Resenha: Pôr do Sol no Central Park - Sarah Morgan - Editora Harlequin

Título: Pôr do Sol no Central Park - Série Para Nova York, com amor #2
Autora: Sarah Morgan
Editora: Harlequin
Ano: 2018
Páginas: 368
Onde Comprar: AMAZON
Sinopse:


Após o grande sucesso do livro Amor em Manhattan, Sarah Morgan retorna às livrarias brasileiras com este novo romance da série “Para Nova York, Com Amor”, que vai aquecer seu coração.
Frankie Cole e suas duas melhores amigas inauguraram um novo negócio em Manhattan que está sendo um sucesso. Frankie é designer e ama trabalhar com paisagismo de jardins suspensos nos telhados dos arranha-céus da cidade. Entre amizades verdadeiras e um trabalho gratificante, ela tem tudo para ser feliz. Frankie nunca deu muita atenção às relações românticas, sempre preferindo focar em si e no trabalho. Ela e Matt, irmão de sua melhor amiga, se conhecem há anos, mas nunca tiveram nada além de amizade. Até que ele descobre novas coisas sobre a mulher que pensou conhecer tão bem, e decide que não quer passar mais nenhum dia longe dela. Matt sabe que Frankie se mantém segura por trás de sua barreira emocional, mas fará de tudo para superar os bloqueios e conquistá-la.


Frankie é o tipo de mulher que desacredita no tão almejado felizes para sempre. Diferente de suas amigas Paige e Eva, ela vive se escondendo atrás de roupas e acessórios que tiram o foco de sua beleza, mas tudo isso tem um porquê, já que passou por decepções e somado com o término do casamento de seus pais, essa foi sua forma de se blindar. 

“Amigas são como plástico-bolha: te protegem dos grandes impactos.”

Com os negócios em plena expansão, essas três amigas se sentem realizadas com o sucesso da empresa. 

Matt é o irmão de Paige e amigo de Frankie. Com uma carreira bem sucedida, está sempre pensando em novos projetos, até que surge a ideia de pedir ajuda para Frankie em mais um de seus negócios.

"Estar perto de Matt parecia ligar um uma parte de si que Frankie nunca havia acessado. Ela precisava ficar lembrando de respirar, algo que até aquele ponto da vida havia feito de modo inconsciente."

Enquanto trabalham juntos, Matt começa a notar algumas coisas em Frankie que antes não havia notado e para sua surpresa, logo descobre que um dos acessórios mais utilizados por sua amiga, os óculos, não passa de um meio para camuflar sua beleza. Mas suas atitudes também esconde a sua vontade de algo mais com o irmão de sua amiga. 

Matt dispara em Frankie sensações que ela tenta evitar a todo custo e como uma brincadeira do destino, quando ela começa a se permitir a sentir e curtir tudo o que representa estar mais próxima de Matt, sua mãe reaparece e essa filha passa a temer as experiências do passado. 

"Não era algo que Frankie falasse, mas, por algum motivo, era fácil conversar com Matt. Ele não era dessas pessoas que pensam que conversar é escutar o que o outro diz até encontrar uma brecha para dizer algo sobre si. Ele não escutava apenas: ele ouvia."


Ahh mais um romance da Sarah Morgan que deixa a gente com aquela sensação gostosa ao final. 

Se em Amor em Manhattan já tinha ficado curiosa com a história de Frankie, ao conhecer mais da personagem fui entendendo mais do seu estilo de vida e o porquê de suas escolhas para se manter afastada de relacionamentos. A personagem nos encanta com seu pequeno drama, mas ao longo da leitura vamos acompanhando seu crescimento e a amadurecimento. 

Claro que Matt ganha muitos pontos por ser um fofo, ter sensibilidade em enxergar os medos de Frankie, protetor, tornando-se um partido e tanto para a bela. 

Também podemos acompanhar a interação das amigas e as risadas são garantidas quando essas três estão juntas. Confesso que estou curiosa para a história de Eva, personagem que se destacou bastante e chamou minha atenção nessa leitura.

Sobre a edição: A capa mais uma vez está encantadora. Com tons de laranja, remete ao Central Park. O início dos capítulos traz frases de personagens e a fonte está agradável para leitura. 

Sarah Morgan acertou em cheio em trazer um enredo leve, com uma escrita fluida, deixando a leitura prazerosa e muito convidativa, sem esquecer de inserir elementos especiais dando um toque especial nos temas abordados. 

Com personagens cativantes, cenas românticas, divertidas e de muita amizade, Pôr do Sol no Central Park é o tipo de leitura que aquece o coração e nos faz querer ler sem interrupções. 

Recomendo a leitura da série na ordem de publicação da editora Harlequin, para que o leitor evite pegar spoilers sobre os casais anteriores.






3 comentários via Blogger
comentários via Facebook

3 comentários

  1. Esse livro está na minha lista de desejados. Amo uns clichês!

    ResponderExcluir
  2. Ahh a Frankie e o Matt são ótimos! Me diverti com a leitura.
    Sou suspeita para falar, já que adoro chick lit e a Sarah Morgan faz isso com muita eficiência.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Tenho enorme curiosidade com as história da Sarah. Por sua resenha é o tipo de leitura que eu gosto.

    ResponderExcluir