06 setembro 2017

Resenha: Como agarrar uma herdeira - Agentes da Coroa #1 - Julia Quinn - Editora Arqueiro

Título: Como agarrar uma herdeira - Agentes da Coroa #1
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 304
Sinopse:

Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.





Julia Quinn nunca é demais! 

Agora com a duologia Agentes da Coroa, a diva dos romances de época nos brinda com uma história divertida e riquíssima em vocabulário. 

Nesse primeiro livro, vamos acompanhar a história de Caroline Trent, uma jovem com um histórico de tutores para ninguém botar defeito. 

Com a perda precoce de seus pais, assim foi a vida de Caroline, tendo que lidar com uns tutores bem atrapalhados e ainda com a ganância deles para com a herança dela. 

Prestes a completar 21 anos, Caroline se livra de cair nas garras do que ela considera seu último tutor que tenta casar seu filho Percival com ela. 

Claro que o rapaz também não quer esse matrimônio, afinal só de pensar no jeito e temperamento de Caroline já se apavora. Porém a pressão que seu pai lhe impõe acaba por fazê-lo colocar os pés pelas mãos. Ele avança o sinal com Caroline que decide dar um basta nessa loucura e como sabe manejar uma arma como ninguém, ela não vai deixar por menos e a confusão está armada. Mas ela não fica para ver a bagunça e simplesmente foge com a ajuda de Percival que mesmo a contragosto lhe empresta um dinheiro para que ela possa se manter até completar a idade e tomar posse de sua herança. 

Tudo parecia bem, até Caroline em meio a sua fuga ser interceptada por Blake Ravenscroft que a confunde com a espiã, Carlotta De Leon. 

Blake acredita que Caroline é a tal espiã que fornece dados importantes e sendo Caroline uma jovem com temperamento nada fácil, deixará esse homem no limite, já que ele a mantém em sua casa enquanto a interroga, afim de obter informações. 

“Blake se inclinou para a frente apenas uma fração de milímetro, a vontade de beijá-la maior do que a vontade de respirar. Ela entreabriu os lábios e deixou escapar um arquejo baixo de surpresa. Ele se aproximou mais. Desejava aquela mulher. Desejava Carlotta. Desejava...”

Caroline resolve jogar com Blake. Ele não acredita que ela não é Carlotta, então ela finge que é não sabe escrever direito e que não consegue falar. Ficando difícil não cair na risada a cada traquinagem que essa esperta mulher apronta. 

Blake resolve pedir ajuda de seu amigo, o marquês de Riverdale. 

E para a surpresa dele, quando James se depara com a convidada de seu amigo, constata que aquela mulher não é a Carlotta De Leon, que ela fale e ainda escreve muito bem. Deixando Blake louco de raiva diante da situação! 

Caroline ainda enfrenta seu dilema, quer continuar escondida até completar seus 21 anos e agora que foi descoberta precisa convencer para permanecer na casa. 

“Blake praguejou baixinho. Sabia que estava cometendo um erro. O modo como Caroline sorria para ele, como se realmente acreditasse ser capaz de iluminar os cantos mais distantes do coração dele...

Santo Deus, ela o apavorava.” 

Mas a irmã de Blake, Penelope pode acabar colocando em perigo o anonimato que tanto Caroline deseja. 

Será que toda a sua fuga seria em vão? 

A Editora Arqueiro nos brinda com mais essa trama da Julia Quinn. Agentes da Coroa é uma história que foi escrita já há um tempo. 

A irreverência e altivez dos personagens são marcantes. Os diálogos são riquíssimos e repleto de embates calorosos, um verdadeiro jogo de gato e rato, o que é muito comum nos livros da Julia Quinn e que eu particularmente amo. 

Acompanhamos o desenrolar de um romance à medida que a trama avança e suspiramos por Blake mesmo com seu jeito turrão de ser. 

A trama é narrada por Caroline e essa mocinha cheia de personalidade me conquistou. 

A capa é linda e a diagramação é simples. Porém no início de cada capítulo somos agraciados por uma palavra e seu significado, bem como ele se aplicaria nas visões dessa mocinha dentro da trama, em seu dicionário pessoal. 

Achei uma sacada muito bacana da autora que, faz questão de nos contar um pouquinho mais da sua inspiração com esse jogo de palavras incentivado por seu pai, na parte da Carta da autora que antecede a história. 

Simplesmente magnífico! Um romance de época como só Julia Quinn é capaz de escrever. 

A notícia boa é que a Editora Arqueiro não perdeu tempo e lançou no mês de setembro Como se casar com um marquês. Encerrando assim a duologia e nos contando um pouco mais sobre o marquês James. 

Não vejo a hora de embarcar nessa nova leitura!







14 comentários via Blogger
comentários via Facebook

14 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Realmente Julia Quinn nunca é demais hahaha a rainha dos romances de época né? Já estava curiosa quanto a esse livro mas sua resenha me deixou ainda mais com vontade de fazer a leitura, achei que seria um livro único mas ainda bem que não.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila,
    Tudo bom?
    Sou fã de Romances de época e amo os livros da Julia Quinn, quando vi que esse novo ia ser lançado já fiquei bem maluca por adquiri-lo, achei essa capa linda e a história parece prometer uma boa aventura. Lendo sua resenha tive um pouquinho mais de certeza sobre isso. Fico feliz que a autora fez esse jogo de palavras no início dos capítulos bem criativa ela. Sobre a mocinha fiquei animada para conhecê-la, ainda bem que esse vão ser só dois, porque a dona Julia está me fazendo falir.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Camila;
    Ainda não li nenhum livro dela, mas adoraria ter um box que vi outro dia no Submarino, era lindo.
    O enredo me lembra A megera domada, envolvente, apaixonante e de quebra nos tira boas risadas. Gostei de conhecer mais esta obra da autora.

    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/2017/09/4-list.html

    ResponderExcluir
  4. Olá!! :)

    Eu nunca tinha ouvido falar deste livro mas ainda bem que gostaste de fazer a leitura! :)

    Bem, confesso que não sou grande fa do género, mas ainda bem que a sacada da autora também te agradou!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Fico feliz que tenha gostado a ponto de de esperarar o próximo voluma. Como é bom quando gostamos né? Principalmente qdo é série.
    Parabéns pela resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila.
    Julia Quinn nunca é demais mesmo! Já até perdi a conta de quantos livros dela já saíram aqui no Brasil.
    A Caroline parece se uma personagem bem carismática mesmo. Espero que você goste do segundo livro tanto quanto gostou desse.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. oi Camila,
    Adoro a escrita da Julia Quinn, mas ainda não terminei de ler Os Bridgertons, nem li o outro quarteto da autora. Esse livro parece ser diferente e também achei interessante o que você disse sobre a autora explicar seus jogos de palavras.
    A trama parece ter sido muito bem construída e adorei isso. Espero ler em breve.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?

    Como assim o livro mal chegou nas lojas e você ja resenhou? rs ..
    Essa autora realmente vem pra abalar rs..
    Ainda não consegui concluir a série dos 'bridgertons' ainda, mas já coloquei esse na minha lista rs..

    Fico feliz que a leitura tenha mais uma vez te encantado.

    Parabens pela resenha e pelo blog.

    Beijos e até a próxima.

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler essa duologia, amo a Julia Quinn e acho que esse livro deve ser encantador.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Olá, amei sua resenha, estou com uma vontade enorme de ler esse livro pois sou super fã da Julia Quinn. Achei interessantíssimo a personagem se passar por outra pessoa.

    ResponderExcluir
  11. Amo a Julia Quinn. To doida pra ler essa duologia! Deve ser muito engraçada bem estilo da autora.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Essa autora é incrível! Fiquei interessada nesses diálogos entre os personagens! Hahahaha
    Essa duologia está na minha lista de desejados! <3

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gente, mas essa mulher faz muito sucesso. Preciso urgente ler os livros dela!
    No começo da resenha senti um pouco aborrecida, por parecer um pouco clichê, mas no decorrer do relato percebo o quanto a autora é criativa e prende os leitores de forma divertida e instigante, com mulheres fortes que fogem totalmente ao padrão da época. Quero ler!

    ResponderExcluir
  14. Primeiramente, amei a capa desse livro, que maravilhosa.
    E em segundo, a Julia Quinn é uma autora e tanto né?
    Não li nenhum livro dela ainda, mas vejo que sempre tem um lançamento de sucesso aí.
    Tenho uma amiga que é apaixonada pelas obras dela.
    Quero muito ler um dia.
    Beijos

    ResponderExcluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo