Resenha: F*ck Love - Tarryn Fisher - Faro Editorial

Título: F*ck Love - Louco Amor
Autora: Tarryn Fisher
Editora: Faro Editorial
Páginas: 288
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo.Kit Isley é o oposto dela desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz... Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente. Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.






Helena Conway é uma jovem com uma vida bem tranquila. Sua rotina está ligada ao seu relacionamento com Neil, seus estudos e também a companhia de sua melhor amiga, Della. 

De repente, toda aquela calmaria muda o rumo de sua história, colocando a prova não só tudo o que viveu até ali, mas fazendo com que ela passasse a desejar que sua trajetória fosse igual ao sonho revelador que trouxe à tona uma pessoa que ela jamais imaginou que pudesse ser. 

"Eu conheço você há anos, Helena. Uma das coisas que sempre amei em você é o fato de você saber exatamente o que quer. Enquanto todas as outras garotas vagavam aos tropeços pela vida, cheias de dúvidas, você nem sabia o significado da palavra dúvida.”

Helena após a confusão inicial desse sonho, começou a observar atentamente todos os acontecimentos de seu dia a dia, mas o pior foi que nesse sonho, essa jovem não estava em uma vida com Neil e sim, Kit Isley, o namorado de sua melhor amiga. Mesmo que nunca tivesse sentido exatamente nada por Kit anteriormente, Helena passa a deseja-lo, a querer chamar sua atenção de alguma forma e pegando qualquer centelha que pudesse lhe aproximar do sonho no qual Kit fazia parte de sua vida e onde eles tinham uma família, morando em Port Townsend, a cidade que Kit vivia em Washington antes dele se mudar para Flórida.

"O amor é fiel, o amor é gentil, o amor é paciente. O Amor não é ..."você estava muito ocupada."

Tudo pareceria loucura, se algumas situações na vida de Helena não começassem a dar sinais de que de certa forma esse relacionamento com Kit realmente teria oportunidade de acontecer e que aquele Neil certinho, assim como sua vida, estaria indo por caminhos bem tortuosos.

“- Nós dois estávamos em busca de algo que fosse verdadeiro. Algumas vezes, a verdade de uma pessoa é o amor da outra.”

Mas será que um sonho pode ser tão revelador a ponto de mudar completamente o destino de uma pessoa?



Estava com esse livro na estante desde que comprei na Bienal do RJ e ainda não tinha tido a oportunidade de pega-lo para leitura. 

Tarryn Fisher já nos deixa extremamente curiosos logo no primeiro capítulo e a curiosidade em saber que rumo será dado para a personagem permanece ao longo de toda a história. Confesso que fiquei intrigada e envolvida com o sonho, não conseguindo parar a leitura, tanto que terminei em um dia. A narrativa é realizada em primeira pessoa, ou seja, toda por Helena. 

Porém, toda a curiosidade referente a trama, foi dando lugar a frustração por uma série de atitudes da Helena, Kit e Della, que por sinal se mostrou uma personagem bem chata. 

Mesmo com esse triângulo formado, a leitura foi fluída, mas a sensação é que a todo momento esperamos uma explicação. E para piorar, a autora ainda introduziu um personagem que poderia ser bem explorado como Muslim, porém, no final das contas o gran finale não acontece e simplesmente acaba em uma cena bem meia boca. 

Um dos pontos que também mais me incomodou foi ver Helena ir atrás de tudo e qualquer migalha para viver o que exatamente o sonho lhe revelou e por causa disso temos uma série de cenas que se repetem, deixando tudo muito forçado. 

Sobre a edição: os livros da Faro Editorial são muito bonitos. A capa tem alto relevo, dentro dela temos desenhos de coração e muitas flores, a diagramação é muito bonitinha, porém é possível notar alguns erros de digitação. 

F*ck Love – Louco Amor é um romance intrigante, que vai lhe tirar completamente da sua zona de conforto. Repleto de intensidade, aborda os dramas dos relacionamentos, mas apesar de ter sido uma leitura rápida, senti que faltou várias explicações, os personagens foram mal trabalhados e todas as confusões criadas acabou deixando o final a desejar.







4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários

  1. Oi, Cami

    Eu acho a capa suoer legal, mas a história me faz torcer o nariz. Querer o namorado da melhor amiga, sério? Não. Eu não tenho paciência pra isso a esta altura da minha vida. Hahaha
    Bom pelo menos a leitura foi fluida, dos males o menor. Pq a gente dica frustrada, mas não fica empacada no livro! Hahahah

    Beijocas
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu já li e amei uma trilogia da autora, então corri para comprar esse livro mas ainda não li. Pela sua resenha, esse livro é tão intenso e de leitura tão rápida quanto os da trilogia Amor e Mentiras, pena que o final não lhe agradou tanto.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ca! Tudo bem?

    Confesso que o que me atraiu para esse livro foi sem duvidas essa capa que está muito linda! Adquiri esse livro recentemente e confesso que a sua resenha meio que jogou um balde de agua fria nas minhas expectativas e de certa forma isso foi bom, pois não vou me decepcionar com a leitura dessa forma.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que, apesar de ter ficado encantada com essa capa desde que o livro foi lançado, o enredo em si não me atraiu muito. Eu nunca fui muito fã de romances que trouxessem triângulos amorosos e, pelo que percebi da sua resenha, acredito que essa leitura me irritaria bastante, especialmente porque os personagens não parecem ser muito cativantes.
    Adorei ler sua resenha e, apesar de achar uma pena que a leitura tenha te decepcionado, amei a sinceridade com que você falou sobre a obra.
    Beijos!

    ResponderExcluir