Resenha: Um Acordo e Nada Mais - Mary Balogh - Editora Arqueiro

Título: Um acordo e nada mais - Clube dos Sobreviventes #2
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

* Livro cedido em parceria com a editora


Embora Vincent, o visconde Darleigh, tenha ficado cego no campo de batalha, está farto da interferência da mãe e das irmãs em sua vida. Por isso, quando elas o pressionam a se casar e, sem consultá-lo, lhe arranjam uma candidata a noiva, ele se sente vítima de uma emboscada e foge para o campo com a ajuda de seu criado.
No entanto, logo se vê vítima de outra armadilha conjugal. Por sorte, é salvo por uma jovem desconhecida. Quando a Srta. Sophia Fry intervém em nome dele e é expulsa de casa pelos tios sem um tostão para viver, Vincent é obrigado a agir. Ele pode estar cego, mas consegue ver uma solução para os dois problemas: casamento.
Aos poucos, a amizade e o companheirismo dos dois dão lugar a uma doce sedução, e o que era apenas um acordo frio se transforma em um fogo capaz de consumi-los.
No segundo volume da série Clube dos Sobreviventes, você vai descobrir se um casamento nascido do desespero pode levar duas pessoas a encontrarem o amor de sua vida.



Um acordo e nada mais é o segundo livro da série Clube dos Sobreviventes. Quem leu o primeiro livro, Uma proposta e nada mais (confira a resenha), já ouviu falar no protagonista dessa história.

Vicent, o visconde Darleigh, assim como todos os membros do clube, passou por uma trágica situação na guerra e apenas com seus dezessete anos perdeu a visão. Porém, nem tudo estaria perdido, mesmo diante de sua nova condição, ele conseguiu encontrar nos amigos e confidentes o apoio e também contou com a ajuda de Martin, uma espécie de faz tudo, porém muito especial na vida desse homem. 

Vicent também herdou o título de visconde quando seu tio e primo vieram a falecer precocemente e mesmo rodeado pela família, principalmente a parte feminina dela, que não dão sossego e estão sempre tentando arrumar um casamento para ele, o visconde se vê diante da necessidade de fugir, deixando sua casa e partindo para longe dessa loucura.

“Vicent abriu um sorriso torto. Os dois pareciam apreciar a companhia um do outro. Era possível sentir a alegria em suas vozes.”

Chegando à Casa Covington, Vicent quer descansar de toda agitação e passar despercebido, mesmo que a cidade fique animada por tê-lo transitando entre as ruas, logo várias famílias tentam laçá-lo, afinal pouco importa a condição de Vicent, o que eles querem é colocar as mãos na fortuna do visconde e se aproveitarem do título. 

Mas Vicent pode não enxergar, porém não é burro e com a ajuda de uma jovem, conseguirá escapar das tramoias de sir Clarence March, que faz de um tudo para que ele se case com sua filha Henrietta, mesmo ela dizendo que não suportaria nem olhar para o visconde. 

“Sinto-me responsável, desejo ajudá-la a encontrar uma solução e tenho os meios para solucionar. E nossos sonhos não precisam morrer completamente se nos casarmos. Pelo contrário. Vamos fazer algum tipo de acordo que seja benéfico para os dois no futuro próximo e que nos ofereça esperança em longo prazo.”

A jovem em questão é Sophia Fry ou Ratinha, como era conhecida por alguns dentro da casa. Cedo perdeu seus pais e teve que ir morar na casa de seus familiares, Os March. 

De aspecto gentil e com um talento incrível para desenhar, passou sua vida sendo deixada de lado, menosprezada por aqueles que deveriam lhe dar carinho. Mas nem por isso se tornou amarga, apenas vivia seus dias sem maiores confusões. 

O que ela não imaginaria é que sua vida estava prestes a mudar drasticamente, após ouvir que seus familiares pretendiam dar um golpe para fazer sua prima casar com o visconde, ela decide arregaçar as mangas e ajudar Vicent. Mas ao tomar essa atitude, quando descoberta, Sophia é colocada para fora de casa e o visconde se compadece da situação, querendo retribuir o ajuda que lhe foi dada. 

“Ela segurou a mão dele entre as suas.

Alguma coisa bloqueou o sol no seu rosto e então ela o beijou.

Se havia no mundo uma boca mais doce que a de Sophia, ele não conseguia imaginar. Ele a envolveu em seus braços, e ela caiu sobre ele e colocou as mãos nos seus ombros. Por um tempo, beijaram-se calorosa e preguiçosamente, as línguas se explorando, os dentes mordiscando de forma suave. Desfrutavam um do outro.”

Com o passar dos dias, a solução para algumas perturbações estava bem diante de Vicent, que resolve matar dois coelhos de uma só vez. Ele faria de Sophia sua esposa, afastando assim as loucas de sua família e ainda protegeria de certa forma a jovem. 

Mas será que Sophia aceitaria esse acordo tão repentino? 

E é ai que a história ganha força e somos conquistados por esse casal. 



Eu sabia que me apaixonaria por mais essa história. Mary Balogh tem uma forma muito simples, porém extremamente envolvente quando se trata de criar histórias. 

Se em Uma proposta e nada mais, Gwen e Hugo, são cativantes. Você precisa conhecer Vicent e Sophia.

O que mais me chama atenção nessa série é que mesmo os personagens tenham cargas dramáticas e são vítimas de alguma tragédia, nem por isso os vemos por aí deixando de viverem a vida ou se abrirem para o amor. Claro, que alguns demoram mais que os outros nesse quesito, mas o que nos conquista é que eles não passam o livro todo chafurdando em auto piedade, deixando a leitura ainda mais gostosa.

Ver Sophie e Vicent dando uma chance para o relacionamento é bem interessante e mesmo a trama não sendo repleta de reviravoltas ou até mesmo nenhuma surpresa no quesito romance, a dinâmica e a química entre eles se dá em uma crescente que envolve o leitor e muito convincente. 

Não podemos esquecer que em meio a todo esse romance, a autora insere com maestria os companheiros do Clube dos Sobreviventes, nos mostrando a força da amizade entre todos, suas confidências, confusões e algumas risadas.

A edição segue o padrão da anterior e me agradou bastante as cores usadas para essa capa. Mesmo sem um prólogo e um epílogo, a história se mantêm bem desenvolvida ao longo dos capítulos e ao final do livro já temos um bônus com o primeiro capítulo de Uma loucura e nada mais que tem previsão de lançamento em janeiro de 2019 pela editora Arqueiro.

Um romance de época cativante, mas que deixa uma mensagem bem legal sobre aproveitar a dádiva de contemplar a vida e que em meio as dificuldades podemos escolher dois caminhos: se deixar abater ou transformá-la no melhor que pudermos ser.






5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Acho a capa desses livros tão linda.
    Bom, o livro não faz muito meu estilo, todo esse drama envolvido não é muito a minha vibe.
    Se fosse só pela sinopse provavelmente eu não leria, mas a sua resenha está impecável, adorei adorei.
    A Sophie e o vicent parecem mesmo ter uma química muito forte e isso me deixou com muita vontade de ler a série.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila!
    Menina, eu tenho que ler os Bedwyns primeiro para ler essa série. Sei que não tem muito em comum mas gosto de ler na ordem de lançamento.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila tudo bem? Esse livro ainda não li, adoro a Mary seus livros são detalhados moderadamente sem nos deixar entediados e isso que adoro em sua escrita, lendo sua resenha entrei nessa trama que me envolveu agora estou curiosa como vai ser o desfecho dessa história, obrigado pela dica, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  4. Eu amo romances de época e todo o romantismo que existem estres esses casais, mas confesso que o que mais me chamou a atenção na sua resenha foi a força da amizade entre os homens. Adorei

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Camila!!!
    Se tratando de histórias de época cá estou eu :D
    Eu tinha lido algumas resenhas sobre o primeiro livro, mas me vi interessada pelas histórias nesse segundo. E posso dizer já estou apaixonada por esse casal de protagonista e vou dar uma chance a série.
    Fico contente que os personagens não fiquem se lamentando pelos fatos ocorridos em sua vida e que dão uma chance para algo novo ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir