Resenha: Bem Atrás de Você - Lisa Gardner - Editora Gutenberg

Título: Bem atrás de você - Quincy e Rainie #7
Autora: Lisa Gardner
Editora: Gutenberg
Ano: 2018
Páginas: 352
Onde Comprar: http://amzn.to/2oPn73y
Sinopse:

Após uma tragédia que o separou por oito anos de sua irmã mais nova, Sharlah, o jovem Telly ressurge como o principal suspeito de uma onda de assassinatos.
Só uma pessoa é capaz de desenhar o perfil do criminoso: o hábil ex-agente do FBI Pierce Quincy, que é convocado para colaborar no caso. Mas seu envolvimento como pai adotivo de Sharlah pode obscurecer sua linha de raciocínio ou levá-lo para um emaranhado de pistas desconexas, mostrando que o caso pode ir muito além do que parece ser.


Bem atrás de você, conta a história dos irmãos Telly e Sharlah.

Já de cara conhecemos Telly, com ainda 9 anos e sua irmãzinha Sharlah, com apenas 4 anos, tendo que agirem como adultos para sobreviverem em uma casa marcada pelas escolhas deprimentes dos seus pais viciados. 
Telly sempre teve instinto protetor e cuidava da sua irmã da melhor maneira que podia, tirando-a de casa para irem a locais como: biblioteca, escola.
Mas uma família tão problemática é prenúncio de tragédia, até que seu pai completamente chapado ataca a esposa com uma faca e parte para cima de Telly e Sharlah. 

“Meu ombro dói. Estou suando, e não só por causa da temperatura. Não quero pensar nele. Ou nos meus pais. Mas eu não consigo evitar, e sou inundada por uma mistura de tristeza, medo e... saudade.”

Com mais agilidade que a irmã, Telly, dá um jeito de deixar Sharlah em segurança no quarto e sai correndo pela casa, até que sua irmã entrega a ele um taco de beisebol e em um acesso de fúria, mata seu pai. O problema é que Telly está tão transtornado que ao tentar ser parado pela irmã, quebra seu braço. Diante de todo o cenário, esses irmãos são conduzidos ao sistema de adoção e são separados, perdendo assim o contato por vários anos. 

Nos dias atuais, Sharlah está prestes a ser oficialmente adotada pelos pais dedicados, Quincy e Rainie, ambos aposentados de suas funções policiais. Mas suas experiências em perfis criminais, o diferenciam quando a polícia necessita de consultoria para alguns crimes que estão cada vez mais difíceis de serem solucionados. 

Enquanto para Telly, as reviravoltas e seu comportamento, o fizeram passar por vários lares e agora é sua última chance antes de completar 18 anos e seguir a vida por si só. Sua família de acolhimento atual tem Sandra, uma mulher que tem um passado obscuro, Frank, um professor gente boa e o filho mais velho, Henry, um geniozinho da computação que está na faculdade e visita-os sempre que dá. 

“Não conseguia ver esse futuro do qual todo mundo tinha tanta certeza. Só via o passado. Abrir latas de comida enlatada para jantar. Rezar para que minha mãe não ficasse muito perturbada e meu pai muito violento. Torcer para que pelo menos a Sharlah ficasse bem, Até a noite em que eu mesmo a machuquei.”

Aparentemente a família se desenha como perfeita, Telly tem conseguido controlar seus impulsos, até que em uma manhã, alguns eventos sangrentos acontecem na pacífica Bakersville. Telly, é o suspeito número um de matar dois jovens em uma cafeteria e também de assassinar seus pais de acolhimento ainda quando estavam dormindo. Identificado pela câmera da cafeteria, seu nome é divulgado e passa a ser considerado o que eles chamam de Spree Killer, que é quando um assassino é impulsivo e após matar alguém do seu círculo pessoal, sofre um surto psicótico e perde o controle, matando assim quaisquer pessoas que ultrapassarem seu caminho. 

Começa assim, uma caçada eletrizante da polícia a todas as pistas deixadas por esse menino. Mas não será fácil encontra-lo, pois ao que tudo indica sua inteligência em armar estratégias é tão capciosa que a polícia irá precisar da ajuda de Quincy e Rainie, principalmente após descobrirem que o próximo alvo é Sharlah. 

“Ele não pode ficar com ela. Não interessa quantas armas ele tem, ou quantos quadriciclos ele rouba. Ela é nossa, Quincy. Maníaco homicida ou não, Telly não vai ter Sharlah de volta.”

Agora, esses dois irmãos, após oito anos, serão unidos novamente por mais uma tragédia do destino. 

Quando vi a capa sendo divulgada pela editora Gutenberg, fiquei louca de vontade para conhecer a história. Eu costumo ser o tipo de leitora que só de bater o olho em uma capa, se me chamar atenção, quero pra ontem, tanto que resolvi adquirir o ebook mesmo.




A autora me impressionou logo no início da história desses personagens, com tão pouca idade e já tão marcados pela violência doméstica e negligência dos pais. 

A narrativa se torna eletrizante a cada capítulo e temos a alternância entre vários personagens e também entre acontecimentos do passado, o que deixa esse thriller muito envolvente, pois vamos pegando informações da trama por diversos pontos enquanto estamos nessa caçada pelo jovem Telly. 

Me chamou atenção a quantidade de informações de cunho psicológico, o desenvolvimento e como os diversos transtornos mencionados são desencadeados a partir de várias situações de estresse, raiva, decepção, enfim, mas todas são abordadas com embasamento e de forma fluída e muito instigante. Ao pesquisar sobre a autora, acabei descobrindo que Lisa já escreveu outras histórias policiais com o casal Quincy e Rainie e já quero conhece-los em outras situações desafiadoras.

Bem atrás de você é um prato cheio para o leitor que ama, não somente thriller psicológico, mas personagens complexos e bem desenvolvidos em meio a uma trama de suspense, críticas a sociedade, ao sistema de adoções e uma dose de drama familiar. Você não irá conseguir parar enquanto não desvendar todo esse mistério. 









8 comentários via Blogger
comentários via Facebook

8 comentários

  1. Oi, Camila!

    Menina, eu li uma resenha desse livro há alguns dias e desde então eu já estava louca pra poder ler e conhecer. Depois da sua resenha, minha vontade apenas aumentou. Ando morrendo de vontade de conhecer mais trillers e esse parece ser muito bom de ler. Ansiosa!

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Em relação a capa sou como você e esse livro segue essa linha. Adoro enredos eletrizantes. Já li algumas resenhas deste livro, mas não sabia que a autora tinha outros livros policiais. Como apaixonada por thriller eu preciso deste livro pra ontem.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é mesmo muito bom, né? Eu li recentemente e adorei a leitura, esse é o meu gênero literário preferido e fiquei louca para ler mais coisas dessa autora. Adorei ler a tua resenha e saber que você gostou tanto quanto eu.

    ResponderExcluir
  4. Camilaaaaa, fiquei totalmente interessada nesse título, realmente muito triste saber que histórias como essa não são difíceis de acontecer, casos de violência e separação da família me chocam. Tenho inclusive vontade de adotar irmãos. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  5. Estou com ele aqui pra ler. Li uma resenha que falava tão bem, assim como a sua, que fui correndo comprar. Mas como estou lendo três livros no momentos, acacei deixando pra depois. Depois volto aqui para falar minhas impressões.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila!
    Eu sou bem parecida com você! Se eu vejo um livro com a capa bonita eu acabo comprando nem que seja só para ter na estante. Ai o resultado é, livros que nem me interesso em ler tanto assim, mas com capas lindas. haha
    Mas Bem atrás de você além de uma capa linda, a história me chamou bastante atenção.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Eu não sou muito fã de thrillers policiais, mas esse tem começado a ganhar minha curiosidade. Todo mundo que eu vejo que leu ou quer ler este livro, elogia muito.
    Achei a premissa muito interessante e gostei de saber que os personagens são bem construídos e complexos. Além disso, achei interessante o fato de que o livro traz críticas sociais e ao sistema de adoções.
    Adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura. Já anotei a dica e espero ler em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, ainda não conhecia esse livro, mas pela resenha, já fiquei de coração partido pelas tragédias que aconteceram na vida desses irmãos. É uma leitura que farei assim que possível.

    ResponderExcluir