Resenha: Sonhos em Flor - Estelle Laure - Editora Arqueiro

Título: Sonhos em Flor - Essa luz tão brilhante #2
Autora: Estelle Laure 
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 272
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Eden Jones tem 17 anos e o futuro todo planejado. Com o apoio dos pais amorosos, do irmão gêmeo que a entende como ninguém e de Lucille, a melhor amiga de todas, sonha em estudar em Nova York e se tornar uma grande bailarina. Então seu mundinho perfeito começa a desmoronar... Além de não se sair bem no primeiro teste para um balé importante, fica sem chão quando Lucille e seu irmão escondem dela que estão namorando. Mas o destino achou que isso não era o bastante. Eden passa por uma incrível experiência de quase morte, porém volta com muitas perguntas e não consegue retomar a vida. As alucinações com flores negras e com a garota em coma na mesma ala do hospital onde esteve internada a levam a Joe, e só aí ela entende que não ter o controle das coisas pode ser libertador.



Eden Jones está com 17 anos, irmã gêmea de Digby, toma conhecimento de que ele está tendo um relacionamento com sua melhor amiga Lucille. Sentindo-se estranha com essa situação, um misto de sentimentos começa a tomar conta de si. 

Amante de música e principalmente do ballet, seu sonho é ser uma grande bailarina em Nova York. Porém, o que ela não contava é que seus planos seriam adiados por causa de um acidente tão bobo, como cair e bater a cabeça, levando há um mês em coma em um leito de hospital. 

Logo que acorda, Eden percebe que passou por experiências “Quase morte” e se questiona se realmente tudo que lembra coisas reais, assim como as flores negras que estão sempre surgindo em sua mente e uma menina que estava também no hospital. No meio dessa mistura de real com sobrenatural, vamos mergulhando dentro do desconhecido através dos olhos de Eden. 

“— Não posso mudar o que a vida põe no seu caminho, queira você isso ou não. Então você é que precisa decidir como vai lidar com a sua vida, Eden. Você quer fazer dela um paraíso ou um inferno?”

Com sua vida de cabeça para baixo e afastada do ballet por causa das sequelas ocasionada pelo acidente, Eden se mostra cada vez mais intransigente com assuntos corriqueiros e o excesso de zelo de sua família a irrita um pouco. E por mais que tenha me compadecido de sua situação, em muitos momentos mostra-se mimada e egoísta, dando vontade de dar uma chacoalhada nela por não prestar atenção que deveria dar valor ao fato de ter tido uma nova chance de viver. Por um outro lado, me agrada personagens problemáticos e difíceis de lidar, dando um fôlego bacana a história.

Em meio a tudo isso, a autora também traz um romance e somos apresentados a Joe, um rapaz que também já teve suas marcas e juntos passam a descobrir que tem mais em comum do que imaginam. E aproveitam suas dores, medos e insegurança para superarem tantas barreiras que a vida trouxe mesmo tão jovens. 

“Vou lhe dizer duas coisas.

A primeira é que não há nada a temer.

A segunda, é que nesta Terra existem muito mais indivíduos que já morreram do que se possa imaginar. Você pode ter um corpo que funciona e não estar vivo.”

Eden, Digby e Lucille, são personagens conhecidos para quem leu o primeiro livro Essa luz tão brilhante. Agora em Sonhos em flor, conhecemos Eden profundamente e todos os seus medos, anseios e sua relação com seu irmão e sua melhor amiga.

"Existem várias maneiras de morrer. Por enquanto, porém, escolho viver."

Mesmo que o livro possa ser lido de forma independente, sempre recomendo a leitura na ordem, principalmente por no primeiro livro já conhecemos um pouco sobre a história e as características dos personagens, dando uma consistência maior a trama.

Sonhos em flor, me chamou atenção principalmente pelas experiências “Quase morte” que são relatadas ao longo da história. A autora me deixou em suspense sobre as tais flores que Eden viu e enquanto não descobri o que realmente tudo significava não consegui parar de ler. Confesso que gostei de como tudo foi apresentado e fiquei satisfeita com o desfecho dado para Eden.



A edição da editora Arqueiro é linda. A capa tem uma textura agradável, parece um emborrachado na parte azul, a diagramação é bem cuidadosa e o livro é dividido em partes: antes, durante e depois. A narrativa é fluida e esse mergulho no sobrenatural me surpreendeu positivamente, por isso recomendo a leitura se você é fã de temas complexos, mas tratados de forma descomplicada, principalmente por ser considerado um Young adult, cumpriu com maestria o que prometeu e espero ler mais da autora em breve. 

Uma leitura instigante, um convite para refletir sobre a vida, sobretudo o quanto o tempo passa muito rápido e em questão de segundos tudo pode mudar. Devemos valorizar essa dádiva que é viver sendo o melhor que podemos ser, aprendendo com nossos erros, ajudando o próximo e superando os obstáculos em busca da felicidade.







12 comentários via Blogger
comentários via Facebook

12 comentários

  1. Oi Camila! Eu sempre gosto de ler sobre esse livro, porque parece ser uma história muito leve pra se ler, ainda que há alguns assuntos um pouco mais reflexivos. Gosto dos personagens e da premissa. gosto de como a autora inseriu essa experiência de ' quase morte ' mas sem pesar demais, e de como criou uma personagem que deixa a gente irritado. Espero poder ler! Obrigada pela resenha!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, eu não sabia que este livro estava relacionado a outro. Acho que é melhor ler Essa luz tão brilhante primeiro pelo jeito. A questão da experiência quase morte também me chama bastante atenção e pela premissa parece uma boa leitura. A capa tb é linda!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi camila! Adoro livros que nos fazem refletir e valorizar a vida. O contexto da história é muito interessante e parece ser bem intrigante, além disso, a capa é bem bonita hahaha com certeza vou colocar na munha lista de leitura!
    Beijos - www.anneandcia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila!
    A premissa é bem interessante, mas não e o tipo de história que consegue me prender. Os livros mais jovens com protagonista adolescentes não despertam mais tanto meu interesse como antes. O tema abordado é bem diferente, mas não sei se será uma leitura que farei um dia. Mesmo assim gostei da resenha!
    Beijos,
    Rafa -Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  5. Não sabia nada sobre esse livro, e muito menos que tem um anterior. Fiquei empolgada pela história, gostei de saber que tem essa experiência de quase morta, e quero saber como tudo se desenrola.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu acho muito estranho como dois livros que são "sequencias" destoam tanto entre si nas capas, é muito doido isso, uma simplesmente nao parece com a outra e muita gente acaba comprando esse segundo livro sem entender que é uma pseudo continuação, né? Esse segundo livro me parece muito mais denso que o primeiro, adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  7. Essa história não me é desconhecida. Já ouvi falar dela antes e essa questão da quase morte foi o que me fez recordar a história. Apesar de também gostar de personagens complexos, desafiadores, não tenho muita paciência com mocinha mimada.rsrs Fico irritada fácil com essas coisas. E provavelmente acabaria querendo esganar a mocinha.

    Mas essa questão sobrenatural do livro, essa experiência que a personagem vive e as flores desperta meu interesse. Se tiver uma chance talvez eu leia.

    ResponderExcluir
  8. Amei o enredo. Definitivamente é o tipo de livro que gosto de ler. Já o tinha visto por aí, mas não conhecia nada dele. Uma vez o folheei, mas não prestei atenção em nada além do nome. Grata pela dica e por me apresentar esse livro que com certeza me atraiu bastante! Bexus :*

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Quando eu vi a capa desse livro, já fiquei curiosa para saber mais sobre ele. Adorei o enredo e fiquei realmente instigada a conferir. Porém, confesso que não sei se teria paciência com a protagonista, esse jeito egoísta dela iria me incomodar demais. Além disso, não sabia que ele tinha ligação com o livro "Essa luz tão brilhante", que eu ainda não li. Mesmo que eles sejam independentes, prefiro seguir seu conselho e ler na ordem.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e vou ler tentar ler Essa luz tão brilhante primeiro. Se eu gostar, leio esse também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. achei o livro muito amorzinho e essa capa é muito fofa a historia parece ser bem leve e parece ser um livro de leitura rapida gostei de conhece-lo

    ResponderExcluir
  11. Olá!!

    Confesso que perco a paciência com personagem como descrita na resenha, porém se existe um crescimento ao longo da narrativa funciona muito, pois deixa um contraste claro. Vou procurar mais sobre o primeiro livro para saber se lerei na ordem ou apenas esse que me chamou a atenção realmente. Sua resenha é encantadora e sincera, parabéns pelo belo trabalho. A dica já está anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee Camila ^^
    Eu ainda não li o primeiro livro, e mesmo que eles sejam independentes, quero muito seguir a ordem...haha' a história de "Sonhos em flor" me encantou com o enredo, acho que vou gostar bastante do livro, e ver que você gostou da história e das reflexões que ela traz me deixou animada. Parece ser muito bom!
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir