29 novembro 2017

Resenha: A Casa das Marés - Jojo Moyes - Editora Intrínseca

Título: A Casa das Marés
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
Páginas: 384
Sinopse:

Uma história que atravessa décadas e gerações para mostrar que nunca é tarde demais para nos descobrir e correr atrás dos nossos sonhos.
Na década de 1950, Merham não passava de uma cidadezinha litorânea como tantas outras: pacata, tradicional e obcecada pelas aparências. Os homens cuidavam do comércio, as mulheres cuidavam dos filhos e todos tomavam conta da vida dos outros. Até que um boêmio grupo de artistas estrangeiros se muda para a Casa Arcádia, uma bela construção art déco à beira-mar. Ao contrário dos demais habitantes, que logo veem os artistas com maus olhos, temerosos de que possam destruir a boa reputação da cidade, Lottie Swift e Celia Holden não conseguem esconder o interesse pelos novos residentes.
Cinquenta anos mais tarde, quando o passado já parece enterrado e esquecido, a Casa Arcádia é vendida para um empresário que pretende transformá-la em um refúgio de luxo planejado pela arquiteta Daisy Parsons, que chega a Merham para reconstruir não só a casa, mas sua própria vida. Porém, assim como antes, o prenúncio de mudança revolta os moradores, dispostos a tudo para inviabilizar o projeto.
Repleto de encontros emocionantes e segredos revelados, A casa das marés é uma leitura deliciosa e romântica que explora as dinâmicas familiares, antigos amores e traições.




Quem me conhece sabe que tenho todos os livros dessa autora e não tenho vergonha de assumir que sou Jojolovers. Quando fiz a leitura de A casa das Marés a obra tinha sido publicada pela editora Bertrand Brasil, mas esse ano a editora Intrínseca obteve os direitos e relançou com uma nova capa, linda diga-se de passagem.

Como é comum nas obras da autora, a narrativa é feita em passado e presente atravessando décadas entre os acontecimentos.

E nessa primeira parte vamos conhecer Lottie e Celia, duas meninas que cresceram juntas durante a Segunda Guerra Mundial, na cidade de Merham.
Celia não vê a hora de sair da cidade,  mas a adotada pela família Holden, Lottie se sente agradecida por ter um lar e mesmo com o passar dos anos e do período de guerra, ela ainda continua morando nessa cidadezinha. Sua família é bem peculiar e sua mãe adotiva, faz de tudo para manter as aparências.

Tudo muda para essas meninas assim que se aproximam dos novos moradores que passam a residir na casa próxima do mar. E com essa aproximação também as colocarão em grandes confusões que mudará totalmente o rumo dessa história.

Após uma passagem de anos Celia acaba retornando a cidade depois de uma temporada em Londres. Noiva, pega a todos de sua família com essa surpresa.
Logo que chega, ela apresenta a todos Guy, todos os recebem bem, mas ao conhecer Lottie todo o mundo dessa menina viraria de cabeça para baixo. Ela passa a nutrir um sentimento por Guy, que mesmo contra a vontade dela em negar o que sente, se surpreende quando o rapaz passa a retribuir esse amor. 

“Os olhos dele, quando encontraram os dela, a atingiram como duas balas gêmeas.”
Já na segunda parte conhecemos Daisy, uma mulher que sofreu a perda por ter sido abandonada pelo marido e trabalha como decoradora. Após ser chamada para trabalhar na restauração da mesma casa na beira da praia que agora irá se tornar um grande e luxuoso hotel, isso é se toda a comunidade local aceitar que esse projeto vá em frente. Com uma filha pequena ela não pode se dar ao luxo de negar trabalho, então passa a trabalhar na residência.
Ao longo de sua estadia Daisy conversa com a atual dona da propriedade e lá começa a conhecer a história do local e todos os mistérios e segredos que a propriedade esconde. 


“Algumas coisas estão predestinadas a acontecer. Não podemos lutar contra."
Uma das características da autora é trazer conflitos pessoais e familiares de forma que nos leva a reflexão e entrelaçar todas as histórias em algum momento.

A leitura é narrada em terceira pessoa e somos sugados para esse universo dramático criado por Jojo. Os personagens são intensos e com uma carga emocional bem grande.  Todos os mistérios e tudo o que aconteceu com a vida de cada um deles vamos poder acompanhar à medida que a trama avança. 
“Enquanto deixava o quarto, precisou controlar o ímpeto inesperado de lhe dar um beijo no rosto.”

A casa das marés é um dos primeiros livros lançados na carreira da autora, mas para conhecimento de muitos leitores aqui no Brasil esse se deu há pouco tempo.

Com um início mais arrastado, confesso que a leitura me pegou quando já tinha lido mais de um terço da história, porém depois que engrena em nada perde na qualidade da obra, pelo contrário, somos transportados ao mundo de revelações, descobertas e conhecimento pessoal gigantesco.

Se você gosta de leituras para refletir e que trazem dramas pessoais, carregados de emoções, essa leitura é pra você. 



* Edição de 2015 pela editora Bertrand Brasil.








15 comentários via Blogger
comentários via Facebook

15 comentários:

  1. Já ouvi falar muito dessa autora, mas não me interesso pela temática que ela escreve. Entretanto, gostei bastante da sua resenha e tenho certeza que deve ser uma obra bastante interessante para quem gosta do gênero. Boa sorte com o blog!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro estava com um preço bom na Amazon, não sei se aumentou..
    Eu amo a Jojo, mas não costumo me prender muito em histórias que se passam nessa época..
    Mas se um dia rolar dou uma chance sim!

    beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Não li nada da Jojo Moyes ainda, acredita? Me sinto uma alienígena, kkkkkk. Adorei tua resenha e fiquei curiosa pra ler a obra, parece ser bem emocionante.

    Beijos,
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Até agora, o único livro da Jojo que eu li foi Como Eu Era Antes De Você. Estou aqui com A Última Carta De Amor na minha estante, ainda esperando para ler. Confesso que alguns livros da Jojo não chamam muito a minha atenção, além do que eu já li, e do que tenho aqui comigo. Mas esse que você resenhou parece ser muito interessante vou, colocar ela na minha lista.

    Um beijo, Pri 😘

    Por Amor aos Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?

    O único livro que li da Jojo foi "Como eu era antes de você". Depois desse livro, eu fui deixando os livos dela de lado um pouco. Tenho outros livos dela que comprei, mas estou deixando para ler mais pra frente. Estou querendo comprar esses novos livos dela que tem sido lançado. Daí leio tudo de uma vez.

    ResponderExcluir
  6. Oi, confesso que eu não tenho muita vontade de ler os livros da Jojo desde que eu assisti Como eu era antes de você e odiei. Tentei ler um cujo título tinha cartas, mas não lembro agora e também não fluiu e vendo que esse leva quase todo o livro até começar a fluir também não me anima em nada, então com certeza não é uma obra que eu queira ler por agora ou que vá ser minha primeira escolha. Então apesar de gostar de histórias para refletir, acho que essa não é uma obra para mim. Mas parabéns pela resenha, tá incrível <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  7. Eu só li da autora "Como eu era antes de você" e me apaixonei pela escrita dela, comprei outros livros e ainda não tive tempo para ler Gostei da premissa desse e fiquei curiosa, mas um para a listinha de compras.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Até hoje, eu só li três livros da Jojo, mas já me encantei pela escrita dela (apesar de não ter gostado muito de Depois de você). Esse eu ainda não conhecia, mas gostei da premissa e fiquei curiosa para ler.
    Amo livros que intercalam o presente e o passado, e parece que a Jojo está se especializando nisso. Apesar do início ser arrastado, acho que a a autora compensa isso com uma boa construção de personagens e com as reflexões que o livro traz.
    Adorei sua resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila, ainda não li nada da Jojo mas cada resenha que leio vou colocando os livros na lista rs. Gosto de livros que nos fazem refletir e pelo visto esse é um deles. Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
  10. Ola, eu confesso que tenho curiosidade em ler algum livro dessa autora, mais eu não quero começar por como eu era antes de você. Mais com certeza vou começar por esse ja que faz refletir. Dica anotada

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem??

    Já li somente 2 livros da Jojo, gosto bastante da escrita e tenho que pegar mais algum pra ler, acabo sempre lendo a mesma coisa.
    Esse livro parece ser fabuloso, e amo as duas capas, não consigo escolher uma.
    Adorei a resenha
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Sinceramente nunca tive muita vontade de ler Jojo. Até gosto de dramas, mas a escrita dela não me atrai. Nunca li nenhum, mas só pelas sinopses todos parecem tão iguais, pode ser coisa da minha cabeça, mas no momento não tenho muita vontande.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  13. Oiii,

    Eu sempre ouço falar maravilhas da autora, e recentemente comprei Como eu era antes de você, mas até hoje não consegui ler nada dela, não sei se tenho medo de me decepcionar ou de acabar me viciando total e completamente rs. Adorei sua resenha e a dica de que a história incita a reflexão.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  14. Sou super fã da Moyes, mas confesso que este livro não me satisfez. Gente, que livro chato!!!! Não consegui sentir a autora em nenhuma parte do livro e sem duvida, não faz jus a todo talento que a queridona tem no mundo.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. olá... eu até que gosto de dramas em alguns livros mas tenho probleminhas com a escrita da Jojo, que não me cativou quando tentei ler outro livro dela... =T
    mas que bom que vc curtiu a leitura dele...
    bjs...

    ResponderExcluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo