Resenha: Um Acordo Pecaminoso - Lisa Kleypas - Editora Arqueiro

Título: Um acordo pecaminoso - Os Ravenels #3
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 304
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.


As gêmeas Pandora e Cassandra me chamaram atenção desde o primeiro livro, Um sedutor sem coração. E agora é a hora de conhecer um pouco de Pandora.

Lady Pandora Ravenel não esconde para ninguém a sua falta de ânimo em lidar com questões fúteis, assim como ter que passar pela temporada de bailes da sociedade londrina torna-se um martírio e está sempre inventando uma desculpa para não encher sua caderneta de danças solicitadas pelos pretendentes. 

Amante de uma boa aventura, Lady Pandora aproveita a distração de Lady Berwick para sair de fininho do baile e ajudar sua amiga Dolly que perdera um brinco que é da família de Lorde Colwick, quando estava em uma escapadela com um antigo pretendente, o Sr. Hayhurst.

Quando Pandora sai pelo jardim para tentar encontrar o tal brinco, é surpreendida pela façanha de conseguir ficar presa em um entalhe do banco. Aflita por não conseguir sair dessa situação constrangedora, a coisa tende a piorar, uma vez que sua posição com o bumbum para o alto é flagrada por Gabriel e depois por lorde Chaworth e Westcliff. 

Gabriel, o lorde St. Vincent, é filho de Sebastian e Evie. Conhecido por ser um libertino e fugir de ser enlaçado por uma das solteironas da cidade, resolveu ir ao baile apenas para assistir à queima de fogos, mas acabou em uma posição que agora seria obrigado a salvar a honra de Pandora. 

“Mas Gabriel sabia que era mentira. A verdade estava clara nos olhos de Pandora.

Ela estava interessada, por mais que lutasse contra.

E, que Deus o ajudasse... ele também estava.”

Mesmo a contragosto, Gabriel decide acatar as ordens do lorde Chaworth e procurar a família Ravenel e propor casamento a Lady Pandora, evitando assim um escândalo para ambas as famílias. 

A questão toda seria muito fácil de resolver, mas contrariando o que a maioria das jovens gostariam, Lady Pandora não sonha em se casar. Seu grande objetivo é ser independente, conseguir ter sua própria empresa e colocar seus jogos de tabuleiros no mercado, algo que seria inviável, uma vez que as mulheres quando se casavam naquela época simplesmente perdiam o pouco direito que ainda tinham, tendo que serem representadas pelos maridos, devendo-lhes obediência. 

A família Ravenel apoia as decisões de Pandora, porém o fato dela saber que prejudicaria sua irmã Cassandra a arrumar um bom partido por causa do escândalo, resolve aceitar o convite de Gabriel para passar uns dias na propriedade em Heron’s Point junto de sua família e longe das tentações, para que pudessem se conhecer um pouco mais e assim decidirem se querem ou não encarar o desafio de ligarem suas vidas ao matrimônio. 

“— Aconteça o que acontecer, nós, Ravenels, permaneceremos leais uns aos outros. Nunca sacrificaremos um dos nossos em benefício do restante.”

Pandora é conhecida por ser estabanada e estar sempre metida em confusões, não gosta de conversas sobre assuntos banais, além de ser dona de uma inteligência e perspicácia para alguns assuntos, porém o que tem de esperta, tem de ingênua nos assuntos do coração e essa mistura chama atenção de Gabriel, que passa a se sentir cada vez mais atraído à medida que interagem. Mas convencer Pandora a mudar suas convicções para aceitar essa proposta não será fácil. 

Decidido a mostra-la a vida sob uma perspectiva diferente, Gabriel não poupará esforços para conquistar Lady Pandora, ganhar sua confiança e ajudá-la a realizar seu grande sonho.

“Ele não estava preparado para aquela moça, para aquela sensação, para aquela incerteza exasperante de que talvez não acabasse ao lado da única pessoa de quem precisava estar.”


A cada livro da série Os Ravenels, Lisa Kleypas consegue me deixar mais apaixonada por seus personagens. 

Não poderia esperar um encontro mais estabanado como esse em que Pandora se enfia, mas o relacionamento entre Gabriel e ela foi uma delícia de acompanhar. O sentimento, o cuidado e o amadurecimento acontece de forma gradativa e bem envolvente. 

Pandora se destaca pela força e determinação dos seus pensamentos. Bondosa e diferente das mulheres da sua idade, seu sonho de ser independente não atinge apenas seus objetivos, ela almeja ter uma posição de destaque na sociedade e ajudar as mulheres a ganharem seu sustento com empregos e salários dignos.

De um lado temos a Pandora forte, engraçada, inteligente, do outro somos cativados com as descobertas no âmbito do relacionamento e de se abrir para uma vida a dois. Seus medos e problemas do passado são superados graças à ajuda e dedicação de Gabriel, que por sinal se mostra um par perfeito. Lisa acertou em cheio nesse casal! 

Para matarmos as saudades, somos contemplados com aparições dos pais de Gabriel, os personagens Sebastian e Evie, protagonistas do livro Pecados no Inverno da série As quatro estações do amor.

Sobre a edição: A editora Arqueiro tem feito um belo trabalho com as capas, as lombadas coloridas, diagramação simples e fonte confortável para leitura.

Um acordo pecaminoso é uma história repleta de diálogos bem humorados e inteligentes sobre diversos assuntos, traz à tona as dificuldades que as mulheres enfrentavam naquele tempo para terem sua independência financeira e conciliar com um casamento. Uma protagonista forte e delicada ao mesmo tempo, um casal apaixonante, um enredo encantador como só Lisa Kleypas é capaz de proporcionar.







5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Eu li o livro assim que ele saiu, e nossa como eu amei, amei mesmo, mas confesso que esperava mais em alguns pontos, estou mais do que encantada pois eu pude rever meu amado Sebastian e Evie, pois sim, eu amo um casal. kkkk
    Adorei sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem Camis?
    Como já disse algumas vezes, Leio muito pouco ou quase nada de livros desse gênero, mas sempre morro de amor por essas capas incríveis.
    Sua resenha está tão apaixonante que fiquei curiosa.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Eu ja ouvi falar bastante da aautora, e creio ja ter lido sobre esta coleçao em particular, contudo ainda nao conhecia este livro...

    Enfim, que bom que gostaste de fazer a leitura! E que, para alem de mais afeiaçoada aos personagens, ainda gostaste dos dialogos!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Ahhh, que livro mais fofinho, hahaha! Ainda não consegui ler nada dessa autora, mas quero muito, e estou pensando em começar por essa série. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila! Que resenha bem escrita! Parabéns! Romances de época não são meu gênero favorito, eu até leio e gosto mas muitas vezes acabou preferindo começar outras leitura. Mas fiquei curiosa para conferir a historia de Gabriel e Pandora, imagino que seja bastante divertida graças as confusões de Panfora.
    Beijos

    ResponderExcluir