Resenha: Dear Heart, Eu odeio você! - J. Sterling - Faro Editorial

Título: Dear Heart, Eu odeio você!
Autora: J. Sterling
Editora: Faro Editorial
Ano: 2017
Páginas: 288
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Jules era viciada em trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido. Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu? Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem apostar no amor.




Jules está em Boston participando de uma convenção. Trabalhando há anos no ramo imobiliário em Malibu, ela se dedica com afinco a atender cada exigência de seus clientes quando o assunto é encontrar para eles a casa dos sonhos. 

Após um dia de palestras e seminários, Jules e suas colegas decidem ir parar no bar do hotel para relaxarem um pouco e lá que seu caminho cruza com o de Cal.

“Desde quando o fato de você ser sua prioridade número um é algo tão terrível? Os homens se concentram em suas carreiras o tempo todo e isso é totalmente aceitável. Mas não no caso de uma mulher.”

Cal Donovan está hospedado no hotel para uma dinâmica de grupo realizada pela empresa que trabalha. Ambos são workaholics e sua meta é se tornar um dos sócios no escritório, por isso, abdicou sua vida social para obter êxito, uma vez que relacionamentos tendem a tomar tempo e podem ser bem estressantes. 

Logo que se conhecem, engatam uma conversa. A atração é imediata e a afinidade pelo trabalho faz com que Cal se veja completamente atordoado pela ideia de Jules ir embora sem ao menos passarem mais um tempo juntos. 

“Sorri ao pegá-lo e o trouxe até os meus lábios, enquanto ela me observava com a mesma intensidade que eu tinha o observado. Mas a maneira que ele me encarava me dava arrepios. Seus olhos castanho-claros expressavam algo que eu não conseguia decifrar e aquilo me deixou perturbada.”

Jules não é do tipo que se entrega logo na primeira noite. Esses momentos para ela são importantes, então Cal decide convidá-la para realizarem alguns programas antes que ela retorne para Malibu. Os dois dias passam rápido e assim que retomam suas rotinas percebem que sentem uma imensa saudade um do outro, porém a distância e suas metas de vidas tendem a não se encaixarem em seus planos. 

Como fazer funcionar um relacionamento que está fadado ao fracasso? Com o tempo a atração cairia no esquecimento ou esse encontro revelaria algo mais?

“— Corações não mentem. Bom, tudo bem, talvez mintam. Mas nós não podemos ludibriar o nosso coração como fazemos com a nossa mente. Corações sentem as coisas, independentemente da nossa vontade. Eles não são lógicos, não tentam dar sentido às coisas o tempo todo. Eles simplesmente sentem.”


Adquiri esse livro em uma promoção no ano passado mas até o momento não tinha pego para leitura. Como esse ano pretendo diminuir minha pilha de livros pendentes para leitura que estão na estante, resolvi embarcar nesse romance. Afinal, tinha acabado de ler um suspense e precisava de algo leve. 

A história dos personagens nos mostra o quanto são parecidos. Com idade quase chegando aos trinta anos e que tem como prioridades suas carreiras profissionais, abrem mão de relacionamentos para seguirem seus planejamentos. Até ai tudo bem clichê. Mas temos J. Sterling com sua escrita cativante que nos traz cenários e diálogos envolventes, trocas de mensagens deixando a leitura cada vez mais instigante. 

Com bom humor, ainda conhecemos personagens secundários que dão brilhantismo ao enredo. Vale destacar Tami e Lucas que foram ótimos em todas as cenas que apareceram, bem ao estilo comédia romântica. 

E como nem tudo são flores, vemos algumas escorregadas dos personagens, que ao meu ver ficaram um pouco incompatíveis com o fato de serem tão workaholics, mas nem por isso tiraram o brilho da história e também nos mostra que quando o sentimento fala mais alto ficamos bem divididos entre a razão e o coração, colocando em muitas situações os pés pelas mãos, afastando quem nos quer bem. 

Publicado pela Faro Editorial, o livro está muito bonito. Capa com autorelevo no título, contracapa com elementos fofos, assim como na diagramação, deixando a leitura ainda melhor. ⠀⠀⠀⠀ 

Dear Heart, Eu odeio você!, cumpre o prometido. Narrativa ágil e alternada pelos protagonistas. Mesmo não sendo um enredo surpreendente, ainda assim é capaz de envolver o leitor com seus personagens, suspirar com as cenas românticas, dar risadas com a interação do casal e ficar com o coração apertadinho com alguns rumos que a leitura toma, ficando impossível não torcer pelo felizes para sempre de Cal e Jules. 

DLL19 Março | Livro que na capa tenha sua cor favorita.⠀⠀⠀




5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Oi, Camila!
    Eu li a algum tempo atrás um livro da J. Sterling, "O Jogo Perfeito" e lembro que achei divertido. Porém, hoje já não me interessa os livros dela, tanto que nem dei continuação na série.
    Hoje passo a dica, mas como gostei da escrita da autora, acho que é uma ótima dica para quem realmente gosta do gênero, que não é o meu caso, rsrs.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Achei interessante a premissa desse livro,fico imaginando como deve ser a narrativa. E seu enredo parece ser intenso e comprometedor. Fiquei bem curioso para conferira trama na íntegra.

    ResponderExcluir
  3. Esse é um dentre tantos livros da faro que quero ler, até hoje nunca li nada dessa editora, acredita? De modo geral, não é uma trama que me surpreende, mas faz meu estilo de leitura então sei que vou me sentir envolvida por essa história. Espero ter a oportunidade de lê-lo ainda esse ano.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  4. oii tudo bem ?
    eu lembro de ver esse livro eu jurava que era uma coisa mais no final era outra KKK estou bem curiosa em conhecer a historia fiquei super curiosa, esse tipo de livro me agrada e acho que irei adorar o casal , espero conseguir encaixar nas minhas leituras e tenho certeza que irei me envolver com o livro.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Tenho alguns livros dessa autora aqui mas nunca cheguei a ler nenhum. As histórias dela parecem ser bem gostosinhas de ler e bem agradáveis de modo geral, assim como essa. Gostei de saber que ela tem uma narrativa ágil, isso faz diferença na leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir