Resenha: Sem Vida - Dani Assis

Título: Sem Vida
Autora: Dani Assis
Editora: Amazon
Ano: 2017
Páginas: 530
Onde Comprar: AMAZON
Sinopse:


O luto é aceitar que a última página de um livro foi virada.
Oberon teve sua vida desfeita em questão de minutos. A partir daí a angústia e o sofrimento constante o transformaram num homem sem vida, ansiando pela morte dia após dia como solução imediata para findar sua dor.
Será a morte a resposta para a própria morte?
Nessa emocionante jornada existirá alguém capaz de lhe devolver a vida e trazer luz para acabar com a escuridão de seus piores dias.
Uma linda história sobre o renascimento daquele que passa por uma das piores dores que um ser humano pode sentir.


Oberon tinha tudo que a vida poderia lhe proporcionar. Um casamento estável com o grande amor da sua vida e seu trabalho no estúdio de fotografia junto de Lara, o centro do seu universo. 

Louco para matar as saudades de sua amada, que estava na casa de sua irmã, Oberon vai ao aeroporto busca-la, mas ele jamais estaria preparado para o que aconteceria a seguir, quando no caminho de volta para casa, são interceptados por um sanguinário psicopata que vinha de uma onda de assassinatos contra mulheres, levando desse homem sua amada esposa. 

Chafurdando em agonia e tristeza, Oberon não consegue ficar mais em casa, largando toda a sua vida e carreira caindo na estrada. 

Após passar três anos em luto, Oberon precisa voltar para ajudar seu irmão a pagar o tratamento de seu pai, uma vez que o irmão já não tem mais condições de arcar com todas as despesas, e a única solução para Obe seria reabrir e buscar antigos e novos clientes para fotografar. 

Agatha é uma jovem batalhadora e após ser demitida do cargo que ocupava no banco, se vê na fila de desemprego e sua única solução será sair da sua área para conseguir ajudar sua amiga a pagar os custos do aluguel e conseguir se manter até as coisas melhorarem. A ajuda vem através de Roger, amigo em comum dos dois, que consegue uma entrevista de trabalho para a jovem no estúdio de Oberon.

“A vida é uma avalanche contínua de sentimentos feridos, seja pela perda de um amor, de um parente, ou pelo término de um relacionamento, não importa, o resumo é esse: na vida sobram apenas os sentimentos feridos.”

A partir daí, os dois vão viver em altos e baixos, dia após dia, até que Agatha revela ter visto uma das fases precárias na vida deste homem que poderá mudar o rumo dessa história. 

Oberon não sabe mais o que fazer para esse sentimento de dor e mágoa pararem e aos poucos, sem se dar conta, a luz e o riso fácil que irradia de Agatha começará a atingir a vida dele e o coração amargurado verá uma nova possibilidade de deixar o passado ir e sentir que ainda vale a pena viver. 

“Se essa mulher é capaz de enxergar qualquer parte ensolarada em um homem como eu, é reflexo da luz que irradia de si, a luz dela me ilumina e conforta a minha alma.”

Desde que esse livro foi lançado na Amazon, vinha sentindo vontade de conhecer mais a fundo essa trama. E que história linda e emocionante. 

Não conhecia a escrita da autora, mas fiquei extremamente feliz ao ler uma história repleta de sentimentos e com personagens mesmo que sofridos, mas muito bem desenvolvidos. Devorei essa leitura, comecei a ler no sábado à noite e só parei quando finalizei madrugada a dentro, de tão conectada que fiquei com a dinâmica desses personagens. 

Somos levados a acompanhar um homem como Oberon, que tinha tudo, era alegre, gentil e romântico, mas que perdeu seu grande amor e passa pelas fases do luto. Até que encontra Agatha, uma pessoa cheia de vida, alegre, não se deixa abalar pelo mal humor do mocinho e ainda consegue achar beleza nas mais diversas situações que a vida nos propõe. 


A narrativa é alternada por Obe e Agatha, confesso que no início me cansou e me deixou apreensiva, o fato de quando o mocinho estava narrando tínhamos passagens do capítulo que tinha sido acabado de ser contado por Agatha, mas depois entendi o porquê da autora ter feito desse tipo, pois era necessário entendermos o que Oberon sentia em meio ao seu sofrimento. 

A leitura é bem fluida, nos sentimos conectados com os personagens, que são conduzidos com maestria. É impossível não se angustiar com as narrativas de Obe e desejar que encontre um caminho sem dor. Como fã de leituras carregadas de emoções e repletas de dramas, com certeza indico a leitura de Sem vida. 

Me surpreendi com esse romance, com os diálogos e principalmente com o cuidado e sensibilidade ao conduzir esse personagem tão marcante. O final destinado a ele não poderia ser melhor. 

Sem vida está disponível em ebook na Amazon e a versão física poderá ser adquirida diretamente com a autora.







14 comentários via Blogger
comentários via Facebook

14 comentários

  1. Olá!
    Estou passada com o modo como Oberon perdeu a esposa, que horror! Adorei os nomes dos protagonistas e fiquei interessada em ler essa narrativa, parece ser batida, parece, mas sei lá, gostei da sinopse. Vou procurar lá na Amazon =)
    Bjs e obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    A capa desse livro é muito linda, que coisa horrível o que acontece com ele eu gosto de livros onde o homem acaba por encontrar um mulher que o ajude a superar o passado. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Oi Cami, que começo de história mais triste, né? O modelo da capa é lindo, preciso comentar! Mas ainda assim, o que me chamou a atenção na história é esse "modelo" criado pela autora, com personagens bastante sofridos. Espero poder ler em breve!

    ResponderExcluir
  4. Esse parece ser um daqueles livros doloridos de ler - de acompanhar a saga do personagem principal na superação do luto. Vou dar uma olhada nele, quem sabe darei uma chance?

    Beijos,

    www.degradeinvisivel.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Não conhecia o livro e fiquei bem interessada pela temática, já que eu também sou escritora e abordo a depressão em muitas obras minhas. Eu só fiquei com o pé atrás por causa desse relacionamento dos protagonistas, só espero que não seja romântico, porque não acredito que o romance salva algo ou alguém. Pessoas com depressão não estão/são doentes porque falta amor romântico, sabe? E acho bem perigoso esse tipo de abordagem, porque sabe-se, aliás, que muitas mulheres com transtornos acabam prensas em relacionamentos abusivos justamente por causa da fragilidade emocional.
    Mas vou dar o benefício da dúvida para esta obra e conferi-la :) Obrigada pela dica!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Uau! Estou chocada com essa resenha!
    Não conhecia a história e nem a autora, mas fiquei muito interessada!!! Não sei se, dentro de seus demônios, esses dois encontrarão o amor, não sei se quero ou não que isso aconteça, pra não ficar clichê e igual a outras mil histórias que conhecemos... Mas a curiosidade foi despertada haha. Um dia eu leio!

    Bjs, Abby
    Blog Linhas Tortas

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila, gosto de narrativas feitas por mais de um personagem, acho que dá uma ideia melhor de tudo o que acontece.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  8. Oii!

    É muito bom poder ler algo tão bom e bonito assim! Eu não conhecia a obra e me encantei pela capa, claro que ao ler sua resenha percebi que o enredo também me agrada!
    Gosto de narrativas assim <3 Gostei de saber que foi uma obra que te surpreendeu <3

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  9. Olá, gostei de conhecer esse livro pela sua resenha. Já senti certa simpatia pelos protagonistas e me parece uma leitura que vá me agradar.

    ResponderExcluir
  10. Nossa, fiquei chocada com a forma que ele perdeu a mulher. E curiosa para conhecer mais a trama. Sua resenha me deixou com vontade de ler e anotei essa dica <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  11. Ola, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e nem tinha visto essa capa por aí, mas ela foi a primeira coisa que chamou minha atenção, achei ela maravilhosa! Sobre a história, fiquei curiosa para conhecer o sofrimento e dramas do mocinho e entender como essa construção de alternância aconteceu entre os personagens. Vou anotar a dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. A capa desse livro é sensacional, passa seriedade ao enredo e é bonita, não é apelativa e lendo sua resenha, eu tive mais a impressão que teve um cuidado com tudo de não fazer a coisa de qualquer jeito. eu vou optar pela versão física.

    ResponderExcluir
  13. Olá , fiquei muito curiosa para ler esse livro vou adicionar na minha lista com toda certeza acho que até vou comprar esse livro dica anotada

    ResponderExcluir
  14. Oi tudo bem?
    Achei a sinopse tão redundante que eu não me animaria a ler só por ela, porém achei a tua resenha bem interessante, me despertou o interesse. Quem sabe em outra oportunidade eu faça essa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir