Resenha: Ligeiramente Casados - Mary Balogh - Editora Arqueiro

Título: Ligeiramente Casados - Os Bedwyns #1
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 288
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse – “Custe o que custar!”.

Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.

Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele – o que acontecerá em quatro dias.

Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.

Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...

Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo – e seduzem a cada página.



O lorde Aidan Bedwyn era próximo do capitão Percival Morris, irmão de Eve. Sentindo-se em dívida com o fato de ter sido salvo por Percy, Aindan decide ir ao Solar Ringwood para prestar condolências e protege-la a pedido do capitão.

Chegando a casa, Aidan descobre que tudo que Eve tinha herdado só valeria por apenas um ano e que logo seu irmão teria direito quase não se casasse nesse período. Agora Eve terá que se esforçar ainda mais para que o primo odioso não tome conta de tudo ao final do prazo.

“— O senhor não me deve nada, coronel — disse ela. — Nem sequer me conhece.

— Mas sei que sou o responsável pela senhorita — retrucou ele. — Jamais deixei de cumprir minha palavra e não farei isso agora.”

Pensativo sobre todas as pressões que Eve está passando e movido pela promessa de protege-la em nome de seu irmão, Aidan toma uma decisão de casar-se com ela. Como Eve está desesperada pelo fato de Cecil, seu primo, vir a pegar tudo de sua família e com a chegada dele ao Solar Ringwood, ela acaba concordando com o casamento por conveniência.

"Nós, Bedwyns, sempre levamos o casamento muito a sério, Eve. Qualquer pessoa que se case com um de nós precisa estar preparada para ser amada e cuidada pelo resto da vida."

Eve é conhecida por sua generosidade e passou a vida lutando para mostrar sua força e apesar de acreditar que o melhor seria casar por amor, a situação exige passar por cima dos seus desejos para proteger as pessoas a quem vem ajudando ao longo da vida. Aidan no início não entende a necessidade que Eve tem de ajudar tantas pessoas, mas depois se compadece e entende o quanto essa mulher é especial e começa a perceber que algo dentro de si está mudando.

"Ele não podia negar que se sentia encantado pela esposa. Ela era como uma promessa de primavera desabrochando no solo árido do inverno da vida dele."

Tudo estaria seguindo seu curso, isso se Aidan não quisesse se manter longe depois da noite de núpcias e regressar à frente do seu trabalho. Um relacionamento que iniciou por motivos pouco convencionais poderia não dar certo, mas nada como a convivência para mostrar que o amor pode nascer dia após dia. 



Ligeiramente casados é o primeiro livro da série Os Bedwyns. Mary Balogh tem uma narrativa muito apaixonante e envolvente. Com leveza e fluidez, os personagens vão sendo apresentados e nos surpreendemos com a forma como vão se abrindo para os sentimentos. 

Os personagens são carismáticos e mesmo que Aidan se mostre mais relutante a se entregar ao amor e entender a generosidade de Eve, ela se mostra corajosa e não desiste de amparar a quem precisa e isso é algo bonito de acompanhar. 

A edição da editora Arqueiro tem uma capa bonita, diagramação padrão e uma fonte agradável para leitura.

Nesse primeiro livro conhecemos os irmãos de Aidan que serão protagonistas dos próximos livros da série. A notícia boa é que todos os livros já foram lançados e estão disponíveis para compra em físico ou ebook.

Para amantes de época é uma ótima dica. Um romance sutil, com um enredo leve e cenas sensuais, que certamente irá te surpreender.






6 comentários via Blogger
comentários via Facebook

6 comentários

  1. Oi Camila
    Dessa série esse fi o único livro que li, o conheci através de um marcador que ganhei e achei lindo, e procurando saber ele tinha acabado de ser lançado, minha mãe tem toda a série e amaaaaaaaa. Quero retomar a leitura mas vou reler esse livro e dar sequência.
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro esse livro, foi meu primeiro contato com a autora como muitos e eu simplesmente me apaixonei por essa série, os irmãos como um todo são lindos e eu indico mesmo, porem o único que eu não curto mesmo é o quinto, esse é o que mais foi complicado de ser lido. rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Camila! Como sempre, livro lindo e apaixonante, que já entrou pra minha lista de desejados! Eu amo romance de época e esse enredo está tão apaixonante que é impossível não querer ler! Saber que a série já foi toda publicada é ainda mais animador! Adorei!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oiii Camila

    Para quem ama um bom romance de época esse parece ser uma dica imperdível, já que tem vários elementos que prometem uma história bem romântico e cheia de conflitos prévios. A capa é muito linda

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Tô bem saturada de romances de época, mais por causa da fórmula repetida que li em todos. Achei a trama e as personagens bem clichês, nada de inovadoras, então é algo que nunca daria chance. Tô mais no clima de narrativas inspiradoras e surpreendentes, que me marquem a minha vida, e esta, com certeza, não vai fazer isso (no meu caso, claro).

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Estou a um tempão para ler essa série, mas fico protelando. Sou apixonada por romances de época, mas ainda não li nada da autora, bom saber que a escrita dela é cativante.

    Beijo!

    ResponderExcluir