Resenha: Romance Tóxico - Heather Demetrios - Editora Seguinte

Título: Romance Tóxico
Autora: Heather Demetrios
Editora: Seguinte
Ano: 2018
Páginas: 416
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Uma história contemporânea, comovente e incrivelmente honesta sobre como encontrar forças para se libertar de relacionamentos tóxicos.
Grace quer sair de casa. Ela se sente sufocada pelo padrasto agressivo e pela mãe obsessiva, que a faz esfregar o chão até toda a poeira (que só ela enxerga) sumir. Quer ir embora da cidadezinha onde mora, na Califórnia, pequena demais para seus sonhos. Quer fugir da vida que leva e se tornar uma artista em Paris, uma diretora de teatro em Nova York… qualquer futuro que seja distante do medo e da solidão que sente.
Então ela se aproxima de Gavin: charmoso, talentoso e adorado por todos da escola. Quando os dois se apaixonam, Grace tem certeza de que aquele romance é bom demais para ser verdade. Mas as suas amigas enxergam um outro lado do garoto — controlador e perigoso —, que, com o tempo, vai transformar o relacionamento dos dois em uma prisão da qual Grace será incapaz de escapar sozinha.



A trama nos mostra a protagonista Grace, uma jovem estudante que teve sua vida virada de cabeça para baixo a partir do momento que sua mãe as levou para morar com seu padrasto, a qual chamam de Gigante. 

Sua irmã mais velha Beth já conseguiu se livrar desse inferno, uma vez que já foi para faculdade, mas Grace ainda precisa passar por mais algumas provações até finalizar os estudos. 

Com um padrasto extremamente violento e que nunca está satisfeito com nada, sua diversão é impor a todos na casa punições e para piorar, sua mãe é submissa, vive em um relacionamento completamente abusivo e não tem forças para mostrar o quão tudo isso é errado e defender seus filhos. Além disso, do relacionamento deles, nasceu Sam e por causa do TOC de sua mãe, Grace passa horas sendo sacrificada com limpezas, arrumações e até perde compromissos importantes pela obsessão da mãe.

“Agora olho para aquela garota que te adora, que acha que está segura com você, e quero gritar para que pule do carro e corra o mais rápido possível. Porque você não vai deixa-la extasiada por muito tempo.”

Para Grace, os momentos mais importantes estão na escola, suas amigas Nat e Lys são seus pilares. Seu sonho é ir para a universidade em Nova York, estudar artes cênicas, dirigir espetáculos e esse amor, faz com que fique à frente das peças teatrais da sua escola. Mas há uma pessoa, na qual ela deseja mais que tudo, esse rapaz se chama Gavin, só que ele tem uma namorada e por isso, passa horas pensando, imaginando e idealizando, como seria ser a sua garota.

Tudo isso seria normal, até que um dia foi surpreendida com a ex-namorada de Gavin chorando e a notícia de que ele havia tentando suicídio ao cortar os pulsos por Summer ter terminado o relacionamento. 

Gavin é um ano mais velho que Grace, seu amor está na música e na facilidade de escrever textos que são extremamente intensos. Mas Grace fica desolada e em um ato de desespero, decide escrever uma carta para Gavin demonstrando seu apoio e dizendo o quanto ele é importante. 

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não é egoísta, não tem sua ira despertada com facilidade, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca perece.”

Assim que regressa a escola, Gavin começa a se aproximar de Grace e os dois passam a dividir momentos cada vez mais íntimos, aumentando assim os laços de amizade, a dependência, a fragilidade do seu coração ser confortado e dos conflitos de sua família. Mas como Grace está apaixonada pelo jovem rapaz, bonito e que resolveu olhar para ela, não percebe que toda a perfeição por trás do cara gentil, que só tem olhos para ela, acaba se tornando o pior pesadelo de seus dias.

Gavin, pouco a pouco, vai sugando tudo e todas as oportunidades da vida de sua namorada. Saídas com os amigos, gestos e demonstrações de carinhos, seu tempo e até seu sonho de ir para Nova York. Seu jeito controlador, explosivo, começa a desgastar o psicológico de Grace e em pouco tempo a felicidade dá lugar a tristeza, a decepção e o medo de sair desse relacionamento pelas ameaças dele se machucar e pôr fim a vida, a transforma em uma prisioneira desse amor que tanto desejou. 

“Te entreguei meu coração em uma bandeja de prata, e você o devorou, pedacinho por pedacinho.”


Uau! Que leitura maravilhosa!

Quando vi a capa e a sinopse desse livro já sabia que seria uma leitura intensa, por isso não perdi tempo e garanti o ebook para ler na viagem de férias. 

O catálogo da editora Seguinte tem se revelado extremamente audacioso e com lançamentos trazendo enredos emocionantes, intensos e muito reflexivos. 

Essa é uma leitura cheia de gatilhos, então se você já passou por situação parecida pode se sentir incomodada. Confesso que mesmo nunca tendo vivenciado nada disso, me senti angustiada pela Grace. Só não senti raiva da personagem, pois desde o início a autora já nos apresenta o quão insatisfeita a protagonista está com sua situação e nos dá um relato de tudo o que aconteceu até chegar no presente. Como se estivesse conversando com Gavin, ela narra boa parte da história, pontuando o porquê de tudo ter ido por água abaixo. E na outra parte, Grace nos faz conhecer sua vida em família que é um verdadeiro desastre. Não sei quem conseguiu ser pior, aquele pai então me deixou enojada com seu diálogo imundo.

Gavin é um personagem complexo, errado, obsessivo, não aceita de fato ajuda e se utiliza de subterfúgios para prender a namorada nesse espiral sufocante de abuso. Deve ser muito louco ter relacionamentos assim e conviver com pessoas desse tipo certamente marca o ser humano para sempre.

O epílogo me deu certa tranquilidade, mostrando a competência da autora em levar temas bem polêmico sem perder a mão ou romantizar o abuso, e virou favorito justamente por não justificar as ações do personagem ou vitimizá-lo. Com certeza se mais pra frente a editora decidir trazer novas obras da autora vou querer conhecer, tamanha empatia que senti com sua escrita. 

Com personagens bem construídos, um enredo cheio de temas polêmicos e necessários a serem discutidos, a autora não economiza em mostrar a realidade - baseada em sua experiência - nua e crua do relacionamento abusivo, como pouco a pouco vai se instalando e tornando-se destrutivo, suas consequências. 

Romance tóxico é um livro que todos deveriam ler. Repleto de mensagens. Alguns deverão ficar chocados, outros se sentirão sufocados, vão se deparar com gatilhos, mas também traz esperança, a importância de se ter amigos que se preocupam com a gente, procurar ajuda especializada e a incessante busca pela liberdade antes que seja tarde demais.






11 comentários via Blogger
comentários via Facebook

11 comentários

  1. Tudo bem?
    Já li alguns comentários excelentes sobre esse livro e fiquei já ligada, agora com essa resenha empolgante, preciso conferir o quanto antes.
    Não programei nenhuma leitura para o próximo mês, então vou adicionar esse nas minhas metas de leituras.

    Adoro livros que trazem reflexões e mensagens, além de temas atuais.


    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ka!
      O livro está muito bem escrito. Me surpreendi com os temas e a forma como a autora conduziu tudo.
      Espero que leia em breve. Quero ler suas considerações.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá, nunca tinha ouvido falar do livro, mas parece ser interessante, gosto desses tipos de livro, já adicionei a listinha.

    Beijos!
    https://sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que dê uma oportunidade a leitura. Realmente é um livro para refletir.
      Beijos!

      Excluir
  3. Sem dúvidas eu tbm me sentiria agoniada com a história e teria que dar pausas na leitura. Não conhecia esse livro e apesar de se tratar de assuntos delicados, acho que daria uma chance pra leitura sim.
    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Nossa senti o mesmo que você ao fazer esta leitura. é um livro que todos deveriam ler! A vida de Grace é difícil demais e tudo é tóxico (exceto as amigas dela, que foram maravilhosas!) Adorei o desfecho também. Enfim, foi uma leitura maravilhosa para mim também!

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Nossa ainda não tinha lido uma resenha sequer desse livro, e confesso que fiquei muito interessada! Apesar de ser um tema com o qual não estou acostumada, quero ler e entender mais como vai ser esse romance, e principalmente como a protagonista vai lidar com os problemas, é uma trama bem forte!
    Adorei a resenha!

    Beijos,
    Ana Luiza
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Pela sua resenha os personagens parecem ser bem construídos e tudo mais, porém ando meio cansada de ler livros sobre relacionamento abusivo, de qualquer tipo o relacionamento. Creio que estão caindo na repetição, porém quem sabe mais pra frente.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  7. Oi, Camila! Já li uma resenha sobre esse livro que fala justamente sobre os gatilhos. Eu fiquei curiosa sobre essa leitura, ela parece ser do tipo obrigatória para entender como identificar um relacionamento abusivo (mas mesmo assim eu sei que é muito difícil distinguir um desse tipo quando se está apaixonada).
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Desde que vi o título, estou profundamente curiosa com esse livro, realmente não dá para romantizar o abuso ou o abusador como muitos autores o fazem por aí, ficando preso a conceitos ultrapassados, incapazes de aprimorar as ideias. Também concordo com você sobre o catálogo da Seguinte, audacioso e necessário.

    ResponderExcluir
  9. eu queria muito ler esse livro, parece ser uma leitura interessante, coloquei ele na lista de proximas compras
    nao sou sensivel a gatilhos mas sei o quanto eles podem mexer com alguumas pessoas, enfim
    obrigada pela indicação

    ResponderExcluir