Resenha: Corte de Espinhos e Rosas - Sarah J. Maas - Galera Record

Título: Corte de Espinhos e Rosas - #1
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Ano: 2015
Páginas: 434
Onde Comprar: AMAZON
Sinopse:


Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance.
Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar um féerico transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação.
Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira que ela só conhecia através de lendas , a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... Ou Tamlin e seu povo estarão condenados.



Inicialmente, conhecemos Feyre, uma jovem que viu a vida da família mudar drasticamente após os erros de seu pai. Porém, das três irmãs, ela é a única com habilidades para caçar e manter sua família com um pouco de comida na mesa, visto que perderam todos os pertences com investimentos mal sucedidos de seu pai. 

Mantendo a promessa que fizeram a sua mãe em seu leito de morte, Feyre tem conseguido mantê-los vivos e seguros. Com o fardo pesado e nenhuma ajuda de seu pai e irmãs para ajudá-la com a caça ou qualquer outra coisa que possa somar no cotidiano da família, Feyre sai à caça de algo para alimentá-los e se ainda tiver sorte conseguir algumas moedas com a venda da pele de sua presa. 

O que essa humana não contaria, é que em seu caminho, estaria não só uma presa, mas quando se dá conta de que poderia perder o alimento para um lobo faminto e feroz de olhos bem amarelos, Feyre não pensa muito em ataca-lo com suas flechas. Com comida na mesa e podendo manter sua família alimentada por mais alguns dias, essa jovem só queria um pouco de tranquilidade. Mas logo seria surpreendida por uma poderosa besta emanando fúria em busca de justiça. 

“Aquela besta não era um homem, não era um feérico inferior. Ele era um dos Grã-Feéricos, um dos nobres governantes: lindo, letal e impiedoso.”

Tamlin, não pensa duas vezes em levar Feyre para cumprir a punição por ter tirado a vida de Andras, um dos sentinelas desse poderoso Grão-Feérico de Prythian. Para isso, Feyre teria que viver além da muralha e torcer para continuar viva, mesmo que para isso tivesse que se separar de sua família. 

A vida em Prythian já teve seus momentos melhores e logo, Feyre descobriria que essa terra esconde grandes e poderosos mistérios, bem como é dividida em vários reinos e suas cortes. 

“Olhei para o norte e recuei de novo. As outras seis cortes de Prythian ocupavam um retalho de territórios. Outonal, Estival e Invernal eram fáceis de distinguir. Então, acima delas, duas cortes reluziam: a mais ao sul era de uma palheta mais suave e avermelhada, a Corte Crepuscular; acima, com dourado forte, amarelo e azul, estava a Corte Diurna. E acima dela, empoleirada em uma cadeia montanhosa congelada de escuridão e estrelas, o amplo e imenso território da Corte Noturna.”

A convivência com Tamlin não é das mais fáceis, mas Feyre é curiosa e em meio a tantas perguntas, vai conhecendo algumas situações e percebendo o fardo que esse Grão-Feérico tem que carregar para salvar seu reino das mazelas, da maldição de estarem há quase cinquenta anos presos com máscaras e do retorno da praga que ronda os reinos. 

Algo começa a mudar em Feyre e a presença de Tamlin tem muito a ver com isso. Logo, o terror e medo que sentia, dá lugar a uma amizade e carinho, mas o que ela poderia fazer para ajudar um reino que tem rivalidades que ela pouco entende e que vive sob a ameaça de uma poderosa rainha com sede de vingança, como Amarantha, principalmente se em seu caminho uma humana lhe desafiar de modo que ninguém ousou fazer.

“Quando Tamlin recuou, meu sangue brilhava em sua boca. Olhei para minhas mãos, que ele ainda segurava, e vi que os ferimentos tinham sumido. Olhei para o rosto dele de novo, para a máscara de moldura dourada, para a brancura da pele, o vermelho dos lábios cobertos de sangue, quando Tamlin murmurou:

— Não se sinta mal nem um segundo por fazer o que a faz feliz.”


Se tem um gênero que está na minha meta de leitura para esse ano são os livros de fantasia e sinceramente não poderia ter iniciado com uma leitura melhor. 

Pelo Caldeirão, estou apaixonada por esse universo criado pela Sarah J. Maas! 

Já tinha visto vários elogios e assim que saiu o box da série não pensei duas vezes em compra-lo. 

Inicialmente tive um pouco de dificuldades com tantos nomes de reinos, personagens, mas logo me adaptei, e o que me deixou ainda mais animada foi que em nenhum momento senti a leitura arrastada ou confusa. 

O jeito que a autora construiu o enredo e a interação dos personagens se mostra completamente envolvente. 

Feyre se destaca por sua força, coragem e seu amadurecimento ao longo dos capítulos é absurdo. Suas decepções, dúvidas em relação ao passado, nos surpreende quando vai se abrindo para entender os reinos, as diferenças entre os feéricos, todo o ódio que sente pelas escolhas de quem está no poder e por anos levou prejuízo, fome e miséria para seu povo. 

Tamlin é forte, tem seus segredos e apesar do fardo que carrega, se preocupa com seu povo e faz de tudo para salvar a Corte Primaveril da praga. 

Temos a aparição de vários personagens secundários que são tão importantes para que o desenvolvimento da trama seja tão incrível. Dentre eles, vale destacar Rhysand, que ainda tem muito para mostrar, mas já nos surpreende com sua força e características bem interessantes.

Sobre a edição: publicado pela Galera Record em 2015, o primeiro livro tem uma capa linda que dá gosto de ter na estante, diagramação simples e fonte confortável para leitura. 

Corte de Espinhos e Rosas é o primeiro livro da série e vem repleto de fantasia, magia e encantamento. Com uma dose de mitologia, muitas aventuras, lendas, a trama consegue se diferenciar por seus personagens fortes, bem construídos e uma escrita fluida cheia de surpresas. 

Sarah J. Maas é conhecida por criar histórias fascinantes e inserir elementos que deixa os leitores ávidos pelas sequências de suas séries. E claro, que comigo não seria diferente. Temos um romance intenso entre Feyre e Tamlin, mas não estranhe se for surpreendida torcendo para conhecer e desejar mais cenas com Rhysand, assim como destacar vários trechos do livro ao longo da sua leitura. 

DLL19 (JANEIRO) | Livro de Fantasia.






22 comentários via Blogger
comentários via Facebook

22 comentários

  1. Olá! Amo livro de fantasia!! Porém, ainda não li nenhum livro de Sarah, mas não falta vontade. Bom que apesar de ter muitos nomes de reinos e personagens a leitura não ficou confusa ou arrastada. É muito bom ver o desenvolvimento de um personagem, pode ver isso em Feyre, e que ela seja forte. Realmente a capa está linda. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura é bem fluida e fácil de acompanhar.
      Espero que goste!

      Excluir
  2. Esse livro está na minha lista para ser lido esse ano, estou muito curioso para saber mais dessa história, pois adoro fantasia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem tudo para gostar. É uma história muito bem construída!

      Excluir
  3. Olá,
    Comprei esse livro pela capa em 2016, li ele e virou minha trilogia favorita, o livro é muito bom, o segundo é ótimo e o terceiro é perfeito.
    Além das capas serem lindas, é uma história bem interessante e muito surpreendente.
    Amo muito esse livro.

    Beijo!!
    https://sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou animada para ler os próximos. Vejo ótimos comentários sobre as sequências.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? As capas dessa série são tão lindas, fico sempre encantada quando vejo, hahaha. Não sou muito de ler livros de fantasia, mas esse realmente me deixou bem curiosa desde que vi o lançamento. Adorei tua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Espero que dê uma oportunidade e se apaixone pelo enredo.

      Excluir
  5. Eu AMOOOO essa capa, mas ainda não tenho esse livro. Um pecado na minha estante.
    Hahahahah.
    Eu não li nada da autora ainda, mas estou ansiosa pra conhecer a escrita dela, e esse livro é perfeito pra começar, por que agrega tudo que amo, fantasia, intriga, romance...Bela e a Fera e GOT. Gente, falou GOT já me ganhou!
    Sua resenha está bem elaborada, gostei do foco nos pontos altos do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma boa mistura desses elementos de referência em outras grandes obras.
      Foi uma leitura surpreendente. Espero que goste!

      Excluir
  6. Olá!

    Amei sua resenha, esse livro é um espetáculo, e eu quero muito poder ler essa série logo!!

    ResponderExcluir
  7. Está todo mundo falando tão bem dessa série que não havia como não me sentir curiosa, ainda mais como adoro o gênero fantástico, e como essa é a primeira resenha que leio até o final,fiquei ainda mais instigada rsrs Realmente parece uma mistura de outras histórias marcantes, inclusive o começo que me lembrou muito da Katniss Everden, que caçava para sustentar a família. Único problema pra mim é o fato de fazer parte de uma série. Comecei tantas e não terminei, que tenho evitado comprar ainda mais rsrs Mas vou anotar a dica! Quem sabe um dia dou uma chance :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa série está valendo super a pena. Espero que goste dos personagens. A escrita da autora é maravilhosa!
      Beijos!

      Excluir
  8. Oi!

    Não conhecia a série ou o autor, mas gostei do enredo, gostei da sinopse e das suas considerações. Além disso, amo fantasias e livros com elfos. Dessa forma, vou tentar adquirir. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. A história também te arrebatou! :D Acho que vai acontecer o mesmo comigo.rs Ano passado eu comprei o box da trilogia numa baita promoção da Saraiva e são realmente livros com capas belíssimas, que dá gosto pegar, abraçar, ter na estante. E confesso que estou ansiosa para mergulhar nesta história.

    Não sou muito de ler fantasia e estou querendo mudar isso também. Quero investir mais em histórias do gênero e nada melhor do que começar pela Corte de Espinhos e Rosas. Até porque este universo criado pela autora, misturando contos de fadas com outros elementos e criando uma história de aventura, com toques de romance, me atrai. E a protagonista ainda por cima parece bem forte, o que sempre aprecio em qualquer história.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro e a série do qual faz parte são super comentados! Eu ainda não li, mas fico contente por saber que você curtiu e que é realmente uma boa história, acho interessante esse amadurecimento da personagem principal.

    ResponderExcluir
  11. A edição do livro está linda e o trabalho feito pela editora ficou belissimo, mas não sei se foram as expectativas altas ou outra coisa, mas o livro foi um pouco decepcionante p mim, e infelizmente não consegui aproveitar muito do livro
    bjo

    ResponderExcluir
  12. Oi, Camila! Eu li esse livro torcendo tanto por um casal que no livro seguinte eu nem li porque desanimei... hahaha Mas calma, acho que você vai gostar. Eu quero retomar a leitura dessa série, mas como comprei o livro físico e ele é... bem grosso, fica complicado pra carregar de um lado pra outro. rs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  13. Oi, Camila. Mulher, eu estou louca por esse box, estou esperando uma boa promoção para comprar porque sei que quando eu começar a ler o primeiro vou ficar louca querendo ler o próximo hahahaha
    Adorei a sua resenha sobre o primeiro volume, espero que os próximos livros da série continuem te agradando tanto assim também.

    ResponderExcluir
  14. Oii Camila, tudo bem? Amei a resenha! Super completa. Foram poucos os comentários negativos que li sobre essa trilogia, a maioria das resenhas falam super bem, da história e da escrita da autora, que parece mesmo super envolvente. Eu gosto muito da fantasia, apesar de não ser minha primeira escolha escolha quando vou comprar livros, fiquei mega interessada nessa leitura e espero gostar bastante também :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Então, eu não sou muito fã de fantasias e devido ao hype desse livro, acabei criando uma certa resistência com ele. No entanto, após ler sua resenha, fiquei bem curiosa para conferir a leitura, principalmente por toda a força que essa personagem feminina me passou. Adoro personagens empoderadas e saber que o livro se tornou um de seus favoritos só me deixou mais curiosa.
    Beijos!

    ResponderExcluir