Resenha: Mister O - Lauren Blakely - Faro Editorial

Título: Mister O - Big Rock #2
Autora: Lauren Blakely 
Editora: Faro Editorial 
Páginas: 272
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Nick Hammer tem a vida que todo cara sempre sonhou: dinheiro e mulheres lindas aos seus pés, que não esperam nada em troca além do melhor sexo de suas vidas. E tudo isso graças ao seu personagem, Mister Orgasmo, que saiu das páginas dos gibis para ganhar um programa na televisão. Agora Nick se tornou o mentor sexual de homens ao redor do mundo e o objeto de desejo de todas as mulheres. Para para Nick, e seu alter ego Mister O, a receita é simples: dar prazer, sempre!
Mas tudo isso pode estar em risco quando um pedido acontece. Harper, A irmã de seu melhor amigo, Spencer Holiday, também quer aprender as valiosas lições de Nick e Mister O. Harper é divertida, inteligente, linda e irresistivelmente sexy. E lutar contra o desejo de ter ela em sua cama será o pior pesadelo de Nick. Mister O vai conseguir “salvar” essa mocinha e ainda não ferrar a relação com o seu melhor amigo? Um romance divertido, leve, sexy e que vai arrancar suspiros dos leitores. Afinal, não dizem que o amor e a amizade andam lado a lado? Talvez eles até possam dormir na mesma cama.





No segundo livro da série Big Rock, vamos conhecer a história de Nick Hammer. 

Nick é um famoso cartunista, suas tirinhas passaram a fazer sucesso entre os leitores que logo seu personagem ganhou um horário na grade televisiva. 

As Aventuras de Mister Orgasmo rendeu ao Nick, uma oportunidade de lançar uma edição especial com suas tirinhas e quando na sessão de autógrafos uma fã tenta se aproximar de forma ousada, escondendo o fato de ser casada, saí em sua defesa alguém que jamais imaginaria encontrar na fila querendo um autografo. 

O nome dela?! Ah sim, Harper Holiday, irmã de seu melhor amigo Spencer (protagonista de Big Rock – Resenha aqui) e quem Nick deveria se manter afastado, pois está completamente fora dos limites. 

Harper é uma mulher que não sabe o poder que sua beleza e inocência são capazes de provocar em um homem, mas tudo isso se deve por sua falta de habilidades de lidar com o sexo masculino. 

“A Harper é bastante sarcástica, algo que adoro, já que é uma segunda linguagem para mim. Mas aposto que essa questão – a natureza solitária de sua vida – é o motivo pelo qual seu sarcasmo é tão primorosamente ajustado. É uma armadura protetora, que a blinda. Ela o usa com regularidade, exercitando-o todos os dias pra defender um coração solitário.”

Acontece que Harper é uma mágica e seu público geralmente são as crianças, por mais que seja interpelada por homens, todos acabam curiosos em desvendar os segredos de seus truques, deixando-a frustrada no quesito relacionamento a dois.

“Qualquer cara que acha que sabe de forma automática como agradar uma mulher é um idiota vaidoso. Cada mulher é única. Cada uma tem seus próprios estímulos e excitações.”

O reencontro com Nick acaba vindo a calhar, já que ele percebe a falta de traquejo da irmã de seu melhor amigo em se portar em uma simples paquera. Como os dois se dão bem, resolvem trocar favores: ela acompanha Nick em um compromisso de trabalho onde seu chefe Gino, um sujeito bem nojento, o obriga a participar e em troca, ele ajuda Harper a saber como agir nos encontros e a descobrir o que realmente gosta, extraindo sua timidez. 

A partir daí eles começam a se encontrar frequentemente assim como a trocar mensagens. Harper consegue expor suas preferências e tudo com Nick parece ser mais fácil, já para ele, o bom humor e as dúvidas de Harper o deixa cada vez mais ansioso e animado. Mas essa aproximação é gostosa e perigosa, pois além de uma Harper viciante e muito atraente que vem desabrochando a cada encontro, em Nick provoca sensações antes desconhecidas, tornando uma grande descoberta para esse homem que vivia apenas para o prazer, porém agora, terá que dar um jeito de mostra-la que não é só desejo e sim, a vontade de tê-la só para ele.

“Era aí que eu desejava chegar com ela: a Harper se dar conta de que eu sou aquele que ela queria depois do apagar das luzes.

— Você é uma boa detetive. Se quiser, posso pedir aqueles morangos com cobertura de chocolate — provoco.

— Não os quero agora. Quero outra coisa.

— E o que seria? — E reinicio meu trabalho, quase prendendo a respiração com a esperança de ela querer o mesmo que eu.

— Que a noite com você não termine.”



Mister O é um romance bem gostoso, mas extremamente quente, justamente pela descoberta de Harper, então as trocas de mensagens e a maioria dos diálogos estão ligados a transformação dessa personagem. 

Os personagens são muito divertidos e Nick se mostra um exímio amante e conhecedor do sexo feminino. O que mais me atrai nos romances da autora, principalmente dessa série, é o fato da narrativa ser realizada pelo personagem masculino. 

Mas mesmo sendo uma leitura rápida e gostosa de se fazer na maioria do tempo, principalmente nas trocas de mensagens dos personagens, confesso que o excesso de cenas de sexo, me deixou um pouco cansada e sentindo a trama um pouco vazia, perdendo o brilho da história do casal. 

Mister O é o tipo de leitura para entretenimento. A Faro Editorial tem feito um bom trabalho e não está demorando a lançar os livros da série, o que é muito bom. A capa ao meu ver não condiz muito com o personagem, visto que ele tem tatuagens e na capa não aparece nenhuma em seu braço, mas é apenas um detalhe que como leitora observei, nada que influencie na leitura. A diagramação está legal, a fonte é confortável para leitura, porém encontrei alguns errinhos de digitação. 

Uma leitura para quem gosta de história com casais bem divertidos, cenas engraçadas e aquela dose extra de pimenta. Apesar de ter curtido a leitura, Big Rock por enquanto continua sendo meu preferido da série.






4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários

  1. Oi, Camila. Tudo bem?
    Olha, eu tenho a maior curiosidade com esse livro e o primeiro, mas essas capas são tão feias kkkkkk
    Eu não sabia que ela era uma mágica e adorei! Gostei bastante da premissa e de ver como foi a leitura para você, eu acho que vou gostar do livro quando eu for ler. O excesso de cenas de sexo também me cansa muito, mesmo sendo um livro erótico eu acho que ter um bom fundo é essencial e não ficar só no sexo, mas enfim, acredito que mesmo assim eu possa gostar também.

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila!
    Ainda não li nada dessa autora, já li algumas resenhas desse livro e confesso que não tinha me chamado muita a atenção, as capas dos livros são bem chamativas né! kkk, mas lendo a sua resenha me despertou a curiosidade nele, vou anotar a dica, sua resenha me fez ver outro ponto de vista do livro, e não saber do final agora fiquei
    curiosa, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Eu já li alguns livros dessa autora, e adorei essa pegada que na trama. Ainda mais pela história ser narrada pelo ponto de vista do homem, algo diferente do que eu estou acostumada nos livros de romance.
    Uma ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  4. Esse enredo é bem clichê, mas como você bem pontuou na resenha sobre leitura de entretenimento, já vou incluir a serie toda na minha lista de livros para as férias.
    Valeu pela dica
    Beijos

    ResponderExcluir