Resenha: A Marquesa - Nahra Mestre - Portal Editora

Título: A Marquesa - Série Damas Perfeitas #1
Autora: Nahra Mestre
Editora: Portal Editora / Selo: Reinos
Ano: 2018
Páginas: 170
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Nos palcos da aristocracia inglesa do século XIX, Sarah Granville Anson descobre, ainda muito jovem, que foi prometida para o primo Thomas Hervey, futuro marquês de Bristol.
Enquanto ela se prepara para ser a esposa perfeita, Thomas torna-se cada vez mais contrário a qualquer tipo de sentimento.
Uma dama apaixonada, que faz de tudo para conquistar o amor do futuro marido, ainda que com artifícios inapropriados para a sociedade conservadora em que vive. Um cavalheiro marcado pelo passado, avesso ao amor, mas que se vê envolvido pelos encantos de Sarah a cada dia.
Quando Thomas se der conta de que ela é o amor de sua vida, pode ser tarde demais.
Um romance de época, que retrata uma mulher à frente de seu tempo e que levará o leitor (a) a uma deliciosa viagem pela Era Vitoriana.
Você irá se apaixonar.




Ainda muito novinha, Sarah foi prometida a Thomas. Logo que soube quem seria seu marido, ficou radiante por ele ser bonito. 

Com o passar dos anos, Sarah foi se preparando para estar à altura de Thomas, que almejava uma posição como membro do parlamento. Inteligente e dona de uma personalidade invejável, acabou se tornando a melhor escolha para Thomas.


“— Fui instruída a ter pulso firme e impor respeito. Disseram-me que, uma vez que a princípio não me fizesse respeitar, dificilmente conseguiria tal feito em uma segunda oportunidade.”


O futuro marquês, com tendências arrogantes, tentou ao máximo protelar seu tomada de decisão, mas agora era chegado o momento de Sarah frequentar os salões debutando e firmar compromisso perante a sociedade. 

Thomas é um homem misterioso, guarda alguns segredos importantes de família e por causa disso, o amor não está em sua lista de prioridades. Mas o jeito inteligente, perspicaz, bem humorado e a generosidade de Sarah, derrubará as barreiras do seu coração que serão invadidas por essa jovem e que mais tarde descobriria uma excelente amante.

A Marquesa é o primeiro livro da série Dama perfeitas da autora nacional Nahra Mestre. Se você não a conhece ainda, recomendo procurar suas obras, são maravilhosas. Confesso que fiquei extremamente contente com o resultado e finalizei a leitura em algumas horas. 


“— As damas não costumam ter divergências de ideias com seus maridos, querida.

— Lamento que as damas sejam tão enfadonhas e sem opinião, querido.”


O enredo é leve e mesmo trazendo um pouco sobre as mudanças e mostrando mais sobre a Era Vitoriana e suas inovações, a leitura flui tão bem que quando me dei conta já estava no bônus degustando sobre o próximo livro.


“Naquela tarde Thomas cumpriu sua promessa, amou Sarah como nunca havia feito antes. Não era só desejo e elas sentiu. Viu amor em seus olhos, no toque, nos pequenos gestos. Ela o tinha, pertenciam um ao outro.”


Vale destacar que apesar de ser um livro curtinho, temos várias bandeiras levantadas ao longo dos capítulos, como a inserção das mulheres em cargos de destaque no mercado de trabalho, tomada de decisões em meio aos negócios, igualdade salarial para os funcionários da residência e caminhava lado a lado de seu marido construindo uma relação sólida de confiança, foi devotada sim, mas em nenhum momento deixou de ter personalidade e com seu jeitinho conseguiu o que queria de todos, ganhando a simpatia até de Lorde Willian Granville.

Nahra foi bem perspicaz e me vi torcendo inicialmente por Sarah e Lorde David Hervey, um homem dedicado, amigo e irmão de Thomas, que por sinal me deixou curiosa para conhecer mais de sua história. Mas depois me rendi a interação do casal e poder acompanhar as transformações que Thomas sofre ao se abrir para o amor foi bem legal.



Só posso dizer que amei essa história! 

Para amantes de romances de época, essa dica é imperdível. Além da capa que acho muito linda, o desenvolvimento da trama e do romance do casal é envolvente e apaixonante. 

A Marquesa faz parte do catálogo da The Books editora e pode ser lido em físico e ebook. O leitor ainda poderá ao final, apreciar o prólogo de A cortesã, segundo livro da série que contará a história do querido Lorde David Hervey e Marie Bourdon.

* Esse resenha faz parte do Desafio Históricos e Eu 3, no item: livro com menos de 300 páginas.






12 comentários via Blogger
comentários via Facebook

12 comentários

  1. Oi Camila, tudo bem? Nossa, eu amei a premissa desse livro! Já fiquei bem envolvida na história, tanto que já comprei na Amazon! Espero curtir como vc!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila!
    Eu não conhecia o livro, e apesar de não gostar de romances de época, achei bem legal a autora ter colocado uma protagonista à frente do seu tempo, independente.
    E sobre a capa, comparada a outros livros do gênero, realmente não é tão feia. Mas não achei maravilhosa como você.
    Bjss

    https://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa com os segredos de Thomas e o desfecho de sua relação com Sarah, que se mostra uma personagem cativante. Nunca li nada no estilo de autora nacional, mas saber que em tão poucas páginas ela foi capaz de levantar bandeiras, já torna uma leitura rica. Quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila, fiquei curiosa com um ponto que você levantou na resenha sobre o livro ser curto e ainda assim, trazer vários assuntos que precisam ser conversados. Adorei a ica e quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Gostei de saber que apesar de ser uma história curta ela consegue trazer assuntos importantes no dia de hoje. Eu não conhecia a obra, ou a autora, e fiquei muito curiosa para ler. Achei a capa muito bonita.
    beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila,

    Eu sou uma apaixonada por Romances de época e fiquei bem feliz com a sua dica. Não conhecia a obra, mas gostei bastante, principalmente pelo feminismo contido, trazendo esses pontos de discussão sobre igualdade de gênero. Adorei mesmo saber mais sobre A Marquesa, já anotei a dica por aqui.

    beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Inicialmente eu torci o nariz para a personagem, pelo fato dela se animar porque o futuro marido é bonito, mas que bom que me enganei e o enredo é gostosinho de ler. Nao conhecia a obra mas anotei a dica já!

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada desta autora, mas recentemente vi algumas pessoas comentando sobre esse livro e confesso que a capa me chamou a atenção. Ainda não tinha procurado saber sobre o que o livro se tratava, mas lendo a sua resenha minha curiosidade aumentou bastante. O enredo parece um pouco clichê, mas deu para perceber que a autora soube construir bem o romance e achei interessante o fato dela abordar as inovações que ocorreram na Era Vitoriana.
    Adorei a resenha e a dica já está anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila! Gostei muito da premissa desse livro. Gosto muito de romances de época, e quando as mulheres são menos convencionais, eu gosto mais ainda. A personagem parece ser inteligente e destemida, dando ao romance movimento, e o mocinho parece que vai sabendo enxergar isso e no fim abraça o amor. Gostei muito da dica, obrigada!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  10. É a primeira vez que ouço falar da autora e já despertou muito a minha curiosidade! Sou apaixonada por romances de época, sobretudo das histórias que se passam no século XIX, e amo mocinhas determinadas, que sabem o que querem e lutam por isso. Não tenho é paciência para mocinha estúpida. Acho que iria gostar demais da Sarah!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Como sou amante dos romances de época amei sua dica. Acho que o enredo é daqueles bem gostosinho de se ler, sem falar que ele é bem curtinho. Amei a capa e espero de verdade ter a oportunidade de ler algum dia e gostar o tanto quanto você.

    Beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Achei muito bacana que a obra levanta questões tão importantes no decorrer da história, não conhecia essa obra, mas já me interessei por sua premissa. Faz tempo que não leio romances de época, entretanto é um gênero que me agrada bastante.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir