Resenha: Mile High - R.K. Lilley - Editora Charme

Título: Mile High - Nas Alturas #2
Autora: R. K. Lilley
Editora: Charme
Ano: 2017
Páginas: 336
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


A tumultuada história de James e Bianca continua na sequência de In Flight.
James iniciou Bianca em um mundo sombrio e viciante de paixão e dor. Ele a ensinou sobre sua própria natureza submissa e masoquista, e ela se apaixonou rápida e profundamente pelo inegavelmente charmoso e impossivelmente lindo Sr. Cavendish. Porém, um mal-entendido doloroso e o retorno do demônio brutal do seu passado vão deixar Bianca oprimida pelos sentimentos. Confusa e ferida, ela se afasta.
Mais de um mês já se passou desde o ataque chocante que a deixou hospitalizada e desde que disse ao perturbado James que precisava de um tempo, mas seus sentimentos não desapareceram. Até mesmo ela sabia que era uma questão de tempo até que ele pudesse lançar seu feitiço sobre ela novamente…



Desde que se conheceram, a vida de Bianca não foi mais a mesma. Até porque em se tratando de James Cavendish, o convencional passa bem longe de sua rotina. 

Mas o que ele não contava é que Bianca mexeria com seus mais profundos sentimentos e agora após os últimos acontecimentos de seu ataque que a deixou hospitalizada, ficar longe dela se torna um verdadeiro martírio. Porém, o alento se dá com as notícias que Stephan, o melhor amigo de Bianca, vai dando para James. 

"Eu tinha mantido distância por um tempo, mas, para ser sincera, foi apenas uma contagem regressiva para minha rendição."

James Cavendish, nunca escondeu seu jeito intenso, controlador, possessivo quando o assunto é Bianca. E mesmo sem gostar, a resistência dela em querer continuar trabalhando, a mantêm perto de seu amigo e longe dos burburinhos da mídia e de James, uma vez que o relacionamento deles passou a ser de conhecimento de todos. 

Bianca está em dúvida, mas mesmo que tenha dificuldades em expor o que realmente está sentindo, ficar longe de James lhe dá a chance de amadurecer e pensar um pouco em sua vida.

Os dias vão passando e James não aguenta mais passar tanto tempo longe de sua amada, decidindo assim se aproximar e mesmo que a conversa em si não seja difícil, cada encontro desses dois traz uma verdadeira avalanche de sentimentos e não poderia faltar, muitas cenas eróticas.

“Você me faz um homem melhor.”

A série Nas Alturas, é uma das minhas preferidas da época em que os romances eróticos que abordam o BDSM, começaram a dominar as leituras e cair nas graças dos leitores. Nunca mais você verá um passeio a cavalo com outros olhos, talvez seja uma das cenas mais interessantes e famosas das histórias eróticas já publicadas e comentadas. 

James Cavendish está longe de ser o cara perfeito, mas sua devoção é cativante. Bianca nunca escondeu suas falhas. E é nisso que a autora traz de melhor a cada livro, mostrando as nuances dos personagens, suas dificuldades em confiança, trabalhando a insegurança, em se abrir para os sentimentos e construírem um futuro juntos. 

Além da relação do casal, a autora não esquece em desenvolver outros personagens e novamente teremos mais de Stephan e o vínculo de amizade dele com Bianca é cada vez mais forte, porém aqui teremos algumas surpresas em sua vida romântica.



O trabalho da editora Charme está cada vez melhor na publicação dessa trilogia. A diagramação é bonita, a capa é bem mais bonita que a versão americana e os títulos foram mantidos aos já publicados. 

Disponível em físico ou em ebook, Mile High é intenso, com cenas bem quentes, além de trazer a relação do casal, acertar algumas arestas, mas com algumas surpresas que lhe deixarão com vontade de correr para o próximo livro. Já adianto que o último livro é maravilhoso e traz o casal de amigos que sou apaixonada, Tristan e Danika. 

Grounded, o terceiro e último da trilogia já foi publicado e está disponível nas livrarias.

Dica importante: Esse livro é sequencial, então para entender o que se passa na cabeça dos personagens, os dramas, é de suma importância a leitura na ordem em que foram publicados.







11 comentários via Blogger
comentários via Facebook

11 comentários

  1. Oi Camila! Bem eu já disse que não sou uma leitora frequente de romances hot, e a bem da verdade, eu em gosto. Tive a sensação lendo essa resenha que parece muito com 50 tons, até mesmo os personagens, a garota que descobre esse mundo de submissão, e mesmo assim quer seguir com a vida, o cara que é possessivo e quer a menina de qualquer jeito, algo de perigoso acontece.. E olha que eu apenas vi o primeiro filme.. Enfim, não faz o meu estilo de jeito nenhum, mas obrigada pela ótima resenha!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila tudo bem? Eu li essa série a uns dois anos atrás e é realmente bem intenso a escrita da R. K. Lilley, me deixou de boca aberta na época, que me prendeu e queria ler cada vez mais, agora lendo a sua resenha me deu uma nostalgia e vontade de ler de novo kkk, não gostava muito de Stephan me parecia muito abusado, forçando a barra as vezes, mas no final deu tudo certo. Parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Eu não curto muito esse tipo de leitura (BDSM), mas curto romances eróticos. Acho que só não tive boas experiências com esse gênero, mas no momento essa leitura não me interessou muito. Fiquei curiosa apenas com a cena do cavalo e tentando imaginar o que acontece e como. hahahaha
    A capa não me agradou muito também.
    Mas, não é uma leitura que eu nunca leria, acho que no tempo certo vou dar uma oportunidade.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila!
    Li o primeiro volume dessa trilogia e confesso que por ter um enredo tão perto do de Cinquenta tons e A Submissa da Tara Sue Me, não me prendeu tanto na leitura. Entretanto, acho legal que a autora consiga desenvolver tão bem os personagens a ponto de deixá-los extremamente humanos e com as falhas que os fazem se aproximar dos leitores - também é bem legal que ela consiga dar espaço aos outros personagens além do casal principal.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Cami, tudo bem? Eu sou super curiosa pra conferir essa série por culpa sua, e nem tenho vergonha de assumir haha você fala sempre tão bem, e nutre um carinho tão grande, que me anima pra ler, fora que a Charme sempre arrasa nas obras que lança né? Espero conferir em breve porque minha curiosidade tá criando vida própria já.

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila!
    Só pela sua resenha, já percebi que essa trilogia tem muito com 50 Tons e sinceramente, não curto nada nesses tipos de história. Vejo sempre muitos problemas nos seus enredos, então dessa vez passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?
    Não li os livros anteriores, então fiquei meio perdida na resenha (Rs) no entanto, pelo que você falou sobre o livro ser erótico e BDSM, eu não fiquei muito tentada em ler a trilogia, por ser um gênero e uma abordagem do mesmo que eu não curto =/ No entanto, achei bem bacana suas considerações sobre a obra e fiquei curiosa com essa cena do andar a cavalo haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Eu até gosto de livros eróticos, mas desde que voltei a ler livros do gênero não parei para ler um sobre BDSM, então não sei qual seria minha reação a essa história, sobretudo porque o segundo volume me chama mais atenção do que o primeiro. Manterei essa dica em mente, quem sabe não mude de ideia.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não curto livros desse gênero, logo não fiquei muito animada com a dica de leitura, sabe? Ao ler a premissa do livro, lembrei muito de 50 tons, acredito que as duas histórias são bem parecidas. Enfim, o livro parece ter bons pontos, mas não é algo que eu pretendo ler.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  10. Eu desconhecia a existência desta serie, mas é que não sou muito ligada em livros hot e as vezes tenho a impressão que são todos iguais. mas anotei a dica pra passar para as amigas que curtem.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Hello!
    Eu sou doida pra ler essa trilogia, todo mundo fala apenas elogios e realmente as ediçoes da Charme estão maravilhosas demais.
    Eu nao esperava que a série Nas Alturas fosse tudo isso que vc falou, mas agora fiquei mega curiosa pra saber sobre o desfecho e do rumo dos personagens.
    Amei a capa.
    Beijos.

    ResponderExcluir