Resenha: Simon vs. A agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli - Editora Intrínseca

Título: Simon vs. A agenda Homo Sapiens 
Autora: Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 272
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:



Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.




Simon Spier é um jovem estudante do ensino médico com dezessete anos. A partir do momento que se depara com o relato de alguém denominado Blue, ele decide trocar enviar um email falando um pouco sobre si. Os dois começam a trocar mensagens quase que diariamente, porém por mais abertamente que fale com esse rapaz, Simon nunca abriu para seus amigos que é gay. 

A cada troca de mensagens, Simon percebe que sente algo mais por essa pessoa, mas até o momento por mais que imagine várias pessoas por trás do nome Blue, ele ainda não descobriu quem possa ser. 


"Branco não devia ser o padrão, assim como hétero não devia ser padrão. Não devia existir nenhum padrão."


Tudo parecia tranquilo até o dia que Martin descobre sobre Simon ser gay e por estar trocando e-mails com uma pessoa que se chama Blue. Querendo então ter algum tipo de vantagem por essa descoberta, Martin resolve começar a chantagear Simon, caso ele não consiga conquistar sua amiga, comprometendo assim sua relação com seus amigos, obrigando-o a se assumir, criando uma enorme confusão. 


"Você não acha que todo mundo deveria ter que sair do armário? Por que o comum é ser hétero? Todo mundo devia ter que declarar o que é.”


Mas afinal quem é Blue? 

Quando peguei esse livro para ler depois que me dei conta de que teve o título modificado por causa do filme, portanto não estranhe se achar o livro com a capa do filme e com o nome de Com amor, Simon.


"Ele estava certo: as pessoas são mesmo como casas de quartos grandes e janelas pequenas. E talvez seja mesmo uma coisa boa que a gente nunca pare de surpreender os outros."


A trama em si é bem levinha, uma narrativa gostosa de se ler e mesmo com personagens jovens me surpreendi com a escrita da autora que trouxe pontos importantes para discussão com temas bem atuais. 

Simon é o tipo de personagem que vai te conquistar de cara. Sua personalidade e seu carisma foram extremamente importantes para deixar a história mais envolvente. Os personagens secundários foram conduzidos com maestria, pois podemos sentir os amigos, a família, mas o que mais atraiu minha atenção foi a troca de mensagens, adoro quando tem esse tipo de situações nas histórias. Dá um ritmo diferenciado a leitura.

O mistério e o enfoque principal da trama está em descobrir quem é Blue, que é lógico que não vou te contar quem é, como também a relação de amizade de Simon e seus amigos. A autora aproveitou o gancho e abordou sobre a opção sexual de Simon, mas sua forma de contar as descobertas, as viradas na vida desse personagem, como seus sentimentos, foram descritas de forma leve e bem graciosa.



A história me pegou logo nas primeiras páginas e confesso que não imaginava que fosse gostar tanto assim, afinal nunca tinha lido nada relacionado ao universo LGBT, então não tenho parâmetros para comparar se faltou algo ou não, o fato é que adorei a forma como a história de Simon foi conduzida, de forma simples, sem muito mimimi, porém traz à tona questionamentos importantes. A história tem tantas frases maravilhosas que o perdi a conta de quantos marcadores coloquei no Kindle.

Ainda pretendo ler outras obras da autora e também quero conferir o filme, mesmo sendo uma adaptação sempre fico curiosa sobre como vão conduzir a história.

Simon vs. A agenda Homo Sapiens foi publicada pela editora Intrínseca em 2016, mas se tornou bem popular após o lançamento do filme Com amor, Simon e poderá ser adquirido em físico ou ebook. 

Para quem deseja começar a inserir em suas leituras e conhecer um pouquinho mais do universo LGBT, que vem sendo mais frequente nas obras literárias, essa é uma ótima dica, pela simplicidade e descontração do enredo e de seus personagens. 

Um romance lindo, delicado, envolvente, divertido, repleto de ensinamentos e que deveria ser lido por todos.






18 comentários via Blogger
comentários via Facebook

18 comentários

  1. Ainda não li e nem vi o filme, mas estou bastante curiosa faz tempo com essa leitura. Demorei para perceber que tinha virado Com amor, Simon haha
    Achei bem legal a forma como o assunto foi abordado com naturalidade, e acho bem importante que tem sido lançados bastante livros com essa temática.
    Já estou curiosa para saber quem é Blue!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei tanto dessa leitura <3
    E da adaptação tbm! Fico feliz que tenha curtido a história e se precisar de sugestõoes de YA que aborda o LGBT pode pedir hahah eu amo

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila. Já vi essa capa por aí, sei que tem o filme e muita gente comentando. Mas o tema e o cenário jovem realmente não me atraem. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  4. Oi Cami, esse é um dos meus livros favoritos desse nicho, a relação com Blue é muito fofa, eu só fico triste porque no filme a charada foi solucionada logo de cara, sabe?Quem leu já vai logo sacar, mas isso de forma alguma tira a beleza da adaptação.

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila, eu tenho muita vontade de ler este livro, acho que vou sofrer bastante com o drama do Simon, e, um romance levinho é sempre muito gostoso. Eu também nunca li nada com a temática lgbt, mas se for sem cenas de sexo, para mim é bem tranquilo.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi camila, me surpreendi com este livro. Não esperava muito dele, mas o enredo me encantou.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila,
    Tive a oportunidade de ler esse livro assim que ele foi lançado e fiquei muito contente por ler sua resenha para matar a saudades desses personagens. Eu adorei a sensação, na época, que tive para descobrir quem era o Blue e como me senti ao final. Acho que vou reler esse livro para ame apaixonar de novo e de novo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Camila!
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro e ver a sua opinião só me deixa ainda mais animada. Eu acho a premissa dele muito atraente e tenho certeza de que quando eu comprar para ler, não vou me arrepender.

    ResponderExcluir
  9. Gostei de conferir sua opinião sobre esse livro que eu sou super curiosa para ler, gosto muito de YAs mas acho que ainda não li muitos com personagens LGBT.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Camila! Estava com saudades de ler algumas resenhas suas, estive um pouco enrolada e não consegui ser mais ativa em blogs. Mas adorei conferir desse livro. Eu assisti ao trailer do filme e fiquei com vontade de ver, mas também de ler. Adorei a premissa e estou morrendo de curiosidade.

    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Muita gente que conheço, elogiou o livro, que ainda não li, mas está me minha meta de leitura para este ano ainda. Que bom que começou bem com livros com temática LGBT, essa questão de faltar ou não algo no livro é relativo e varia muito da abordagem, no geral, o bom mesmo é quando fazemos isso que você fez, se entrega ao livro e tem uma surpresa positiva.

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Eu li esse livro ano passado e também foi o meu primeiro livro lgbt que eu li e também me apaixonei pela historia do Simon. Sua resenha me deu uma saudades dos personagens e acho que vou fazer uma releitura nesse livro maravilhoso

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila, sua linda, tudo bem?
    Só li um livro com essa temática e gostei muito (apenas um garoto). Engraçado, até o filme ser lançado eu nunca me interessei pelo livro, algo nele não me tocou a ponto de querer ler. Mas agora lendo resenhas tão positivas, acho que darei uma chance, parece ser bem leve e ainda tem esse mistério. Fiquei muito curiosa para descobrir quem é ele, risos.. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi Camila, eu li dois livros LGBT e amei, até procuro eu apoio a divulgação e discussão sobre o tema. A sua resenha está linda e fiquei curiosa para sabe quem é Blue.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  15. Li poucos livros teen que são LGBTQ, mas dos poucos que li este de longe é o meu favorito! Muito mais do que recomendado para quem curte histórias com um romance fofo, e pra quem gosta de livros adolescente.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Domingo estava até comentando com uma amiga minha que estava morrendo de vontade de ler algo da autora e agora vejo essa resenha maravilhosa e fico mais animada ainda. Espero em breve poder começar algo. Adorei e com certeza dica anotada!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Camila!
    Já li algumas resenhas sobre esse livro e sempre são bem positivas, acho muito legal o fato de a autora ter abordado temas importantes e de forma leve. Dá pra perceber que os personagens são bem construídos e marcantes. Não sabia que existia o filme, vou anotar na minha lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem? Eu simplismente amo livros que abordam assuntos relacionados ao lgbt, no meu top 10 pelo menos 7 são livros nessa temática e eu amo esse espaço que o mundo editorial esta dando para esse assunto tão importante e atual
    Amei a sua resenha e confesso que ainda não li o livro (ele fica me olhando da estante perguntando quando vou le-lo) espero que a leitura seja tão boa quanto a sua experiência com ela!
    Beijoo

    ResponderExcluir