Resenha: Quando a escuridão bate à porta - Vários Autores - Editora Sinna

Título: Quando a escuridão bate à porta - Antologia de contos
Autora: Vários Autores -  Ge Benjamin (organizadora)
Editora: Sinna
Ano: 2018
Páginas: 186
Onde Comprar: LOJA DA EDITORA SINNA 
Sinopse:


Quando as pedras no caminho impedem a travessia e as sombras da depressão engolem as almas atormentadas, resta apenas o desespero dos inocentes e o verdadeiro filme de terror se inicia.
As feridas abertas causam dores insuportáveis, deixando somente lágrimas e, no fim, a sombra da morte encerra toda a luz interior. Na coletânea de contos “Quando a escuridão bate à porta”, cada escritor expressa bem estes sentimentos com personagens instigantes à espera de alguém para levá-los a um banho de sol.



Recebi esse ebook em parceria com a editora Sinna de mais uma antologia lindíssima de contos que será lançado agora na segunda semana de maio e já está disponível para compra no site da editora. 

Quando a escuridão bate à porta, é um trabalho extremamente delicado e tocante que aborda um tema muito comum, ou melhor, uma doença que afeta milhares de pessoas em todo o mundo que é a depressão.

“– Toda trajetória possui seus altos e baixos, mas o nosso principal objetivo é sempre buscarmos o topo – prosseguiu –, porém, nem sempre, a depender do dia, iremos conseguir. O importante é nunca parar.”

Seu início pode se dá através de alguns episódios tristes, morte de entes queridos, decepções amorosas, no trabalho, a pressão do cotidiano, vícios, entre tantas outras possibilidades. Ela chega, se instala e muda de vez a vida do ser humano. 

Organizado pela autora Ge Benjamin, o livro é curtinho reunindo um total de vinte contos, e para minha surpresa pude encontrar vários colegas blogueiros que acompanho o trabalho em seus sites. Entre os contos temos: 

1 – A garota que perdeu sua essência – Rodrigo Ortiz Vinholo; 

2 – No limiar do abismo – Gislaine Oliveira; 

3 – Permita-se – Rodrigo Fonseca; 

4 – A nuvem – L.L. Alves; 

5 – Desabafo de uma depressão – Evelyn Monique; 

6 – Meu segredo – Geana Krause; 

7 – Doença da alma – Pollyanna M.; 

8 – O peso das nuvens – Lucas Hargreaves; 

9 – Casulo – Janaína Flores; 

10 – Cálida escuridão – Vivianne Sophie; 

11 – Demetrius – Humberto Assumpção; 

12 – As marcas no calendário – Rodrigo Ortiz Vinholo; 

13 – O jardim das ervas daninhas – Débora S. Mattana; 

14 – Luz no fim do túnel – Viviane Dutra; 

15 – O espaço que o vazio ocupa – Glau Kemp; 

16 – No limite de cada um – Denize Ribeiro; 

17 – Lembranças – Judie Castilho; 

18 – Relato de um vazio – Camila Lobo; 

19 – Quero ver o sol – Mell Ferrarez; 

20 – Quando se encontra a luz – Ge Benjamin.

“Você é a pintora do quadro da sua vida, então o encha de coisa bonitas e coloridas. Use os momentos bonitos para trazer esperança quando os dias tempestuosos chegarem. Aprenda a se amar e assim chegará até a porta da felicidade.”

Os contos trazem situações do cotidiano e vários exemplos em que os personagens lutam para lidar com a tristeza, a mágoa, a raiva e a tormenta que a depressão impõe em suas vidas. Para alguns pode ser tida como uma grande besteira ou frescura, mas a verdade é que a depressão pode ter consequências devastadoras e até levar à morte.

“A vida era uma dádiva. Certamente havia, enfim, encontrado a beleza dentro do meu ser. Apenas uma frase mostrou-me minha grandeza, fez-me acreditar no alvorecer. Minha história não acabou, continuarei a escrevê-la, porém, desta vez, de forma leve com alguns capítulos de recomeço e dor, mas sempre enxergando o melhor lado em tudo, pois eu sou mais forte do que pensava ser.”

Cada conto me tocou de forma especial e os autores em poucas páginas conseguiram o feito não só de emocionar, mas plantar a semente da solidariedade e da esperança, além de chamar atenção para um assunto tão importante.

“Força não é algo que se tem, é algo que se descobre. Estou descobrindo esta força todos os dias e sei que vai conseguir também.”

Quando a escuridão bate à porta, é uma leitura reflexiva, cheia de mensagens e porque não dizer obrigatória, pois mesmo que você não saiba como é viver tendo depressão, certamente já conheceu ou conhece alguém que está passando por isso e suas palavras de amor, apoio, alento, pode ser o primeiro passo para ajudar, claro, sem esquecer a ajuda profissional, mas acima de tudo, fica a mensagem de que nem tudo está perdido e mesmo que o caminho seja árduo, dias melhores virão.










8 comentários via Blogger
comentários via Facebook

8 comentários

  1. Oi Cami, seu post veio na hora certa, eu estou fazendo um projeto que trata justamente sobre a depressão na literatura e certamente irei usar essa obra como alicerce do mesmo. Concordo contigo, é um tema mais do que necessário e que precisa de espaço na literatura.

    ResponderExcluir
  2. Camila, fico muito feliz que tenha gostado da obra e que ela tenha lhe tocado, pois esse sempre foi nosso objetivo. Obrigada pelas belas palavras, espero que a obra tenha nos leitores esse mesmo tipo de resultado. ❤️

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Não conhecia essa antologia :o
    Sigo o trabalho da editora e de muitos dos autores, então por isso minha surpresa.
    Eu como autora e leitora gosto muito do tema depressão (possivelmente por ser parte expressiva da minha vida). Acho que é algo que tem que ser cada vez mais falado, para colocar de lado o estigma de que é frescura/falta de Deus...
    Mas às vezes eu fico com um pé atrás com a forma que alguns autores tratam o tema...
    Porém me interessei pelo livro e já vou procurar saber mais sobre ele :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila, obrigada pelo carinho com meu filho mais novo. Não vejo a hora de ter ele em meus braços. O tema realmente é muito importante e espero que um número grande de leitores tenham a oportunidade de ler esta antologia.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Camila! Fico com receio de ler esse tipo de livro, porque os próprios contos podem me deprimir, sabe? Mas é bom saber que cada conto traz uma pequena centelha de esperança para quem sofre desse mal. Gostei muito da iniciativa e da mensagem de solidariedade que ele traz.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Não conhecia essa antologia, mas fiquei muito interessada e já vou procurar para adquirir. Pelos trechos colocados na resenha, me parece que tudo foi muito bem trabalhado, de uma forma sensível e tocante e só por aí já me encheu de vontade de conferir. Ademais, a temática mexe muito comigo, então sempre estou procurando contos bem escritos para ler. Amei a dica ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Estou muito feliz de ler essa resenha. Esse é meu primeiro conto publicado e ler uma resenha linda como a sua e com tanto carinho pelo assunto me deixa muito feliz.

    Beijos,

    Mell Ferrarez!

    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Que bom que gostou dos contos e teve esse sentimento de leitura obrigatória, esse assunto mais do que nunca se tornou importante com tantas pessoas passando por isso.

    Beijoos! Linda resenha.

    Janaína Flores
    (abobrinhacomchocolate.com.br)

    ResponderExcluir