de que as fãs também estão.
 Alias fiquei na dúvida: Basir ficaria com quem? Doutora Mila? Será? #chocada.

O livro é bom demais, os personagens secundários são tão bons que só perdem quando Augusto está em cena, porque é impossível não se envolver pelo mauricinho, atrapalhado, com sua língua afiada, mas que tem um coração do tamanho do mundo.


“Você é um bocudo sem noção sim. O meu bocudo! Você provoca, irrita e me tira do sério a todo o momento. Mas você também é amável, carinhoso, cuidadoso e muito inteligente. E esse é o melhor afrodisíaco que pode existir.”


Diante de todas as adversidades da vida conseguiriam passar por tudo e enfim emplacar esse amor em sua mais bela forma?

Uma história que entra para lista de favoritos. A autora com uma escrita amadurecida conseguiu com esse romance nos mostrar que Pietra é muito além de uma mulher com simples costumes, é forte, é determinada e passa longe de ser mimada. E com uma jogada de mestre trouxe pra perto dela, alguém que balançou seu mundo certinho, com muito humor e muitas cenas engraçadas que vão conquistar os leitores já nos primeiros capítulos. O livro é cheio de surpresas e isso é uma delícia porque a leitura nos envolve, o final ficou maravilhoso, sem contar a narrativa alternada dos personagens que eu particularmente amo quando leio livros assim.

Se eu recomendo? Tá brincando né? Está esperando o que para se emocionar e se render ao casal TNT e desvendar os mistérios daqueles lábios carnudos?!

Ahh aqueles lábios...simplesmente perfeitos!







0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo