Resenha: O Jardim Esquecido - Kate Morton - Editora Arqueiro

Título: O Jardim Esquecido
Autora: Kate Morton
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 496
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

* Ebook recebido em parceria com a editora


Nova edição do livro de maior sucesso da autora.
Uma criança abandonada, um antigo livro mágico, um jardim secreto, uma família aristocrática, um amor negado. Em mais uma obra-prima, Kate Morton cria uma história fantástica que nos conduz por um labirinto de memórias e encantamento, como um verdadeiro conto de fadas.
Dez anos após um trágico acidente, Cassandra sofre um novo baque com a morte de sua querida avó, Nell. Triste e solitária, ela tem a sensação de que perdeu tudo o que considerava importante. Mas o inesperado testamento deixado pela avó provoca outra reviravolta, desafiando tudo o que pensava que sabia sobre si mesma e sua família.
Ao herdar uma misteriosa casa na Inglaterra, um chalé no penhasco rodeado por um jardim abandonado, Cassandra percebe que Nell guardava uma série de segredos e fica intrigada sobre o passado da avó.
Enchendo-se de coragem, ela decide viajar à Inglaterra em busca de respostas. Suas únicas pistas são uma maleta antiga e um livro de contos de fadas escrito por Eliza Makepeace, autora vitoriana que desapareceu no início do século XX. Mal sabe Cassandra que, nesse processo, vai descobrir uma nova vida para ela própria.
Publicado originalmente como O Jardim Secreto de Eliza.



Quando vi o lançamento do livro novo da Kate Morton pela Arqueiro não hesitei em solicitar o meu. Digo novo, porque a editora Rocco já havia lançado em 2009 essa obra com o título de O Jardim de Eliza. 

A história traz à tona uma garotinha que aos quatro anos fora encontrada no navio sozinha e deixada no porto na Austrália aguardando o dia todo algum familiar aparecer. Com apenas uma mala contendo seus contos infantis, a pequenina não se recordava de seu nome, mas graças à ajuda de um bondoso homem, recebeu abrigo até que alguém pudesse fazer contato por causa do seu desaparecimento. 

“- Eu não fiz nada – disse a velha -, só abri seus olhos e mostrei o que você sabia que estava ali.”

Os dias foram passando e como ninguém surgiu, a família resolveu continuar a criação da jovem que agora se chama Nell, em Brisbane. Agora com seus vinte e um anos completos, seu pai resolve lhe contar a verdade e Nell nunca mais foi a mesmo após aquele fatídico dia.

Entra narrativas do passado e presente, vamos criando suposições do grande mistério que cerca essa leitura. Afinal, o que aconteceu com Nell? Como foi parar na Austrália? Qual seria a sua origem? 

Ao longo da leitura, outras personagens importantes vão aparecendo para ajudar a entender toda trajetória dessa mulher determinada. E será Cassandra, a neta de Nell, que terá a missão de fechar esse ciclo de perguntas sem respostas.

“Cassandra teve uma súbita revelação. Por que não pensara nisso antes? De repente, soube exatamente o que precisava fazer, onde tinha que procurar. O único lugar onde poderia descobrir as pistas a respeito da origem misteriosa de Nell.”

Cassandra foi deixada ainda quando pequena por sua mãe, aos cuidados da avó Nell, que abrigou em sua casa. Sempre muito curiosa, ela se encantou com uma das histórias que havia na mala branca de Nell, da autora Eliza Makepeace. 

Repleta de perguntas e muito triste com o falecimento de sua avó, Cassandra recebe a notícia que Nell além de deixar tudo que tem para ela, ainda é dona de uma casa na Inglaterra. Surpresa com essa revelação, decide partir em busca de respostas e tentar descobrir que relação essa casa teria com a sua avó.

E olha que os segredos não serão poucos.


Após a leitura de A casa do lago, o primeiro livro da autora publicado pela editora Arqueiro, estava ansiosa por mais histórias escritas pela Kate Morton. 

Os mistérios estão por toda parte e foi impossível não desejar solucioná-los. Inicialmente as passagens de tempo me deixaram um pouco confusa, mas logo me ambientei e foi fácil mergulhar na proposta da trama. A narrativa é bem descritiva e a autora trouxe com riqueza de detalhes todos os anos vivenciados pela personagem, por isso em algumas partes se torna cansativa por esse excesso, mas em nenhum momento deixou a desejar, pelo contrário, como amante de um bom suspense foi difícil parar a leitura para fazer outras coisas.

Vale destacar que a história não se trata apenas de mostrar o que aconteceu na vida de Nell e a resposta para todos os mistérios. A autora também nos presenteia com um enredo repleto de fantasia, coloca na linha de frente da trama mulheres com dramas interessantes, determinadas, focadas, um verdadeiro mergulho no autoconhecimento, no passado e em suas origens.

Terminei essa leitura muito satisfeita e contente por ter tido oportunidade de poder conhecer mais uma obra dessa autora magnífica. É tão bom quando nos deparamos com autores que tem uma competência em criar um enredo com a quantidade de páginas que esse livro tem e dessa forma levar até o fim sem se perder. Por isso recomendo O jardim secreto para que você realize a leitura. 

Uma história repleta de suspenses, com dramas pessoais e familiares, romance, fantasia e um final emocionante. 

Esses são só alguns dos elementos que você encontrará nessa encantadora jornada.







9 comentários via Blogger
comentários via Facebook

9 comentários

  1. Eu tinha visto a capa desse livro nas redes sociais da editora e estava super curiosa para conferir uma resenha dele. Agora fiquei ainda mais curiosa para descobrir como a menina foi parar sozinha na Austrália e se ela sabia sobre suas origens quando faleceu deixando tudo para a neta. Ótimo post.

    http://petalasdeliberdade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cami, eu não fazia ideia desse lançamento, e pela sinopse não seria uma obra que eu compraria, mas conferindo sua resenha da pra ver como a história em si é muito bacana e tem muita coisa a acrescentar, gostei de saber que na história, há personagens tão fortes.

    ResponderExcluir
  3. Ahh sabia que essa história não me era estranha! haha eu lembro vagamente do lançamento anterior. O legal dos livros de suspense é esse recolher pistas e juntar mistérios né? Pelo o que você escreveu, foi muito bom acompanhar as descobertas sobre essas personagens. Acho muito interessante quando os autores conseguem unir o suspense com outros temas e parece que a autora conseguiu mesmo fazer isso quando acrescentou os dramas e o toque de fantasia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Acho que lembro da edição de "O Jardim de Eliza", mas não conhecia o enredo. Como gosto de mistérios na trama, fico muito curiosa pra que tudo se desvende e me deixe de cara no chão com as revelações rsrs
    Deve ser algo bem emocionante e chocante também, pois só de tentar imaginar por que alguém teria a crueldade de abandonar uma criança já me dá vontade de chorar. Vou anotar a dica!

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila! Vi o lançamento deste livro, mas pensei que era mais um romance, sabe.. Que bom que não! Adorei a mistura de suspense e fantasia, gostei desse mistério todo que você diz existir na trama. Gostei também de você ter mencionado as personagens fortes e determinadas. Não conheço a escrita da autora, mas já está mais que na lista de desejos!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Juro que a primeira vez que vi a capa desse livro poderia jurar que era um romance de época ou algo medieval. Nunca li nada da autora, mas fiquei bastante curiosa. Amo livros com mistérios que nos deixa curiosos até o ultimo instante.Acho muito interessante a narrativa presente e passado. Parabéns pela resenha a dica está mais que anotada.

    ResponderExcluir
  7. Eu li um livro da autora e achei MUUUUUIIIITOOOOOOOO chato, por isso meu interesse é zero pra ler este livro aqui. Mas a sua resenha me deixou curiosa em relação aos dramas e eu sempre amo livros assim.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi.

    Eu também solicitei esse livro depois de ver sobre o lançamento dele. Ainda nao conheço a escrita da autora, mas pela sua resenha, pude conhecer um pouco da obra e ver que vou gostar muito. Ele já está separado para ser uma das minhas leituras de Dezembro, e estou ansiosa pela leitura.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem Camila?

    Eu (Yvens) já pensei em solicitar os livros da Kate Morton quando aparecem disponíveis na Arqueiro, mas acabo pegando literatura fantástica e ficção científica, por isso nunca peguei os livros dela, além do mais dividimos os pedidos por aqui. Gostei da sua resenha e impressões, ficou bem legal.
    Abraço!

    ResponderExcluir