17 abril 2017

Resenha: A última carta de amor - Jojo Moyes

Título: A última carta de amor
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 384
Sinopse:

Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. Novamente em casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante.

Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento.

Com personagens realísticos complexos e uma trama bem-elaborada, A última carta de amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.




Que história maravilhosa!
Jojo emociona o leitor a cada livro. Esse é um dos meus preferidos.
Tive oportunidade de ler em 2015 e me encantei.
No início à trama segue devagar até que conseguimos ligar vários pontos e deste momento em diante fica difícil largar a leitura de tão fascinante.

A trama mostra dois tempos, passado e presente, e nos dias atuais conhecemos Ellie Haworth, uma jornalista que está trabalha para o jornal Nation em Londres. Sua vida é um tanto conturbada, principalmente no quesito amor. Ellie tem um relacionamento com John, um cara casado, porém ambos têm maneiras um tanto frias demais para se relacionarem.
Já em seu trabalho, se mostra dedicada. O jornal está de mudança para outro prédio e mesmo a contragosto, Ellie acaba ajudando quando sua chefe pede para que vasculhe os arquivos antigos afim de encontrar alguma coisa que possa virar uma matéria interessante.
Ellie encontra uma carta de amor e cada vez mais absorta em seu trabalho, acaba se encantando e querendo investigar mais do casal que protagoniza a correspondência e que fim levaram.

E ai através dela, que conhecemos Anthony e Jennifer e vamos acompanhando o que aconteceu com eles até os dias atuais. De forma magnífica, Jojo traz o ano de 1960 e vamos tentando ligar os pontos e o porquê daquela carta estar no jornal.

Jennifer é uma mulher rica, casada, mas que em uma noite sofre um acidente de carro com consequências bem graves. Ela não se recorda de boa parte de sua memória e segue seus dias com seu marido Laurence, seus amigos, mas sente que lhe falta algo.
Até que um dia, ela resolve procurar por coisas dentro de casa que possam lhe trazer mais de sua memória, e é ai que Jennifer descobre uma carta endereçada a ela com uma assinatura de B. De início não entende, mas logo que começa a pesquisar mais, ela descobre que tinha um amante, e que essas cartas estão espalhadas por vários locais da casa, e a cada descoberta dela, seu coração lhe dá esperança, mas junto dele vem o temor.
“Estarei na Plataforma 4, Paddington, às 19h15, sexta-feira à noite, e nada no mundo me faria mais feliz do que você encontrar coragem para vir comigo. Se não vier, saberei que o que sentimos um pelo outro, seja lá o que for, não basta.”

Jennifer então descobre que ao sofrer o acidente estava indo encontrar com Boot para ir embora com ele, mas o destino se encarregou de fazer o contrário. Ou teria sido provocado?

Em meio os mistérios que Jojo criou, a cada página somos consumidos pela curiosidade de como tudo irá terminar. E a investigação de Ellie é fundamental para conhecermos o desfecho.
Um romance comovente, intenso, com narrativas alternadas e com passagens de tempos importantes o que já se tornou uma característica da autora.

“Saiba que você tem meu coração, minhas esperanças, em suas mãos.”

A capa é linda, a diagramação é bem fofa e a fonte de agradável leitura.



Vale a pena a leitura de cada página. E se você está no início e ficou desanimado por ele ser arrastado, insista porque é emocionante. Acredite em mim!
"Certa vez uma pessoa sábia me disse que escrever é perigoso pois nem sempre podemos garantir que nossas palavras serão lidas no espírito em que foram escritas..."






10 comentários via Blogger
comentários via Facebook

10 comentários:

  1. Eu li esse livro, acho que em 2013, não recordo ao certo, não me encantei com a leitura, não é ruim, só não funcionou comigo. Depois desse, li outros dois da autora, e mais uma vez, não funcionou comigo.

    ResponderExcluir
  2. Olá , tudo bem ?
    A primeira vez que leio uma resenha de um livro da Jojo, ainda não tive oportunidade de ler nenhuma de suas obras .
    Sua resenha me deixou muito curiosa para saber o que vai acontecer com a Jennifer e esse mistério MDS que curiosidade rsrs , com certeza irá para lista .
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito ler esse livro, estou começando a fazer a minha coleção dos livros da autora e o próximo que vou comprar será esse. Gostei bastante da sua resenha e parece mesmo ser um livro maravilhoso.

    ResponderExcluir
  4. Oi Cá
    esse livro é emocionante, cada carta que li e a cada vez que mesclava passado e presente mais me encantava.
    Jojo sabe conduzir uma boa trama.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mila!
    Menina, que livro interessante. E esse mistério aí? Até eu fiquei mega curiosa para saber o que aconteceu com os dois.
    Não conhecia a obra, mas já quero!

    ResponderExcluir
  6. Oiii, apesar de seus elogios e de ver o quanto gostou Jojo não é uma autora que me encha os olhos. Eu tentei ler uma vez mas não me fluiu em nada. O que parece ser uma pena. Quem sabe futuramente.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu tenho esse livro na minha estante há anos e nunca cogitei o ler por pura preguiça e agora estou me arrependendo imensamente disso haha. A história parece ser linda e fiquei apaixonada pela premissa e pela história das protagonistas. Não sou fã da Jojo mas fiquei muito curiosa com esse livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. OLá, tudo bem? Minha melhor amiga que é fã da Jojo, me dá elogios rasgados do livro e fala que é o melhor dela. Pelo que vejo, ela não está muito enganada. Confesso que se não for bem trabalhado, não curto muito essa questão de ir ao passado e voltar no presente. Espero que a autora tenha colocado na medida certa. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Esse foi o único livro da jojo que eu já li e concordo com você que o começo é lento demais,eu quase desisti do livro por causa disso, mas quando começou a juntar as peças eu me apaixonei pela história, confesso que nem lembr do final, super leria novamente.

    ResponderExcluir
  10. Olá, adorei a resenha, parabéns!

    Você acredita que eu ainda não li nada da Jojo??? É uma vergonha né? kkkk

    Abraços

    ResponderExcluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo