Resenha: Essa luz tão brilhante - Estelle Laure - Editora Arqueiro

Título: Essa luz tão brilhante - #1
Autora: Estelle Laure
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 208
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido.
Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.


Lucille vive uma vida complicada apesar da pouca idade. Com dezessete anos, precisa cuidar da casa e ser responsável por sua irmã mais nova, Wren. Já no quesito pais, infelizmente não dá muita sorte, visto que sua mãe resolveu prolongar as férias por não conseguir lidar com a situação de ter um marido internado após alguns surtos. 

"Talvez todos nós sejamos frágeis. É só uma questão de saber o que nos machuca."

Como se já não bastasse toda essa carga, a mãe de Lucille, resolve dar uma de generosa, segundo ela, enviando-lhe apenas cem dólares por correio para passarem os dias enquanto ela mata o tempo de outra forma. Ou seja, mais uma que não aguentou a pressão de ter que assumir todas as responsabilidades do lar. 

Temerosa do que possa vir a acontecer se descobrirem que estão sozinhas em casa, Lucille passa a tentar mostrar para as pessoas que a vida dentro de sua casa continua normal e conta com a ajuda de seus dois amigos para evitar que o serviço social descubra essa grande farsa. 

"— Que tipo de pessoa não volta?

— Não Sei. Que tipo de pessoa vai embora para começo de conversa?"

Dividida entre todas as tarefas de casa, estudo e mantê-las a salvo, Eden, sua melhor amiga, ajuda-lhe com os horários de Wren, assim Lucille conseguiria um emprego pra ajudar a sustenta-las. Em meio a toda essa crise e esse excesso de responsabilidades, não será fácil esconder o que vem acontecendo dentro de sua casa, principalmente quando algumas ajudas começam a surgir. Ela se assusta e questiona seus amigos sobre elas, mas eles garantem que não sabem de nada. 

Além de Eden, Lucille conta com a ajuda e discrição de Digby, irmão gêmeo de Eden, garoto que sempre achou muito bonito. E de fato ele é, mas todos esses atributos à medida que a convivência se instala, Lucille começa a se apaixonar por ele. O grande problema é que Digby, já tem um relacionamento bem sério com uma namorada, complicando ainda mais sua mente e seu coração.

"A maior parte das pessoas vacila a vida toda. Nunca se deixam cair, nunca dão a cara a bater. Só seguem com a maré, tentando fazer o que acham que deve ser feito. Nunca tentam encontrar o que é verdadeiro para elas, porque isso significaria ser corajoso de um jeito que as pessoas não são."

Quando peguei esse livro pra ler, não fazia a menor ideia sobre o que se tratava. Sou o tipo de pessoa que vê uma capa bonita e já quero ler, dificilmente pego sinopses para ler, justamente por algumas entregarem demais o que acontece na trama. 

Essa luz tão brilhante foi uma grata surpresa. Uma leitura com um bom drama e uma personagem bem forte, apesar da pouca idade, já tinha uma bagagem, um peso e tanto nas costas pra carregar. Dar conta de todas as responsabilidades só deu certo por sua perseverança e o apoio de seus amigos. 

A trama é bem emocionante, pois é impossível não se compadecer dessas irmãs. Serem abandonadas por seus pais e infelizmente isso acontece demais em muitos lares, talvez não com as mesmas características e nem sempre a força e o desempenho para conseguir se manter em meio ao furacão é o que basta para obter êxito no final. 

Uma leitura extremamente reflexiva e por ser narrada por Lucille, nos faz entrar de cabeça e mergulhar nos sentimentos dessa personagem, ou seja, impossível não se emocionar. 

Os personagens secundários são essenciais para a trama e se destacam pela amizade, generosidade e apoio as irmãs. Mostrando que sem a ajuda deles tudo ficaria mais difícil. 

A escrita da autora é apaixonante, envolvente e fluida. Um enredo triste, melancólico, mas cheio de surpresas. Com toques de romance, amizade, superação, que certamente levará derramar algumas lágrimas. 

Publicado pela editora Arqueiro, a capa e a diagramação são bonitas, fonte confortável para a leitura. Ao final, percebi que ficaram algumas pontas soltas, mas espero que sejam sanadas no segundo livro, Sonhos em flor, que traz a história de Eden e foi lançado esse ano pela editora.










5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Já tinha visto esse livro mas passei batido por ele por achar que era alguma historia que não me agradaria, mas pelo contrario, lendo a sua resenha mudou totalmente o que tinha pensado, achei a capa linda mas não sei o porque não me chamou a atenção de cara. Com certeza vou querer comprar logo e ler esse livro e tenho certeza que os outros.

    Bjus** http://imagine-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, tudo bem?
    Eu já li muitos comentários sobre esse livro.
    A maioria amou o enredo.
    Estou bastante curiosa por ler essa trama tão instigante, ainda mais após mais uma resenha positiva.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila,
    eu também não conhecia nada dessa história, essa é a primeira crítica que leio e gostei muito do enredo. Realmente é complicado conseguir dar conta de tudo sem ser descoberta pela assistência social, deve ser uma leitura emocionante. Vou colocar na minha lsita.
    bjs.
    Pri.
    http://nastuaspaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Esse livro assim que saiu, entrou para a minha lista de desejados, mas ainda não consegui pega-lo para ler. Gosto dessas histórias reflexivas sobre família, é lindo ver como irmãos são bem unidos e fazem de tudo para se protegerem. Espero poder ler em breve!

    beijos!
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Camila, faz um tempo que tenho vontade de ler esse livro e pelos seus comentários ele esta bem bacana, adoro quando o drama é bem construído e apesar de preferir narrativas em terceira pessoa fiquei bem curiosa para acompanhar o enredo pelos olhos da protagonista *-*

    ResponderExcluir