08 abril 2017

Resenha: O homem dos meus livros - Evy Maciel

Título: O homem dos meus livros - #1 Série Homens que amamos
Autora: Evy Maciel
Editora: FBN
Ano: 2014
Páginas: 233
Sinopse:

Leitora compulsiva de romances, a jovem Jules Clarkson, sempre sonhou em ter uma aventura como as dos livros que lia. Tudo muda quando ela recebe alguns e-mails misteriosos, nada convencionais, de um suposto admirador, que a impressiona com palavras fortes, frases de impacto e algumas promessas bastante ousadas. Que mal há entrar na brincadeira? Nenhum! É nisso que ela acredita.Entre tantas coisas, ela era muito boa em fugir, talvez esse fosse o motivo pelo qual aceita brincar com um desconhecido, era muito mais fácil quando não tinha que olhar diretamente nos olhos da pessoa, e talvez por isso, seus relacionamentos não fluíssem como ela esperava, pois criava expectativas demais por um homem que só existia nas páginas de histórias fictícias. Quando aparentemente o universo conspira a seu favor, jogando um homem lindo e totalmente real em sua vida, Jules não sabe o que fazer a respeito. Contudo, o que Jules queria de verdade, era encontrar alguém que a surpreendesse, que a conquistasse de maneira inesperada e que não usasse apenas métodos clichês de aproximação.Mas é quando o homem misterioso deseja encontrá-la que surge a grande dúvida: Se render a um completo desconhecido e viver sua aventura literária, ou cair na realidade de que isso pode ser muito arriscado? Será possível encontrar o homem dos seus livros?




Pra começar a falar desse livro, vou dizer que adorei a capa!! 
E gostei mais ainda, ao saber que é uma série, Homens que amamos. Isso mesmo, amamos!!
É impossível ficar imune a eles!

Bom, vamos lá... o livro começa com Jules Clarkson, uma jovem adulta, que não enfrenta problemas com grana, veio de uma família amorosa, mora em NYC, é leitora como nós, e sempre se imaginou vivendo uma aventura como a dos livros (eu diria, que como nós também!!). Ela trabalha como estagiária na Revista Glow, na Stanton Tower, um dos maiores prédio da Wall Street, em Nova Iorque, junto com suas amigas, Sarah, Violet e Donna.
Seu dia começa como todos os outros, ela atrasada, por ter lido até tarde (mais uma coincidência), e pegando o elevador lotado de CEOs, até o andar da revista. Lá dentro, ela encontra as amigas Sarah e Donna, e comenta que o atraso se deve por causa de um “Cretino Irresistível”, se referindo ao livro, e suspira ao imaginar com Bennett Ryan, o mocinho CEO.

“Eu bem que adoraria um Cretino Irresistível também, como aquele logo ali”.
“Ele definitivamente é um desses Tipo A”, diz Jules, deixando as outras amigas confusas.
“O tipo A é o tipo de cara pra quem você jamais diria não”, explica Violet.

Dias depois, no mesmo elevador, falando do livro, ela o deixa cair. Mas logo depois ela o encontra em seus pés. E naquela mesma noite, Jules recebe um email, muito estranho e instigante.

“Boa noite Srta. Atrevida, sua conversinha no elevador foi realmente estimulante para os meus hormônios, graças a isso não consegui pensar em outra coisa durante todo o dia (...) E obrigado por etiquetar seu livro com seu e-mail de contato em caso de perda, suponho.
Sr. Engravatado do elevador.”


Jules fica sem reação no momento, quem será? Mas resolve responder o e-mail e começar um jogo de gato e rato com o tal Sr. Engravatado do elevador. Tudo escondido das amigas, talvez por receio de levar uma bronca ou vergonha. Após algumas trocas de e-mails, eles marcam um encontro. E por mais que seja excitante, fazendo a adrenalina correr (alguns gemidos escaparem, kkkkkk), não foi do jeito que Jules imaginou. E nossa mocinha volta pra casa arrasada e decidida a dar um fim nessa situação em que entrou.

Decidida a dar a volta por cima, ela sai pra correr no Central Park, sendo atropelada por um gatoooo (Tipo A) que também se exercitava por lá, fazendo com que seu iPod caia e se espatife no chão. E ela fica tão encantada por aqueles olhos verdes que perde a fala.
Os dias passam, e Jules recebe um iPod novinho em folha, porém sem o nome do admirador, que depois ela fica sabendo ser do Moço do Central Park. Deixando-a com um misto de raiva e frustação, afinal, porque eles não se identificam?
Já com as amigas, mais relaxada, Jules vê em uma edição da revista a foto de Javier Stanton, neto e único herdeiro das Indústrias Stanton e da Stanton Tower!!

“OMG, Nossa Senhora das estagiárias solteiras, ajudai-me. Ele é o Moço do Central Park!!”


E a partir daqui, temos vários encontros e desencontros. O casal J&J tenta levar o relacionamento adiante. As amigas de Jules dão todo apoio.
Os amigos de Javier também. Incluindo seu sócio, Thomas, Zayn e sua noiva Hani. A única pedra no sapato de Jules é Rachel, filha de Thomas e afilhada de Javier (ô guria chata!!!).

Divertido, gargalhei com as trapalhadas da Jules. Com uma pitada hot, e claro, com o romance saído dos livros, como a gente gosta!!! Sem falar nas músicas, que também deixam o livro mais leve.

Se ainda não leu, dê uma chance para O Homem dos meus livros.

Em breve, resenha dos próximos!!! Devorei todos Evy!!! Ansiosa por um certo Homem de Santorini....please!!







4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Vou ficar viciada nas suas resenhas, Nina. Estou curiosa com esse livro. Mais um pra fila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn... Obrigada Marlene!!! E pode colocar na lista!!! ❤

      Excluir
  2. Que resenha linda! Ana Helena, obrigada por ler! E fico muito feliz que tenha gostado do casal J&J <3 Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Evy! Eu super curti esse casal... E o casal árabe então, meu favorito! Até agora, estou em Santorini no wattpad kkkkkkkkkk. Bjos

      Excluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo