Resenha: Aos Dezessete Anos - Ava Dellaira - Editora Seguinte

Título: Aos dezessete anos  
Autora: Ava Dellaira
Editora: Seguinte
Ano: 2018
Páginas: 448
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Em seu novo romance arrebatador, a autora de Cartas de amor aos mortos apresenta uma mãe e uma filha que precisam compreender o passado para poder seguir em frente.
Quando tinha dezessete anos, Marilyn viveu um amor intenso, mas acabou seguindo seu próprio caminho e criando uma filha sozinha. Angie, por sua vez, é mestiça e sempre quis saber mais sobre a família do pai e sua ascendência negra, mas tudo o que sua mãe contou foi que ele morreu num acidente de carro antes de ela nascer.
Quando Angie descobre indícios de que seu pai pode estar vivo, ela viaja para Los Angeles atrás de seu paradeiro, acompanhada de seu ex-namorado, Sam. Em sua busca, Angie vai descobrir mais sobre sua mãe, sobre o que aconteceu com seu pai e, principalmente, sobre si mesma.




Eu sabia que em se tratando da Ava Dellaira, teria pela frente uma leitura impactante e repleta de emoções. 

Aos dezessete anos traz a história de duas personagens, Marilyn e Angie, mãe e filha. 

Angie está atrás de respostas sobre seu passado. Sua mãe sempre se esquivou de lhe conceder muitos detalhes sobre sua vida e ela sempre ficou em dúvida, querendo mais informações sobre o que realmente aconteceu com seu pai. 

Sabendo apenas que sofrera um acidente de carro, Angie cresceu e está prestes a sair de casa para uma aventura em busca de conhecer mais sobre esse homem que encontrou em meio as fotos de sua mãe e sua jornada se torna bastante reveladora, mas também dá espaço para a jovem viver experiências e aprender mais com o turbilhão de sentimentos que invadirá sua vida, assim como algumas descobertas que mudam completamente seu destino. 


“— Sou meio sem graça.

— É nada. Ninguém é. Todo mundo tem um universo inteiro dentro de si.”


Marilyn desde cedo precisou se mudar junto com sua mãe, que vivia empurrando-a para a carreira de modelo e tudo mais que ela pudesse fazer para se tornar uma grande estrela, mas a jovem nunca almejou esse tipo de vida e agora elas precisam dar um tempo na casa do seu tio para conseguirem se estabilizar, afinal a grana já está acabando e o sonho de Marilyn é completar dezoito anos e seguir para uma universidade, saindo do controle de sua mãe e de ter que viver uma vida sem uma residência fixa. 


"Ela não sabe quanto tempo vai ter, mas, agora, está aqui, entre os vivos. Consciente e respirando. Desperta, num mundo violento e marcado por horrores imagináveis, crueldade e bondade, maravilhas e muito amor."


Hospedada na casa de seu tio, Marilyn conhece James e logo se apaixona. Quem diria que encontraria seu primeiro em meio ao caos que é a vida delas. Os dois passam a se relacionar e curtir cada momento que podem, mas algo mudará completamente o rumo da história desse casal e trará consequências até os dias atuais. 


“Marilyn olha para o rosto da filha e pela primeira vez a vê nele - a garota que deixou pra trás. Pela primeira vez, enxerga que, para compreender Angie, precisa compreender a si mesma.”


Acho muito interessante a forma como a autora aborda a histórias dessas duas mulheres, que apesar de serem sangue do mesmo sangue, são completamente opostos. 

Marilyn penou em seu passado, sua mãe lhe tirava o direito de ir e vir, ditando suas escolhas e forçando a todo custo a ser alguém que ela não queria ser e que no final sempre cedia. Já Angie, teve a sorte da mãe ter aprendido com os mandos e desmandos, o que lhe proporcionou uma vida mais confortável, com suas próprias escolhas, mas nem por isso ela deixou de sentir o peso da diferença entre as duas, visto que a mãe é branca, solteira e com uma filha negra. 

Angie também nos impressiona com sua determinação e foco em buscar informações sobre o que aconteceu com uma parte de sua família e não mede esforços para compreender mais sobre suas origens e todos os segredos que ainda rondam a sua família.



De forma emocionante, trazendo vários choques de realidades para nós leitores, conhecemos a vida dessas mulheres em capítulos alternados, tendo passado e presente misturados, nesse drama familiar e com muito sentimento é impossível não refletir sobre as diferenças impostas as raças, sobre como o ser humano ainda precisa evoluir e muito nesse quesito. 

Além dessas questões que são super necessárias e que a cada vez mais tem invadido nossas histórias e ganhado mais espaço entre as casas editoriais, temos ainda uma linda história de amor e amizade, assim como de crescimento pessoal para ambas as personagens. Mãe e filha aprendendo com seus dilemas, com seus erros, nos dando uma aula sobre esse imenso e incondicional amor entre duas gerações.

Um livro para sentir. Um romance melancólico cheio de reflexões, com dramas familiares e reviravoltas chocante de uma realidade bem cruel. 

Mais um super livro que todo mundo deveria conhecer! Apaixonante do início ao fim!






12 comentários via Blogger
comentários via Facebook

12 comentários

  1. Olá, Camila.

    A Ava é uma autora incrível, seu primeiro livro me surpreendeu bastante e eu adorei.
    É bem conturbada a vida da personagem principal, deve ser bem frustante a mãe dela fazer as escolhas por ela e ela não ter livre arbítrio.
    Não sabia desse novo lançamento, mas a dica já está anotada!

    ResponderExcluir
  2. Essa história deve ser bem emocionante, já que se retrata do relacionamento mãe/filha. Acho que muitas confissões e segredos serão revelados nessa trama que irá fazer muitas pessoas caírem em lágrimas. Bela dica de leitura.

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro logo que lançou, e gente que leitura gostosa... Confesso que inicialmente tava com o pé atrás, já que não gostei da outra obra da autora, mas esse é infinitas vezes melhor e mais bem trabalhado.
    Fico feliz de saber que voce gostou do livro e parabens pela resenha...

    ResponderExcluir
  4. Oi Cami, tudo bem? Eu só vejo comentários positivos sobre essa autora, desde sua obra anterior. Esse livro em especial me chama a atenção por conta da protagonista e pelo rumo que a narrativa vai tomando, espero ler assim que possível, sua resenha me deixou ainda mais animada com relação a leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila tudo bem? Não conhecia esse livro, me parece que é um drama emocionante e que nos dá algum ensinamento sobre a vida, gostei muito e apesar de ficar emotiva quando leio livros assim vale apena por ser focado em mãe e filha, sua resenha me emocionou e vou anotar a dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Camila.
    Eu ainda não li nada da autora, mas quero muito ler as obras dela. Eu adorei ver a sua opinião sobre a leitura desse livro, ele já está na minha lista de desejados desde o lançamento e a sua resenha me deixou ainda mais interessada na leitura. Eu gosto muito de livros que deixam reflexões ao final e com certeza as mensagens passadas nessa obra são importantes.

    ResponderExcluir
  7. Mais um livro com o selo Ava Dellaira de Impacto Garantido, né Camila? haha Eu achei maravilhosa a proposta desse livro trazer a história das duas paralelamente, cruzando passado e presente, porque simplesmente deve fazer uma diferença enorme possuir todas as informações do passado para entender a vida dessas personagens. A Ava consegue mexer com questões importantes de uma forma tão delicada que é simplesmente uma delícia ler né? Me programei para ler esse livro em novembro, mal posso esperar!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. A leitura desse livro parece ser bem gostosa. Fiquei curiosa para ler esses choques de realidade que você disse, quero ver como a autora trabalhou em cima dos temas que você falou.
    O que me chamou atenção é que mãe e filha aprendem juntas com seus erros. Nunca li nada com esse tipo de drama familiar, então será uma leitura bem diferente para mim.
    O que me consquistou mesmo foi você falar que tem um romance melancólico e cheio de reflexões.
    Beijos

    FLeituras

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom?
    Li o livro anterior lançado pela autora e adorei, então estou super curiosa para realizar a leitura deste! Fiquei super interessada nesse enredo onde mãe e filha, tão diferentes, terão seus dramas familiares devido ao passado que a matriarca esconde. Já quero ver o amadurecimento da filha indo atrás dessa história e a forma como tudo nos é passado.
    Já anotei a dica, espero ler em breve! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Eu não solicitei esse livro quando lançou porque no momento não me chamou a atenção e agora lendo sua resenha me arrependo disso... :( Adoro tramas que intercalam entre personagens/tempo, e a história desse livro parece ser bem dramática e inesquecível.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Camila, eu li um livor da autora e não curti, o famoso Carta de Amor aos Mortos. Por causa disso , não me interessei com este livro quando foi lançado, mas a sua resenha me deixou curiosa porque o livor tem elementos que me chamam a atenção: dramas familiares e reviravoltas. Já quero ler.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Recebi esse livro da editora, de inicio estava super empolgada para fazer a leitura, mas lendo algumas resenhas vi o que o livro é bom porém muito arrastado, cenas com detalhes de mais e coisas que poderiam ser resumidas. Confesso que ainda tenho uma certa curiosidade, ainda mais lendo u]sua resenha positiva sobre esse livro, que se eu não me engano é a primeira que leio. Nunca tinha lido esse lado bom do livro. Espero fazer a leitura em breve. Beijos

    ResponderExcluir