17 junho 2017

Resenha: Sempre - A Redenção - J.M. Darhower

Título: Sempre - A Redenção - Forever #2
Autora: J. M. Darhower
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2016
Páginas: 512

Esta é uma história de lealdade e amor. É uma história sobre alcançar a redenção – mesmo quando tudo parece perdido. Carmine DeMarco é forçado a jurar lealdade à Máfia para salvar a garota que ama – Haven Antonelli –, e a privar-se da vida ao lado dela no momento em que é mandado para Chicago a fim de trabalhar para a organização criminosa Cosa Nostra. Contudo, ao ser imerso nesse novo mundo repleto de mortes e crimes terríveis, Carmine compreende que sobreviver a tudo isso, sem ela, é mais do que pode suportar. E Haven, sentindo-se magoada e aturdida ao ser deixada por Carmine, agora precisa trilhar seu caminho sozinha, em uma nova cidade. Seu coração dói com a perda, mas, pela primeira vez, ela tem a chance de fazer as próprias escolhas e concretizar sonhos que acreditava serem inalcançáveis. No entanto, ela ainda é assombrada pelo passado à medida que descobre segredos perversos acerca da família que a escravizou anos antes. Como consequência, a garota percebe não só o seu lugar nessa teia de mentiras, mas também que muita dor e sofrimento ainda podem recair sobre ela e Carmine. Agora, ambos devem enfrentar tais adversidades para alcançarem a redenção.




Há um tempinho trouxe minhas impressões sobre o primeiro livro dessa duologia (Resenha de Sempre aqui).

Agora em A redenção, vemos como Haven e Carmine vão lidar com as escolhas perigosas que envolve a paixão deles e balancear com as pressões ligadas a máfia.

"Este garoto - teimoso, altruísta e estúpido - entregara a própria vida à máfia. Em troca da vida dela, ele cedera o controle de seu futuro aos homens que ele mais odiava. Pela segurança dela.”


Carmine acabou fazendo um juramento a máfia, em troca da proteção a Haven. Com isso, passa a pagar um alto preço, precisando se ligar e ser leal a Cosa Nostra, que é comandada por Sal, seu padrinho.

"Ele estava cercado por violência e morte; todo aquele horror o desintegrava internamente, mas então, do outro lado havia Haven."


Mesmo não querendo fazer parte desse mundo, ele precisa aceitar esse propósito e opta por abrir mão de muitas coisas, inclusive Haven por acreditar que ela precisa seguir seu caminho sem passar pelo que sua mãe viveu em vida relacionado à máfia. Porque uma vez dentro fica impossível conseguir separar as coisas, torna-se um todo.
Haven acaba chafurdando em sua tristeza e tenta encontrar alento ao ingressar na escola de artes, onde conhece algumas pessoas e fica amiga de Kelsey, sua companheira de quarto. Enquanto a jovem tenta viver uma vida de normalidades e descobertas em Nova York, Carmine segue rebelde em Chicago, não aceitando as condições que sua nova condição de vida dentro da máfia e acaba se entregando mais ao uso compulsivo de drogas, transformando seus dias uma verdadeira bagunça. 

“- Acho que a amarei para sempre. Apesar de toda essa merda, ela sempre será meu beija-flor.”


Esse livro me ganhou, não pelo fato de só retratar a máfia, que eu gosto bastante, mas a autora trouxe elementos, além de muita ação, suspense, adrenalina e disputas pelo poder. Sua narrativa na medida com o drama, as emoções do relacionamento de Carmine e Haven, que ficou bem longe daquela perfeição que é criado por muitos autores em seus casais literários, mantendo-se fiel ao primeiro livro. J.M. Darhower nos encanta com personagens tão novos, mas que são tão marcados pelas consequências das escolhas de seus pais.




Uma obra com um desfecho impressionante, ficando evidente não apenas a redenção de Carmine, mas de outros personagens que compõe a trama. E um final bem emocionante, capaz de amolecer os corações leitores. 







4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Não costumo gostar de livros que falem sobre a máfia, por isso acho que não leria esse, mas o fato de você ter gostado da leitura me faz pensar em dar uma chance.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila,
    Gosto bastante desse universo de máfia com ações protagonizadas por elas, imagino a adorei na e o poder envolvidos na obra. Já anotei a dica aqui para leituras futuras e espero gostar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Faz muito tempo mesmo que não leio nada sobre a Máfia, mas adorava tanto ler mas tbm assistir rs
    E sua resenha me encheu de interesse e saudades. Levei a dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. olá... bem,apesar da narrativa parecer bem construída, nao me senti atraida pra conhecer a duologia... a premissa nao faz meu estilo de leituras... mas pra quem gosta deve ser uma leitura bacana, ainda mais pelo desfecho surpreendente...
    bjs...

    ResponderExcluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo