Resenha: Batman: Criaturas da Noite - Série Lendas da DC #2 - Marie Lu - Editora Arqueiro

Título: Batman: Criaturas da Noite - Série Lendas da DC #2
Autora: Marie Lu
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 256
Onde Comprar: http://amzn.to/2G0maN9
Sinopse:

As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham. Bruce Wayne é o seu novo alvo.

Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.

Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência.

Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.



Batman: Criaturas da Noite, conhecemos Bruce Wayne em uma fase de transformações importantes. Com seus 18 anos recém completados e sendo preparado para assumir as responsabilidades à frente das indústrias Wayne.

Como exemplo que tivera de sua mãe Martha, Wayne que não gosta de comemorar aniversários, resolve a cada ano, promover festas beneficentes para ajudar o Fundo de Proteção Legal de Gotham. Além do seu guardião e amigo Alfred Pennyworth, Bruce conta com seus melhores amigos, Harvey e Dianne. 
“- Para alguém que tem tudo, há trevas em seu coração.”

Prestes a se separarem, esses amigos estão prontos para irem para a faculdade, mas Bruce sabe que sempre poderá contar com eles. Mas o fato de ser herdeiro de uma enorme fortuna, Wayne passa também por situações constrangedoras com pessoas que tendem a se aproveitar da sua condição.
Saudoso por lembrar de sua família, Bruce acaba sendo abordado por Richard Price, grande amigo no passado, mas que acabou se afastando por perceber que seu pai, o prefeito de Gotham, o comparava a todo momento com Bruce. Chateado com sua forma rude, Bruce sai da festa e decide dirigir pelas ruas da cidade, quando se depara com a polícia perseguindo um dos criminosos intitulados Criaturas da Noite. Seguindo seu instinto e confiando em se Aston Martin, bem mais veloz que os carros da polícia, Bruce se mete em uma verdadeira encrenca ao se meter nessa perseguição e passa a se tornar um alvo. 

"Os morcegos de Gotham voavam à noite; ao parar e olhar para cima, ele viu uma colônia circundando o horizonte, ávida para dar início à caçada noturna."

Seu envolvimento acaba lhe custando uma pena. E com o auxílio da detetive Draccon, passará cinco semanas prestando serviços comunitários no Asilo Arkham.
Tudo parecia bem, mas por ser designado a limpar os corredores, Bruce se depara com uma das detentas, a perigosa e misteriosa Madeleine.

Madeleine é uma das integrantes das Criaturas da Noite. Desde que foi presa, a polícia vem tentando fazer com que ela fale alguma coisa importante para que consigam deter esse grupo que vem aterrorizando a cidade de Gotham.
Quando seus olhos percebem que quem está limpando os corredores é Bruce Wayne, essa ardilosa mulher, começará a falar, deixando-o muito intrigado e confuso. A detetive acha que Bruce pode ajudar se coletar informações, mas sua esperteza acaba desmascarando Wayne e conversas bem reveladoras e perigosas irão acontecer.
“Havia algo pessoal e ameaçador naquele símbolo: queima de riquezas, como as Criaturas teriam prazer em fazer com o próprio Bruce se lhes fosse dada a chance.”

Em meio ao jogo de palavras dessa perigosa criminosa, Bruce se surpreende ao saber que está na lista do grupo, que visa tomar as riquezas da alta sociedade de Gotham e principalmente aqueles que se deixam corromper de alguma forma.
Mas para o azar desse grupo, temos um Wayne aflorando cada vez mais o seu senso de justiça com as próprias mãos e mesmo que nem sempre saia como previsto, esse novo super herói tem em mente livrar Gotham dos perigos que chegam principalmente à noite.

Eu não consigo nem começar a mensurar o quanto esse livro me despertou para gostar do Batman. Claro que já conhecia o personagem por assistir alguns filmes e desenhos na adolescência. Mas acho que assim como eu, muitas pessoas não o têm como o queridinho dos super heróis e ao poder solicitar esse livro em parceria com a editora Arqueiro fiquei com medo de ter feito uma péssima escolha, mas para minha surpresa Batman, conseguiu ter uma história que me conquistou ainda mais que a leitura de Mulher-Maravilha.

Outra grande surpresa, se deu com a escrita da autora Marie Lu, que até então eu não conhecia e fiquei bem animada ao longo da trama com sua escrita bem simples, fluida e repleta de mistérios.
Fiz várias especulações ao longo da trama sobre os líderes das Criaturas da Noite e não descobri, e de certa forma gostei de saber apenas quando teve a revelação na leitura. Mostrando assim a capacidade da autora de jogar bem com os elementos e os personagens.

Além do Bruce Wayne e seu querido guardião Alfred, vale destacar que os personagens secundários contribuíram bastante para que a leitura ficasse incrível.





Sobre a edição da Arqueiro, temos uma capa linda e uma diagramação com a marca do Cavaleiro das Trevas. 


Batman: Criaturas da Noite, é o segundo livro da série Lendas da DC, mas pode ser lido fora de ordem, pois cada livro traz como protagonista um super herói diferente.


Uma trama diferente, mostrando mais do início de como tudo aconteceu para que Bruce sentisse a necessidade de fazer mais por sua cidade, com grandes aventuras, muita ação, amizade e até uma pitada de romance. Surpreendente do início ao fim!

Essa resenha foi a escolhida para cumprir a meta do desafio literário Livreando, do mês de março, na categoria: livro escrito por uma mulher.






13 comentários via Blogger
comentários via Facebook

13 comentários

  1. Olá, Camila!

    Eu sou uma das pessoas que não tem muita afinidade com o Batman, apesar de sempre o assistir em filmes e desenhos. Meu namorado é fã além da conta então, acho que pego a dica para mim e para ele... aquele livro que a gente dá, mas pega emprestado pra ler hahaha

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Acho a história de Batman interessante, contudo, confesso que só conheço sua história pelos filmes... Não li nenhuma hq até hoje, mesmo assim, adorei a proposta desse livro! Trazer essa faceta jovem de Bruce Weyne me parece muito legal e inovadora, adorei! Já quero ler. Dica anotada! =D Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Preciso muito trabalhar com a história do Batman com um menino enlutado e esse livro pra mim está perfeito!
    Obrigadão pela dica!
    Vai me ajudar muito! Favoritei aqui.
    Um beijo e mais uma vez obrigada!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  4. Oii tudo bem ?
    Menina to louca pra ler esse livro to pensando seriamente em comprar logo esse livro, o próximo alem de ser da mulher gato e escrito pela minha diva Sarah ❤ gosto muito do Batman apesar de não acompanha tudo me consideram uma fã mediana jkkkk mais em fim parabéns pela resenha 😉❤

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Camila. Eita, eu não sabia ainda da existência desse livro e gostei bastante da premissa dele, adorei a sua resenha e achei a capa muito bonita.

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu gosto bastante do Bataman pelos filmes que vi. Achei legal saber da existência desse livro, pela resenha eu acho que vou gostar de ler ele.

    ResponderExcluir
  7. Achei a ideia desse livro muito legal e quero muito ler algo dessa autora. Ainda não conheci nenhum dos livros dela, mas já ouvi muitos elogios.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Acabei de adquirir os dois primeiros da série e estou DOIDA para ler logo. Conheço a escrita da Marie Lu e gosto bastante. Acho que será uma ótima leitura. Dica anotada <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Camila, gosto de conhecer autoras que me surpreendem e parece que esta fará isso comigo. Quando adolescente eu amava o Batman, mas depois fui perdendo esse amor todo, quem sabe com a leitura desse livro e volte a gostar demais dele. Claro, que sempre vou amar o lado justiceiro dele, sempre lutando para manter a ordem, sem falar que ele tem um baita senso de cidadania.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  10. Olá Camila, não conhecia o livro, mas já fiquei mega curiosa para saber como a autora contou um pouco sobre o passado do Bruce *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  11. não vou mentir, achei a capa horrível, de resto, amei tudo, partiu pra ler. Achei instigante, fluido e olha que essa empolgação veio lendo sua resenha que salvou o livro, pq eu sou visual, se olhasse para essa capa, nem chegaria na sinopse.

    ResponderExcluir
  12. Oi, camila. Adorei sua resenha, e assim como você não tenho tanto contato com o batman, mas fiquei bem interessada em ler tanto esse quanto o primeiro livro da série lendas da dc. Adorei que parece ser bem misterioso e instigante.

    ResponderExcluir
  13. Eitaaaaaaa que estou de cara.
    Gentee que edição mais linda!!!! Estou encantada.
    Nunca gostei de nada sobre super herois, batman, nada mesmo do tipo, mas esse livro mexeu totalmente com minha curiosidade. Que resenha linda. Preciso pra já.
    Adorei os quotes.

    ResponderExcluir