Resenha: A Cortesã - Nahra Mestre - Editora Portal

Título: A Cortesã - Série Damas Perfeitas #2
Autora: Nahra Mestre
Editora: Portal 
Ano: 2018
Páginas: 170
Onde Comprar: AMAZON  | Loja da Editora
Sinopse:



Nascida e criada no bordel mais famoso de Paris, Marie Bourdon nunca almejou ser uma cortesã. Enquanto procurava uma maneira de escapar de seu destino, foi surpreendida por um nobre inglês, que lhe prometeu matrimônio, alimentando sua ilusão de abandonar a vida que lhe fora traçada.
David Hervey, o segundo filho do marquês de Bristol, sempre esteve atento às necessidades de todos a sua volta. Amigo fiel e irmão dedicado, sua disponibilidade para ajudar o próximo muitas vezes sobrepunha os próprios anseios.
Enganada, roubada e abandonada, Marie conhece David, seu anjo salvador, a esperança de um recomeço. Entretanto, apesar de se ver cada vez mais envolvida, o passado resolve assombrá-la, relembrando-a a todo momento de onde ela veio.
Um romance de época que ressalta as implicações dos estereótipos e retrata uma mulher forte, disposta a encarar de frente as adversidades da vida e que coloca à prova o altruísmo de David.




Marie Bourdon foi criada e viveu no limite entre a virtude e o pecado. Vindo de uma linhagem de cortesãs e Neta da fundadora de um dos bordeis mais famosos e mais badalados de Paris, o Palais des Plaisirs, nunca quis seguir esse terrível destino. 

Sonhadora, juntou cada centavo que conseguia com o trabalho dentro do bordel sem precisar se vender, mantendo intacta sua virtude, mas os grandes olhares que sem querer atraia no salão, acabou se tornando um dos grandes trunfos para sua tia, Madame Bourdon, que só enxergava a oportunidade de lucrar uma bela quantia leiloando sua sobrinha.

Agoniada com essa terrível perspectiva e já com vinte e três anos, se não conseguisse dar um jeito de escapar, só sobraria sucumbir à ganância de sua tia. 

Até que em uma noite, o visconde Philip, junto de seus amigos John e David, resolvem passar um tempo no bordel e assim que lorde David pousa seus olhos em Marie, imediatamente se sente atraído, mas como Philip Smith sai na frente, consegue ludibriar a jovem propondo casamento e infelizmente conseguindo tirar sua virtude, o que Marie não contava era que estaria fadada há uma grande desilusão, quando percebe que Philip não voltaria para busca-la e muito menos assumir qualquer tipo de compromisso com uma cortesã.


“Marie o viu sair. Era como um anjo, os cabelos ruivos emoldurado o rosto perfeito. Mas não podia deixar-se iludir. Estava naquela situação justamente por se cegar pelos encantos de um inglês sedutor.”


Como se não bastasse tamanha humilhação, após conseguir fugir e procurar por Philip em Londres, descobre que o mesmo é casado e tudo não passou de uma armação da temível e odiosa tia.

Com as esperanças e o coração em pedaços, Marie tem seus pertences roubados, porém o destino resolve dar uma forcinha e coloca em seu caminho um anjo salvador que atende pelo nome de David, que resolve lhe dar abrigo e ajudá-la a ficar a salvo de sua tia e essa aproximação irá mudar de vez o caminho desses dois. 

O coração de Marie está amargurado e desiludido, porém sua falta de experiência que poderia ser motivo de chacota, só atrai mais David, que a todo momento arruma uma desculpa para estar em sua companhia, transformando cada diálogo em experiências memoráveis, além de experimentarem sensações antes nunca vividas.


“Apesar de seu inconsciente gritar para que não criasse julgamentos ou expectativas, havia um sentimento estranho, que ela não conseguia controlar. Confiava nele e, de uma forma inexplicável, ele lhe trazia paz.”


Mas o problema é que David se sente responsável pela honra de Sarah, a prometida do seu irmão Thomas, e enquanto ele não cumprir com o acordo firmado entre as famílias, teme que precise assumir o lugar de seu irmão, mesmo que seu coração pertença a Marie.

Será que eles vão conseguir resolver esse grande dilema e terem seu felizes para sempre?

Quando recebi o ARC de A cortesã quase pirei. Se no primeiro livro, A Marquesa, já tinha amado os personagens e me encantado com as características de David, minha ansiedade estava a mil para conferir como seria o desfecho de sua história. E caro leitor, a autora Nahra Mestre matou a pau!

Que sequência fantástica!



O segundo livro da série Damas Perfeitas vem cheio de diálogos envolventes e a narrativa é de aquecer o coração. O que me enche de orgulho pois não são todos os autores que conseguem dar continuação a uma série de forma brilhante, passeando pelos cenários, nos dando amostras dos personagens secundários, sem se perder na cronologia da trama. Falando em personagens secundários, é notório o amadurecimento de Sarah e Thomas porém sob outros olhares. 

Marie é o tipo de personagem que teve sua inocência perdida e mesmo com o coração machucado, não perde a vontade de viver, mostrando-se forte e perspicaz. Já David é aquele personagem que dá vontade de colocar em um potinho e fugir com ele para longe, mantendo só pra si. Seu passado é complicado. Maltratado e agredido por seu pai durante anos, mas nem por isso deixou de ser responsável, honrado, amigo e um exímio companheiro. 

A química dos dois é absurda. Vale destacar a facilidade deles em manter o diálogo, tornando a leitura muito fluída. O enredo, assim como a história do casal, foi construído aos poucos e apesar de ser um livro com menos de duzentas páginas, ficou impossível não se envolver com essa história e mesmo com todo o romance, somos agraciados com alguns dramas, intrigas, o que deixou a leitura ainda mais apaixonante. 

A Cortesã é o segundo livro da série nacional Damas Perfeitas, sendo imprescindível a leitura na ordem justamente para evitar spoilers. Todas as histórias têm seu desfecho, mas como leitora assídua de romances de época, já estou em expectativa para os próximos livros da série. E com as pequenas passagens que foi dada, mal posso esperar para conhecer mais a fundo, John e Viollet, assim como torço para Ann e Anthony.

Disponível em físico pela Portal Editora ou em ebook, também pelo Kindle Unlimited, essa história tem todos os elementos para te fazer morrer de amores.






4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários

  1. Gosto muito de romance de época e esse livro chamou minha atenção pelo fato da personagem ser forte e lutar pelos seus objetivos, vencendo todos seus obstáculos. Anotado a dica.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas fiquei bem curiosa para saber se David consegue manter a honra de Sarah e ser feliz ao lado de Marie. Não conheço a escrita da Nahra, então saber que ela matou a pau com essa sequencia me animou bastante para querer conferir essa série. Vou dar uma olhadinha no e-book, pois nada melhor que morrer de amores e continuar vivendo rsrs. Adorei a resenha.

    Abraço.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila! eu amei a sinopse deste livro! E sua resenha me deixou super empolgada! Gostei muito da premissa da protagonista, que parece que vai sofrer um bocado antes de encontrar de fato e por fim o final feliz. Achei a ambientação diferente, embora a pegada do romance pra mim seja o ponto principal! Quero muito saber como David e Marie vão vencer tantos obstáculos e finalmente ficarem juntos. Obrigada pela dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cá.
    Há tempos venho querendo assinar o Kindle Unlimited e vendo sua resenha desse livro, percebi que vale mesmo a pena!! Sempre fiquei na dúvida se os livros disponibilizados eram bons, mas pelo visto são ótimos!!
    E com certeza a primeira história que vou ler será essa!!! Sua empolgação é contagiante!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir