Resenha: Deixados para trás - Vi Keeland & Dylan Scott - Editora Charme

Título: Deixados para trás
Autora: Vi Keeland & Dylan Scott
Editora: Charme 
Ano: 2017
Páginas: 224
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Duas histórias tão profundamente interligadas que você achará que sabe como as duas se conectam... mas estará errado.
Zack Martin
No dia em que conheci Emily Bennett, meu mundo mudou completamente. Sim, éramos apenas crianças, mas eu tinha idade suficiente para saber que minha vida nunca mais seria a mesma. Ela era minha melhor amiga. Minha sina. Meu destino... Eu só não imaginava quantas peças o destino era capaz de pregar.
Nikki Fallon
Depois da morte da minha mãe, ao sair do estacionamento de trailers sombrio e entediante para a ensolarada Califórnia, eu estava focada em apenas uma coisa: encontrar uma irmã cuja existência eu acabara de descobrir. Apaixonar-me por ele não fazia parte do plano, mas ele preenchia um vazio que eu nunca imaginei que poderia ser preenchido. Ele só podia ser minha sina. Meu destino. Até o dia em que finalmente descobri quem era minha irmã... e quantas peças o destino era capaz de pregar.




Existem autoras que dão verdadeiro show de interação quando o assunto é escrever em parceria. Deixados para trás é a confirmação dessa combinação perfeita entre as autoras Vi Keeland e Dylan Scott. 

Nicole Falon, mais conhecida como Nikki, mora na cidade de Brookside, Texas. Mas nem sempre foi assim. Passando a infância pulando por várias cidades, ainda tinha que lidar com a diabetes e o transtorno bipolar de sua mãe, que precocemente partiu, deixando-a apenas com uma carta e um destino a seguir.

Ao ler a carta, Nikki descobre que tem uma irmã gêmea que vive na Califórnia e segundo sua mãe, também tem uma tia chamada Claire. Decidindo pedir ajuda, vê a possibilidade de se mudar para a casa de sua tia em Long Beach, na Califórnia e começar a investigar o paradeiro de sua irmã que foi entregue a adoção.


"Talvez, só talvez, o destino tenha nos juntado por uma razão. Para curarmos um ao outro, não para destruirmos nossos corações partidos."


Com o coração despedaçado diante de tantos acontecimentos, Nikki se mantêm forte e determinada a encontrar algumas respostas. Já instalada na cidade, sua tia tenta lhe proporcionar algum conforto, a matricula em uma boa escola na cidade e ganha novos companheiros de classe para realizar alguns trabalhos, dentre eles, Zack, o garoto que encontrou na pista de corrida assim que chegou na cidade. 

Zack é um garoto tranquilo, de bom coração. Popular por ser da equipe de futebol na escola, teve seu coração despedaçado, há alguns meses, com uma tragédia envolvendo sua namorada, há que conhecia desde muito novo. 


“Estamos tão próximos agora – mesmo dentro do carro nossos corpos se tocam –, mas desta vez não há uma energia sexual. É diferente. É aceitação. E compreensão. Perto de Zack, sinto-me... em casa. Como se eu pertencesse a um lugar. Algo que eu nunca imaginei sentir de novo.”


Triste e magoado com essa perda, se mantêm recluso e sempre que algo o alegra, lembra-se da dor e toda culpa o atinge, não permitindo ser feliz.

A convivência com Nikki, acaba despertando em Zack sentimentos intensos e mesmo com toda a culpa que sente, quando Nikki conta mais de sua vida, passa a entender a afinidade e se abrir para esses sentimentos, libertando seus demônios e tentando dia após dia se curarem. 


“Apesar de todas as curvas deliciosas do seu corpo, é o sorriso dela que acaba comigo.”


Mas Nikki, não esquece que está em busca de respostas e sempre que pode pesquisa pela casa de Claire sobre seu passado e a verdade pode estar mais perto do que ela possa imaginar. 

Será que seu coração suportaria mais tantas emoções? 

Sou apaixonada por romances com toques de drama. Apesar dos personagens serem mais jovens, deram sentido a trama e suas histórias foram bem emocionantes. 

O destino como sempre implacável, uniu esses dois corações de forma perfeita e acompanhar o desabrochar do amor e o processo de cura de suas almas fez toda a diferença, principalmente devido a narrativa, que é toda realizada de forma alternada por Nikki e Zack, me deixando imersa, só conseguindo deixar a leitura ao final do epílogo.



Vi Keeland já é conhecida e muito querida entre nós leitores brasileiros e com Dylan Scott, trouxeram nessa parceria uma história envolvente de dois jovens que apesar de tão pouca idade, já carregam fardos e angustias que podem destruir uma vida, mas juntos descobrem que são mais fortes e só precisam seguir em frente para uma vida feliz.

Deixados para trás, faz parte do catálogo da editora Charme e falar das edições é sempre fácil, capa linda, diagramação bem pensada de acordo com o enredo, folhas e fontes que deixam a leitura ainda mais confortáveis, sem contar no marcador de página próprio do livro que vem em todos os livros da editora. 

Um romance repleto de reviravoltas, uma boa dose de drama e reflexões, além de personagens apaixonantes e bem construídos, são alguns dos elementos que você irá encontrar nessa linda história. Vale a pena apostar!

* Esse livro faz parte do DLL de maio no item: Autor que nasceu em maio.





2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários

  1. Tudo bem Camila. Ainda não li nada da editora Charme. Em geral os gêneros publicados, com essa pegada mais Romance e erótica, não me agrada muito.
    Mas essa sua resenha me chamou atenção por dizer que tem dramas e reviravoltas.. Quem sabe essa não seja a primeira leitura que farei da editora.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Gosto de tramas que mostra personagens tentando curar as próprias feridas e encontra a chance do recomeço no amo. Pra mim é novidade termos um romance dramático e envolvente com personagens tão jovens. Nunca li nada da autora, mas tenho visto o capricho da Charme em suas edições, então unindo o útil ao agradável eu anoto a dica, quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir