19 abril 2017

Resenha: O que há de estranho em mim - Gayle Forman

Título: O que há de estranho em mim
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 224
Sinopse:

Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade.
Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seu oásis em meio ao deserto de opressão.
Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece.




A história conta como Brit, uma jovem de dezesseis anos, que após perder sua mãe para esquizofrenia não sabendo o paradeiro dela desde a infância, sente cada vez mais sozinha por causa da influência de sua madrasta em seu relacionamento com o pai.

Rebelde e com resposta para tudo, esse pai ao inventar um passeio pelo Grand Canyon e já detestando passar horas perto de sua madrasta, ela percebe que apenas os dois seguem viagem. E é ai que ela tem uma surpresa desagradável, em meio a viagem o carro de seu pai é abordado e ela é sequestrada.

Assustada, sem saber o que fazer e em um local onde nunca esteve aos poucos vai se dando conta de que está num internato a mando de seu pai com intuito de lhe dar algum aprendizado e disciplina.
Decepcionada com estar encarcerada, Brit após um bom tempo resolve começar a se abrir para as amizades, e é ai que conhecemos Cassie, Martha, V e Bebe. Tornando-as inseparáveis.

A jovem começa a reunir informações sobre o local e toda sua esquisita dinâmica e suas amigas ajudam a arquitetar um plano de fuga para que encontrem ajuda de denunciarem o local.
Elas estão cansadas de seguirem as regras malucas do Red Rock e punições como xingamentos, delações para obterem algum tipo de benefício. E a ideia de esperarem a maior idade não atraí Brit nem um pouco e por questão de sobrevivência vão desafiar os que comandam o internato para viverem livres. 
"É só isso que a gente pode fazer, Brit. Um passo de cada vez. Quando a gente menos espera, chegou a algum lugar."

Lógico que não será uma tarefa fácil e como tudo ao internato parece esquisito todo cuidado é pouco, mas assim como todo sistema tem suas falhas, não tentar não é uma opção. E o desenrolar dessa trama é sensacional.

Gayle além de nos proporcionar acompanhar o mistério e o suspense que envolve sua história, também aproveita para abordar temas como a esquizofrenia, o bullying, as relações no âmbito familiar. Os personagens da trama são muito importantes para entendermos todo o desfecho dessa narrativa, e que fica difícil parar de ler antes de descobrir o final de toda a jornada dessas meninas.
''Mas você decide como você vive sua vida no mesmo período. Você pode esconder o medo. Ou você pode viver a vida.''

A história é curtinha e de fácil leitura, alguns errinhos ortográficos que passaram na revisão, mas nada que também impossibilite o leitor de continuar a leitura. Se você curte os elementos que a autora traz na sua obra certamente vai curtir essa leitura que já se encontra disponível nas livrarias.











5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários:

  1. 'alguns errinhos ortográficos que passaram na revisão' finalmente alguém falou sobre isso, o povo parece que tem medo de dizer que a editora errou na revisão. Eu conheço a história, acho que ela é para o público jovem, principalmente, jovens leitores.

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Já tentei ler algo da Gayle Forman, mas infelizmente a leitura acabou não funcionando comigo, acredita que prefiro o filme que o livro, isso é uma coisa que raramente acontece, mas tudo bem! AUHAAHUAHAHAU, bom, em relação a este... A capa é bonita, e bom, parece que a Gayle Forman evoluiu um pouco a escrita, não é? Trouxe uns assuntos tão sérios e bons para serem discutidos! Vou ver se dou uma chance <3

    Beijos,
    Lu | http://justificou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. desde o lançamento desse livro eu tenho curiosidade com ele, acho o tema forte e espero poder gostar da leitura quando eu for ler.

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila, sua linda, tudo bem?
    Estou revoltada!!! Como o pai a sequestra e a joga nesse lugar para discipliná-la??? E que lugar horrível!!! E tudo por causa de uma mulher??? Ele com certeza não merece ser chamado de pai. Achei muito legal a autora abordar esses temas. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha e já fiquei curiosa para saber o por quê de um pai tomar uma atitude ridícula como essa, sinceramente nem li o livro e já estou irritada com ele.

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo