Resenha: A luz que perdemos - Jill Santopolo - Editora Arqueiro

Título: A luz que perdemos
Autora: Jill Santopolo
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 272
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo.
Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York.
Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro.
Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?
A Luz Que Perdemos é um romance impactante sobre o poder do primeiro amor. Uma ode comovente aos sacrifícios que fazemos em nome dos ­nossos sonhos e uma reflexão sobre os extremos que perseguimos em nome do amor.




Nesta história vamos conhecer Lucy Carter e Gabriel Samson. Estudantes na mesma universidade, acabaram ficando próximos em um dia bem marcante na história dos Estados Unidos, o ataque as Torres Gêmeas, no dia 11 de setembro de 2001. Ainda sem saber o que tinha acontecido, ambos vão o apartamento que Gabriel divide com os amigos, já que as ruas estão bloqueadas e o perigo de um novo ataque terrorista ainda ronda a área.

A partir daí a vida de Lucy e Gabe se entrelaçam. Eles descobrem o quanto são parecidos, apesar das carreiras que estão prestes a concluir os estudos. 

“O amor faz isso. Faz você se sentir invencível e infinito, como se o mundo inteiro estivesse à nossa disposição, tudo pudesse ser conquistado e todo dia fosse repleto de maravilhas. Talvez porque nos abrimos para alguém, nos deixamos penetrar pelo outro. Ou talvez seja se doar tão profundamente a outra pessoa que o coração da gente se expande.”

Gabe é um amante da arte, das fotografias e sonha em fazer diferença capturando todos os sentimentos com sua máquina ao redor do mundo. Já Lucy, sempre quis produzir programas infantis, sua paixão pelo universo dos pequeninos a motiva a criar projetos que de alguma forma pudesse propagar mensagens positivas no crescimento e na formação de caráter dela. E sua determinação fez com que Lucy conseguisse realizar seus planos, mas Gabe não conseguiu colocar seus planos em prática.

Agora Lucy está com as amigas comemorando seu aniversário e o destino implacável como sempre, traz mais uma vez Gabe para o seu caminho. A verdade é que desde aquele breve envolvimento naquela tragédia, Lucy e Gabe se apaixonaram, e agora teriam oportunidade de viverem esse relacionamento.

Pouco tempo depois que se reencontram, cada dia ficava mais difícil se manterem longe e logo o casal estaria morando juntos no apartamento de Gabe. Eles viviam como casados, um relacionamento estável. Gabe era apaixonado por tudo que Lucy fazia e a incentivava com seu programa na TV que se tornava cada vez mais famoso e começa a ganhar prêmios importantes. Lucy por sua vez, incentivava Gabe a retomar seus antigos projetos com a fotografia e a vida deles seguia assim. 

“— Não tem a ver com a gente, Lucy. Não mesmo. Sou eu. Preciso fazer isso por mim. Tem alguma coisa quebrada aqui dentro e essa é a única maneira de consertá-la. Pensei que você fosse compreender. Você sempre compreen...

Mas não compreendi daquela vez.

— Por que não pode ficar? – interrompi. — Por que não fotografa Nova York? Há muitas histórias aqui para contar. Você ficou tão feliz quando o New York Times publicou sua foto...

Você balançou a cabeça.

— Posso fazer mais em outro lugar. Um trabalho melhor. Posso fazer a diferença. Queria que não fosse verdade, mas é. Você sabe o que isso significa para mim.”

Mas Gabe quer mais, ele sabe que ainda não está fazendo a diferença que gostaria para o mundo e Nova York começa a ser sufocante, pequena para ele explorar. E Lucy estaria prestes a descobrir sua segunda decepção em relação a Gabe, que aceitou um emprego para ir para o Iraque ser fotógrafo pela conceituada Associated Press e em poucos dias iria trilhar seu caminho sem Lucy.

Arrasada, Lucy sofreu dia a após dia. Confusa e sem notícias de Gabe por em bom tempo, não conseguia se relacionar direito com os caras, sempre lhes faltava algo, mas o apoio das amigas e de sua família, a dor foi diminuindo mesmo que sua cabeça não parasse de pensar em Gabe, foi dando espaço para um novo relacionamento entrar em seu coração. E foi ai que Darren passou a fazer parte de sua vida.

“— Lucy. — Ele começou a tossir. — Às vezes eu amo tanto você que não sei como meu coração aguenta.”

Darren Maxwell era exatamente o que Lucy precisava, um advogado, alguns anos mais velho e dedicado a fazer com que Lucy se curasse de suas feridas. Com paciência e seu jeito atencioso, foi dando motivos para que ela voltasse a sorrir e desejasse junto dele, formar uma família e ter algo sólido, como o amor e a segurança que ele proporcionava.

Tudo parecia se encaminhar bem, mas sempre que um email apitava, alguma notificação das redes sociais ou até mesmo encontro dos formandos acontecia, sua vida e seu coração se inquietava, pois Gabe sempre seria seu eterno amor e mesmo que ele sentisse o mesmo por Lucy, ainda não seria o suficiente dentro de suas escolhas pessoais.

Que livro maravilhoso! 

Logo que vi disponível para solicitar na parceria, não perdi tempo, principalmente pela comparação que já aparece na capa e confesso que sou Jojolovers assumida. Então sabia que iria encontrar um romance carregado de emoções.



Jill Santopolo em seu romance de estreia para adultos, nos comove com uma história que passa por várias fases da vida e com personagens muito intensos. Desde os primeiros capítulos me vi presa ao enredo e não conseguia largar a leitura tamanho o fascínio e curiosidade para descobrir o que viria a seguir, mas confesso que jamais imaginei um final como aquele, tanto que demorei uns dois dias para conseguir colocar no papel tudo o que a leitura me causa já que uma verdadeira enxurrada de sentimentos e reflexões se instaurou em mim. Os capítulos são curtos e isso fez a leitura se tornar ainda mais agradável.

Por incrível que pareça, esse tipo de romance é um dos meus preferidos, por ser carregado de emoções e de mostrar que nem sempre na vida tudo será preto no branco. Haverá os dias cinzentos e em muitos não teremos a explicação porque determinadas situações acontecem na vida, mas elas estão lá, tentando nos ensinar alguma coisa e até nas piores situações poderemos tirar algo de bom para seguir nosso caminho.

A edição da editora Arqueiro está simplesmente linda. A capa tem um aspecto áspero, agradável de ficar passando a mão e a diagramação segue o padrão da editora. 
Uma notícia para os amantes de adaptação cinematográfica é que o livro já teve seus direitos vendidos, mas ainda não temos maiores detalhes. Só me resta torcer para que seja logo, tem tudo para ser um super filme.

A luz que perdemos foi muito mais que uma leitura romântica sobre amores e desamores, mas fala de crescimento pessoal, traz à tona uma realidade triste de muitas pessoas que moram em países onde as guerras são infinitas. Mas também fala sobre esperança, recomeços, amizade de forma muito emocionante. Os mais sensíveis certamente irão derramar algumas lágrimas.









 
16 comentários via Blogger
comentários via Facebook

16 comentários

  1. Camilaaaaa, poxa, vi esse livro ontem sendo sorteado como cortesia no Skook e me apaixonei pela capa e enredo. Agora lendo sua resenha e sabendo que virará filme já fiquei ainda mais animada em procurar para ler. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  2. Oi linda.
    Quando li sobre "JojoLovers" pensei pronto, já não vou ler, não me mate, mas não consigo ler os livros dela, tenho 3 parados aqui por não conseguir me prender na história.
    Agora sobre a sua resenha realmente gostei muito do enredo, mas se somente a capa lembrar os livros da Jojo , acho que irei ler sim.
    Vou anotar a dica.
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila, me pareceu ser um romance bem leve e fofo. Nem sempre o que queremos é o melhor para nós e vice versa. Normalmente, não leio muitos romances por escolha, mas recebo alguns e sempre acabo gostando. Achei a capa deste linda e adorei conhecer um pouquinho dele através de tua resenha.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ca, não vejo a hora de iniciar essa leitura.
    Apesar de já ter visto fotos do livro e alguns comentários a respeito. A primeira resenha que li foi a sua e fiquei apaixonada. Me identifiquei muito com Gabe, por algum motivo e agora quero dar continuidade e ver o desfecho rs

    Adorei <3
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  5. Gosto da premissa do livro e me identifico bastante com Gabe, mas me compadeço de Lucy. Tenho visto vários elogios quanto a esse livro e todos concordam o quão maravilhoso ele é. Gosto muito da ideia de mostrar o amor que transcorre o tempo e pelo visto barreiras, a tempos não leio algo assim, então é um livro que espero ler em breve.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu também gosto muito de romances assim carregados de emoções e já estava curiosa com essa leitura, adorei a sua resenha e acho que vou gostar muito do livro também, a premissa me agradou bastante.

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila! Tudo bem?
    Não conhecia e fiquei encantada! A sinopse é linda e sua resenha apaixonante! Quero para ontem! Valeu pela dica e já anotada, amo livros em que os personagens vão amadurecendo conforme o tempo e também gosto desse espaço de anos na vida dos personagens!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Camila!
    Como sempre trazendo uma resenha lindíssima sobre um livro lindíssimo, né?
    Já no início dela, quando estava fazendo o resumo da história, eu já estava encantada! Caramba, essa coisa dos desencontros por causa de escolhas e da vida me lembrou "Simplesmente Acontece" e eu amo essa história. Se eu amar tanto quanto, já fico feliz.
    Dica super anotada!

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Olá! Parabéns pela resenha, esta muito completa! Sobre o livro, a capa é linda e o titulo chama a atenção mas esse tipo de romance infelizmente não prende minha atenção, não sei porque!
    Mas acredito que seja uma leitura leve e muito gostosa para quem for ler!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  10. Olá, ótima a sua resenha, ficou linda a capa desse livro. Situação complicada a dos protagonistas, fiquei curiosa para saber se no final o amor por ela ou pela profissão falará mais alto.

    ResponderExcluir
  11. Olá Camila,
    Essa é minha atual leitura e, infelizmente, não estou conseguindo curtir a leitura. Eu confio muito na opinião das pessoas, principalmente, a sua, mas sinto que esse livro não vai me encantar tanto assim, sabe? Mas esse é, sem dúvidas, um livro encantados que vai agradar muitos leitores.
    Adorei a resenha.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Realmente pela chamada da capa, dá vontade de pegá-lo e lê-lo hahah Tinha visto a capa por ai em alguns lançamentos, mas a sua resenha é a primeira que vejo mais a fundo sobre o mesmo. Fiquei feliz pelo que podemos encontrar, e acho que seria algo que gostaria bastante, por isso dica anotada <3 Espero me encantar assim como você!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila,
    que história linda e intensa. Eu sempre achei complicado administrar essa questão de carreira dentro de um relacionamento. No caso deles, era nítido que ele não ficaria feliz por muito tempo vendo ela crescer, fazer o que a deixava feliz e ele ainda não atingir todo seu potencial. Adorei sua resenha e fiquei louca para ler.
    bjs.
    Pri.
    http://nastuaspaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi.

    Sua resenha está maravilhosa porém não achei que o livro sirva para mim, acho que o enredo não me prendeu o suficiente para ter vontade de ler a obra mas, quem sabe um dia?
    Parabéns pelo blog e a resenha ;) bjs.

    www.paginasamais.com

    ResponderExcluir
  15. Aiii que capa mais linda. Preciso muito desse livro, principalmente depois de ler sua resenha, ainda não sabia nada sobre ele, só tinha visto a capa e já me apaixonei. Adorei o enredo é bem minha cara, tenho certeza que vou amar a história.
    Dica mega anotada.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Essa capa é maravilhosaaaa... estou apaixonada! Segunda resenha que leio elogiando esse romance, adoro esses romances que nos deixam ali reflexiva, apaixonada e louca para ver nas telonas. Gostei muito da premissa e já sei que irei sofrer com a personagem rs' espero poder conferir!

    beijos!

    ResponderExcluir