Resenha: Os Mistérios de Sir Richard - Julia Quinn - Editora Arqueiro

Título: Os Mistérios de Sir Richard - Quarteto Smythe-Smith #4
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 280
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Sir Richard Kenworth tem menos de um mês para encontrar uma esposa…
Por isso sabe que não pode ser muito exigente. Mas, quando vê Iris Smythe-Smith ao violoncelo no tradicionalmente desafinado recital de sua família, pensa que o destino trabalhou a seu favor. Ela é o tipo de garota que não atrai muitos olhares, porém algo o faz ter certeza de que é a escolha perfeita.
Iris Smythe-Smith já se acostumou a ser subestimada…
Com seu cabelo muito claro, a pele alva e o jeito discreto, ela quase sempre passa despercebida, ainda que seja a única do Quarteto Smythe-Smith que realmente sabe tocar um instrumento – não que alguém consiga escutá-la em meio à cacofonia dos concertos. Por isso, quando o charmoso Richard Kenworthy pede para ser apresentado a ela, Iris fica envaidecida, mas também desconfiada.
E quando o pedido de casamento dele se transforma numa situação comprometedora, Iris tem a sensação de que ele está escondendo algo… ainda que Richard pareça mesmo apaixonado e que o coração dela esteja implorando para que diga sim.




Sempre que uma série de romance de época finaliza já vai deixando aquele ar de saudades, aquele clima de despedida de mais uma família que caiu nas graças dos leitores e amantes desse gênero, assim como dessa grande escritora que é a Julia Quinn. 

Em Os mistérios de Sir Richard, vamos conhecer mais da personagem Iris Smythe-Smith. 

Assim como as integrantes dessa família, Iris também não aguenta mais os recitais que acontecem todo ano, no qual ela precisa participar, já que ainda não arrumou um noivo. Ao contrário das mulheres que compõe o quarteto, Iris leva jeito para tocar instrumentos e adora passar seu tempo também entre os livros. 

Por sua habilidade, em um dos recitais, acaba chamando atenção de Sir Richard Kenworthy, mas o que Iris não sabia é que esse homem escondia alguns segredos, inclusive o fato dele precisar de uma pretendente para se torna sua esposa em tempo recorde. 

"Ela era o tipo de garota que não chamava atenção.

Entretanto, Richard não conseguia tirar os olhos dela.”

É certo que Iris não tinha um dote significativo e sua beleza não era a das mais estonteantes, porém mesmo com os motivos ainda em segredo, Richard não hesita em se aproximar para cortejar mais uma das Smythe-Smith. 

Com o passar dos dias, a aproximação de Richard e Iris vai nos envolvendo e algumas qualidades da jovem chama atenção desse homem, que passa a se sentir atraído, assim como Iris passa a gostar da ideia de ser cortejada por Richard. 

"Pela primeira vez na vida ela entendeu o que significava poder se afogar nos olhos de outra pessoa.

E ela conseguiria se afogar nos olhos dele.

Com prazer."


Mas será que Iris ao descobrir todos os mistérios que envolve a vida de Sir Richard, ainda assim, se casaria com ele? Conseguiria perdoá-lo? 

De todos os livros da série, esse talvez seja o mais misterioso. Sir Richard esconde suas intenções e Julia Quinn aproveita para mostrar que sabe conduzir uma trama de época com uma pitada de suspense. 

Os personagens são bem interessantes e é impossível não ficar inicialmente com um pouquinho de raiva de Richard por seu comportamento, porém logo que os capítulos vão passando compreendemos que suas ações dividiram o personagem o tempo todo e foi nesse divisor de atitudes que me apeguei ao mocinho, entendendo de certa forma seus vacilos. 

Iris é uma personagem que se destaca e a cada capítulo cresce, mostrando sua força, determinação e não decepciona quando precisa tomar grandes decisões. 

Julia Quinn levou essa trama com maestria. Repleto de cenas divertidas, os diálogos são bem perspicazes, assim como o uso de referências literárias que só nos faz amar ainda mais a trama, já que ela não poupou em nos trazer a aclamada Jane Austen em meio aos diálogos. 

A série se despede com um final bem fechadinho. Vale ressaltar que é importante lermos na ordem dos livros pois mesmo trazendo casais diferentes, as histórias se complementam. 

Ainda que tenha ficado apaixonada com algumas partes dessa história, meu preferido da série é A soma de todos os beijos. 

Todos os livros já foram publicados pela editora Arqueiro e você pode optar em comprar separadamente ou adquirir o box do Quarteto Smythe-Smith que está muito lindo. 

Ler histórias da Julia Quinn é ter a certeza de se divertir, se envolver, encontrar personagens apaixonantes. Um verdadeiro convite para os melhores eventos da sociedade londrina.






3 comentários via Blogger
comentários via Facebook

3 comentários

  1. Fiquei curiosa em conhecer a história de Sir Richard e Iris e todos os mistérios que os cerca. Ainda mais por nossa protagonista não decepcionar na hora das grandes decisões. Nem preciso dizer que diálogos perspicazes me agradam, então espero poder ler e encontrar personagens apaixonantes e me divertir muito, assim como foi com vc e está série.

    Beijokas.
    https://acabinedeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila!
    Sempre fico apaixonada pelas capas dos livros da Julia Quinn, que são tão delicadas e fofas, e com esse não foi diferente. Apesar de eu nunca ter lido romances de época, às vezes fico curiosa para ler algo desta autora devido à grande admiração que os fãs têm pelos livros dela. Sua resenha me deixou curiosa para saber qual o segredo que Richard esconde e os motivos de precisar se casar com tanta urgência. Deve ser um livro bem intrigante sobre isso! Adorei a resenha! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você gostou da leitura! Eu, infelizmente, não sou fã de romances de época, ainda prefiro os clássicos na integra, mas fico feliz que esta leitura foi recompensadora para você.

    ResponderExcluir