Resenha: O Príncipe dos Vampiros - Aline Sant'Ana & Clara de Assis - Editora Charme

Título: O Príncipe dos Vampiros: Segredos de Sangue
Autoras: Aline Sant'Ana & Clara de Assis 
Editora: Charme
Ano: 2018
Páginas: 304
Onde Comprar: AMAZON
Sinopse:


"Eu perguntei se você tem um vampiro para beijá-la. E para senti-la. Para saciá-la. Para satisfazê-la. Você está comprometida, Mia?"
Quinhentos anos após a minha partida, eu retornei para o lugar onde nasci, a Ilha de Alkmene, com um único objetivo. Àquela altura, não era mais a garotinha que a família real conhecia, e sim a melhor guerreira de seu clã.
Foi uma honra poder encontrá-los como Major da Divisão Magna.
No extravagante castelo, fui recepcionada por pessoas que me amaram. Tudo estava indo de acordo com o planejado, até perceber que algo parecia... diferente. Depois de incontáveis séculos sem vê-lo, quando meus olhos pairaram sobre Orion Bloodmoor, o Príncipe dos Vampiros, reconheci que nem todos os anos que passamos separados seriam o bastante.
Com suas exóticas íris vermelhas, corpo atlético, cabelos cor de ônix e uma personalidade nada tradicional, eu tinha inúmeros motivos para não observá-lo, para não reparar em sua beleza, para não me deixar levar...
Ainda mais por ele não ser o único desafio que eu teria que enfrentar.
Havia segredos sob aquele teto, falhas em meu clã, e a última coisa que eu precisava era me deixar levar pelos encantos de um príncipe.
Assuntos do coração não deveriam vir antes do meu dever.
E guerreiras usam espadas ao invés de coroas.


Orion Bloodmoor é o príncipe de Alkmene. Há séculos, ele e Mia já haviam se cruzado nos territórios em torno de King Castle, mas nenhum dos dois sequer poderiam imaginar que seus caminhos pudessem novamente trazê-los a uma posição que mudaria e ajudaria a salvar a vida de muitos inocentes.

Seu pai, o rei Callum Bloodmoor, líder do clã Redgold, está prestes a iniciar as atividades para que Orion possa tomar posse e se tornar o novo rei, enquanto seu pai tenta negociar a paz com os outros clãs, mas para isso, ele precisa ser auxiliado por um Lochem. 

“A paz só será possível se houver alguém que seja forte e respeitado o bastante para ser ouvido.”

Warder Tane, conselheiro do rei e seu amigo pessoal, indica Mia para esse cargo pois acredita em sua capacidade de aconselhar Orion. 

Mia Black é uma guerreira experiente e traz em seu sangue a liderança herdada de seu pai, por ter se destacado ao longo dos séculos nas funções da Divisão Magna. Assim que aceita a ser Lochem de Orion, eles começam a trabalhar em algumas questões prioritárias e algumas desconfianças do futuro rei, faz com que eles comecem a investigar uma possível traição a coroa.

“Éramos o começo, o meio e o fim, em um ciclo infinito.”

Orion está com muitas coisas na cabeça para lidar e enfrentar o Ta’avanut – que é quando o período fértil dos vampiros está a todo vapor – pode ser uma distração muito grande e perigosa, principalmente por ter ao lado uma companhia como Mia. 

O desejo, a atração, a tensão sexual, fica difícil de resistir e Mia também perceber que algo está aflorando nesse desejo, mas ela tem uma missão a cumprir e não deseja ter suas responsabilidades corrompidas por essa distração. 

“— Aprendi que há coisas neste mundo que não somos capazes de controlar. O ódio, o amor e a culpa. Embora não tenhamos chance de colocar esses sentimentos em um baú e esquecê-los... é a forma que reagimos a eles que nos torna pessoas boas ou ruins.”

Compreender os anseios do seu corpo dia após dia é um martírio e é impossível negar a ligação desses dois, mesmo que tenha se passado séculos, quando Orion descobre que Mia é seu Savach, sua amada, e enfrentando vários percalços para conterem a derrocada daqueles que desejam trair seu povo, caberá a ela decidir se está pronta para se entregar e aceitar ser sua Ma’ahev. 

“Como vencer um amor que não é conquistado somente pelo coração?"


Que história linda! 

Eu sei que fica até repetitivo falar, uma vez que adoro a escrita dessas duas autoras, mas esse desafio de escreverem juntas um enredo trazendo aventuras, reinos, vampiros, romance, ficou espetacular. 

Me surpreendi com a leitura. Iniciei uma leitura coletiva com a minha amiga Paula do Blog Literalmente Rosa, mas eu não tive maturidade para seguir à risca o cronograma de cinco capítulos por dia e em dois dias finalizei a leitura de tão envolvida que me senti com a proposta desse enredo. 

Orion é o tipo de personagem que exala poder, mas em hipótese alguma é arrogante. Ele não tem medo de se entregar ao amor, de se dedicar a sua família e ao seu povo. Mia, por sua vez, é uma guerreira, determinada, as vezes ciumenta, mas quando entende e atende o clamor do seu coração se entrega a esse amor, que por sinal é muito bonito de acompanhar.

As cenas de romance são surpreendentes, a química do casal assim como os diálogos, são envolventes e desenvolvidas devagar. Mas não é só de romance que nossa história é feita. As autoras souberam aproveitar bastante o pano de fundo e trabalharam com afinco as batalhas, as lutas travadas, dando um rumo ainda mais eletrizante em torno dos traidores do reino e o leitor ávido por respostas sobre o desfecho e o segredo do sangue. 

Sobre a edição: Lançado exclusivamente em ebook e disponível no Kindle Unlimited (no qual torço muito para que um dia vire físico), as edições da editora Charme são sempre muito bem realizadas. Com uma capa bonita, diagramação com elementos do enredo, a fonte é ótima para leitura. Não observei erros de ortografia.

Com um toque sobrenatural, essa fantasia se destaca pela qualidade do enredo, trazendo ótimas referências sobre elementos que compõe a trama, ficando nítido o trabalho de pesquisa das autoras. Personagens apaixonantes, uma dose de romance, Orion e Mia tem tudo para conquistar os leitores. 

Para os fãs de leituras como IAN, seriados como True Blood, essa é uma ótima dica de leitura para você conhecer.










3 comentários via Blogger
comentários via Facebook

3 comentários

  1. Olá, Camila.

    Eu sou curiosa para conhecer a escrita de ambas as autoras e saber que elas se juntaram foi ótimo!
    É muito bom quando o romance acaba nos envolvendo junto com a leitura e você se sente conectado aos personagens. Eu não tenho lido muito livros de fantasia, mas a dica já está anotada!

    ResponderExcluir
  2. Ola Camila lindona amei esse livro, assim como você adoro a escrita das autora sendo um livro escrito a 4 mãos ele está perfeito e em perfeita harmonia com os personagens. Amei o Rei dos Vampiros, assim como a protagonista uma guerreira. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  3. Gostei sobre como você falou do personagem de ele não ser arrogante e ser querido e amar. Acho que isso, mesmo sendo vampiro é legal, pois a gente espera aquela coisa toda pomposa, me lembrou de True Blood agora, e já quer ver tudo acontecendo!

    ResponderExcluir