Resenha: As Filhas da Noiva - Susan Mallery - Editora Harlequin

Título: As Filhas da Noiva
Autora: Susan Mallery
Editora: Harlequin
Páginas: 352
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Courtney Watson é a irmã desajustada da família. Ela pode não ter uma vida tão organizada quanto a das irmãs, mas ela é excelente em uma coisa: guardar segredos. Inclusive sobre seu caso flamejante com um produtor musical.
Planejar o casamento da própria mãe traz sua vida secreta à tona, mudando completamente a imagem que sua família tinha de Courtney para sempre. Quando o namorado de Siena, a irmã rebelde, a pede em casamento bem na frente de sua mãe e suas irmãs, é uma completa surpresa para ela. Siena já passou por dois noivados fracassados e desfeitos. Como ela pode aceitar se ela nem tem certeza que é isso que ela ainda quer?
Rachel é a cínica da família. Ela acreditava que o amor duraria para sempre. Até o seu divórcio. Enquanto o dia do casamento de sua mãe se aproxima, seu ex passa a implorar por uma segunda chance, e ela é forçada a reconhecer algumas verdades incômodas sobre os motivos pelos quais seu casamento não deu certo. Rachel precisa decidir se ela vai deixar o orgulho ficar no caminho do seu felizes para sempre.




Fazia um tempinho que não lia nada da autora e por gostar bastante de um chick-lit sabia que essa leitura seria uma agradável surpresa. 

Inicialmente ficamos conhecendo Maggie Watson. Com a perda precoce de seu marido, ela precisou dar conta de suas três filhas pequenas e ainda por cima fazer de tudo para os negócios não desandassem. Porém tragédia não vem sozinha e não demoraria até que todo o negócio fracassasse e elas tivessem que ir morar no Hotel Los Lobos. 

Agora passado vários anos, Maggie refaz sua vida e contará com a ajuda de suas filhas nos preparativos desse dia especial na vida dessa mulher batalhadora. Enquanto trabalham juntas para realizar as comemorações que essa festividade traz, conheceremos um pouco mais da história dessas irmãs. 

Rachel passou por dois momentos na vida que lhe fizeram amadurecer e se fechar para o amor. Primeiro na infância, com a perda de seu pai quando ainda tinha nove anos e o segundo momento foi quando descobriu que era traída, próximo de completar dez anos de casada com seu amor da juventude. 

"Courtney conhecia o perigo. O amor doía. Sempre. Todos os tipos de amor. Se você ama alguém, vai se machucar. Era assim. E não queria isso. Nunca."

Assim como sua irmã mais velha Rachel que teve que ajudar na criação de suas irmãs, a caçula da família, é Courtney e com seus vinte e sete anos, trabalha no Hotel Los Lobos como camareira a maior parte do tempo e divide o tempo que sobra com seus estudos. 

Já Siena, a filha do meio é a única que trabalha fora do hotel, ajudando a angariar fundos e doações auxiliando pessoas que sofrem abusos e algum tipo de violência doméstica. 

Todas crescidas, cada uma com seu estilo de vida, umas acreditando mais no amor, outras nem tanto. 

Rachel vive a incerteza de se dá uma chance para recomeçar com Greg, seu marido. Siena é noiva de David, mas só por causa de uma situação delicada, pois foi pedida em noivado em pleno noivado de sua mãe. E no final de tudo, temos Courtney que está com Quinn, mas não quer esquecer dos seus propósitos antes de encaminhar para algo mais sério. 

"Todos nós temos segredos. Eles fazem com que nos sintamos seguros. E nos ajudam a passar pelas coisas."


A história toda gira em torno dessas mulheres. Mesmo que possa parecer um pouco dramático, não se engane, a leitura é leve e bem fácil de se realizar, mas foge um pouco do chick-lit que estamos acostumadas, repleto de risadas e situações cômicas. 

Susan soube extrair de melhor o ponto do humor, mas não esqueceu de trabalhar o pano de fundo da trama que são as mulheres e todas as consequências na vida delas desde o momento da perda de seu pai, marido. 

Mas o merecido destaque dessa história é a Courtney. Sua força e vontade de passar por cima das dificuldades da vida e das incapacidades que teve que aprender a contornar desde pequena é bem motivador e traz reflexões. Em alguns momentos dá para perceber que é um pouco desprezada por sua mãe e irmãs por conta do seu déficit de aprendizado, mas o destino sempre implacável a coloca como ponto de referência quando o assunto foi ajudar a mãe. 

As filhas da noiva foi uma grata surpresa. Me senti lendo um enredo daqueles que passa na sessão da tarde. Doçura, cenas com uma dose humor, uma família com boas lições de vida bem dentro do cotidiano.






0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário