17 janeiro 2018

Resenha: Desejo Proibido - Trilogia Desejo Proibido #1 - Sophie Jackson - Editora Arqueiro

Título: Desejo Proibido - Trilogia Desejo Proibido #1
Autor: Sophie Jackson
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 416
Onde Comprar: http://amzn.to/2mGsnod
Sinopse:

Primeiro livro de uma trilogia, “Desejo proibido” é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora.
Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado.
Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária.
Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois.
Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.



A história já inicia de forma que deixa o leitor sem fôlego. Com uma cena repleta de drama e em uma perseguição que culmina em uma drástica situação.

Com uma passagem de tempo de dezesseis anos, vemos como Katherine Lane vive sua vida e que personalidade criou após todo episódio trágico. Apesar das feridas e da dor da sua mãe, inclusive em se manter dura e bem crítica com a violência que sofreram e faz questão de exteriorizar tudo que sente sem medir as palavras.
Mas Kat, mesmo ainda tendo recorrentes pesadelos e viver um pouco assustada com o passado, se mantem firme em pôr em prática tudo aquilo que prometera ao seu pai. E desde então vem ajudando como pode, através da sua profissão. 
“Ela odiava o próprio medo; odiava a raiz dele e sabia que tinha que encará-lo – mesmo estando apavorada."

Mesmo sabendo que sua mãe ficará horrorizada ao descobrir que ela aceitou lecionar Literatura Inglesa em um presídio, para Kat, nada melhor que esse grande desafio para enfim enfrentar seus medos e todos os pesadelos que lhe assombram.

Com um gênio forte e com sua determinação, ela sabe que não terá uma tarefa tão fácil, mas precisa ir até o fim para honrar sua palavra e sua promessa.
E quem diria que em um lugar como esse sem esperanças estaria o cara que abalaria seu mundo.

Wes Carter, um rebelde detendo, sempre enfiado em problemas, o típico bad boy. Tem grande dificuldades em conseguir o que tanto almeja, sua liberdade condicional. Mas para isso precisa cooperar, o que é uma tarefa muito complicada para esse cara que conta com uma lista repleta de crimes ao longo desses anos, mais precisamente 27.

Afim de trazer uma nova proposta para mudar Wes, o conselheiro o inscreve para tomar aulas de Literatura Inglesa, e mesmo revoltado o início não será dos mais promissores. E em meio aos embates, fica evidente o desejo dessa professora e desse aluno.

Ainda convicta que pode ajudar Carter com sua condicional, Kat consegue uma forma para tentar acelerar esse processo e passa a lhe dar aulas particulares. Junto dessas aulas, a aproximação e o desejo ficam cada vez mais evidentes e assim que consegue a condicional, Carter sabe que precisa ter mais dessa bela mulher. 
"Você é tudo pra mim, Pêssegos. Sempre foi. Sempre. Você é a melhor coisa que já aconteceu na minha vida. Você é meu tudo."

A partir desse ponto vamos conhecer mais a fundo a vida desse personagem problemático cara e a luta dos dois para ultrapassarem as barreiras do preconceito da família de Kat. E a surpresa que seus destinos já tinham se cruzado há muitos anos atrás.

Entre muitas surpresas que são reveladas ao longo da leitura, somos sugados e fica impossível não torcer pelo amor desse casal com vidas tão marcadas por tragédias e traumas pessoais. É interessante acompanhar como eles lidam com esses conflitos e principalmente como lutam para serem pessoas melhores, mesmo que do lado de fora desse relacionamento, as coisas não sejam tão favoráveis. Mas em meio a tormenta, sempre há o período de calmaria. E o amor, a paciência farão a diferença.
“– Simplesmente seja você mesmo. Você é perfeito do jeito que é.”

A narrativa é toda em terceira pessoa, muito fluida, com uma capa belíssima e a diagramação simples.

Com personagens fortes, Desejo Proibido, chama atenção por ser um romance cheio de nuances e cenas impactantes. A autora mescla vários sentimentos que deixa o leitor intrigado, perplexo, confiante e sem fôlego. Pêssegos e biscoito Óreo nunca mais serão vistos de outra forma. Os personagens secundários também chamam atenção e mesmo o foco principal seja o casal, espero que em outros livros eles possam aparecer um pouco mais.

Como em muitas relações onde há uma situação social diferente entre os personagens, ao longo das cenas, muitos aprendizados e reflexões estão ali para quem souber aproveitar. 

Para amantes de boas leituras, ao longo dos estudos de Kat e Carter, a autora foi genial em fazer referências as obras de Shakespeare, trazendo brilhantismo e colocando seu romance em uma categoria muito acima de muitos livros lançados por aí. 

Para quem deseja ler as histórias de Sophie Jackson, todos os livros já foram lançados aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Sendo eles: (#1) Desejo Proibido; (#1.5) Eternamente Você; (#2) Paixão Libertadora e (#3) Amor sem medidas.

Recomendo a leitura na ordem, por mais que cada livro seja de casais diferentes, mas sempre poderá haver alguma situação que seja referida aos livros anteriores. 









13 comentários via Blogger
comentários via Facebook

13 comentários:

  1. Tenho uma amiga que assim como você adorou esses livros, ela sempre diz que devo ao menos dar uma chance mas sei lá não são minha vibe sabe? Acho que vc e ela se dariam bem conversando sobre eles kk.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila! Como vai?

    Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas confesso que se tivesse só lido a sinopse e pela capa, dificilmente eu iria sentir vontade de conhecer o livro. Porém, após a sua resenha, senti essa vontade sim. Adorei a resenha e a trama da história que apresentou aqui!

    Beijinhos,
    https://literaleitura2013.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse livro a um bom tempo atrás e adorei, fiquei louca para ler os outros dois, mas caiu no esquecimento sabe. Agora com sua resenha me senti nostálgica, ainda mais o bendito pêssego e óreo. Adorei relembrar com você.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Acho bem interessante estas séries que tem, em cada livro, um casal diferente protagonista. Fiquei curiosa pra ler essa obra depois da tua resenha. Aliás, ótima resenha! (;

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá! Achei muito legal sua resenha e esse livro parece ter uma forma diferente de fazer os casais se encontrarem. Apesar de eu não gostar de romances assim, algumas partes parecem interessantes!

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Acho que já deve ter lido alguma resenha parecida de um livro cuja história também era um romance entre uma moça e um detento, agora não sei se é do mesmo livro. Eu olhei a capa e achei que fossem dois homens, quase tive um troço de felicidade, porque nunca ve livros LGBT's serem resenhados por vocês, do grupo de retribuição de comentários.
    Mas sobre a história do livro: não me interessou. Pra mim, parecem óbvios os estereótipos dos personagens, que são bem comuns do gênero, e foi por isso que eu parei de lê-lo. As protagonistas sempre me irritam e dificilmente não encontro machismos sendo naturalizados nos personagens masculinos. Ao mesmo tempo que achei legal esses referências a Shakespeare, também achei clichê e óbvio. Não é um livro que leria, sinto muito. Mas que bom que gostou :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Vi essa obra na livraria e achei tão curtinha, por isso acabei nao comprando mas agora me arrependo, parece ser o tipo de livro que eu vou amar. Certamente estará na minha lista de próximas compras.

    ResponderExcluir
  8. Não sou exatamente fã de romances românticos, mesmo os bem escritos. Não tenho muita paciência, não sei explicar. Mas quem sabe eu dou uma chance para esse?

    Degradê Invisível

    ResponderExcluir
  9. Então, não curti muito o título e fiquei bastante receosa pela história. Não sei bem se dá para arriscar. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho muita vontade de ler os livros dessa trilogia, esse volume parece ser muito interessante e envolvente. Adorei a sua resenha e gostei muito de poder conhecer um pouco mais sobre a trama.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que, quando vi as capas, não fiquei muito curiosa para ler essa trilogia. Porém, tenho visto muitas resenhas positivas sobre eles e estou começando a ficar curiosa.
    Fico feliz que você também tenha gostado da leitura e achei muito interessante saber que o livro traz referências às obras de Shakespeare. Só esse fato já aumentou muito minha vontade de ler.
    Adorei a dica!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Cara, pela capa achei que fosse mais um daqueles hots clichês, sabe?
    Mas lendo sua resenha fiquei morrendo de vontade de conhecer a história desse casal tão improvável, e quero MUITO ler para tirar minhas conclusões dessa obra que parece ser tão incrível!

    ResponderExcluir
  13. Olá, pela sua ótima resenha já fiquei ainda mais animada para ler esse romance. Estou curiosa para conferir como será o relacionamento desses personagens com seus problemas do passado.

    ResponderExcluir

© Book Obsession ♥ | Design e Desenvolvimento: JaqueDesign imagem-logo