Resenha: Gritos no Silêncio - Angela Marsons - Editora Gutenberg

Título: Gritos no Silêncio - Série Detetive Kim Stone #1
Autora: Angela Marsons
Editora: Gutenberg
Ano: 2018
Páginas: 320
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Os segredos mais obscuros não podem ficar enterrados para sempre…
Na escuridão da noite, cinco figuras se revezam para cavar uma sepultura, um pequeno buraco em que enterram os restos de uma vida inocente. Ninguém diz nada, e um pacto de sangue os une…
Anos mais tarde, Teresa Wyatt é brutalmente assassinada na banheira da sua casa, e, depois disso, mais mortes violentas começam a acontecer. Todas as vítimas têm algo em comum, e a detetive que encabeça o caso, Kim Stone, logo percebe que a chave para deter o assassino que está semeando o pânico na cidade é resolver um crime do passado.
Só o que ela sabe é que alguém esconde um segredo e está disposto a fazer qualquer coisa para que nada seja revelado.




A Detetive Kim Stone sempre teve um faro apurado para elucidar casos, mas quando se vê a frente de um terrível crime, terá que enfrentar lembranças nada agradáveis de um passado que ela insiste em não trazer à tona. 

O caso da vez é a morte de Teresa Wyatt, a diretora do colégio para meninos que foi assassinada de uma forma muito intrigante, cruel. Quando Kim e seu parceiro Bryant começam a analisar a cena do crime e a buscar informações sobre essa mulher que até então parecia ter uma vida pacata, descobrem que Teresa pode estar ligada a uma grande teia de crimes que permanecia escondido envolvendo Crestwood. Assim que surge um novo assassinato, Kim descobre que há uma ligação entre Teresa e Tom, começando assim uma corrida contra o tempo para desvendar uma teia de crimes. 

"Sentiu uma ponta gelada de metal debaixo da orelha esquerda, um antebraço no pescoço. Tentou se virar, mas a ponta da lâmina rasgou sua pele. Ele observou uma mão com luva se mover da esquerda para a direita debaixo de seu queixo. Foi a última coisa que viu."

O antigo e desativado orfanato para meninas de Crestwood, na cidade de Black Country, teve que parar suas funções quando sofreu um grande e devastador incêndio. 

Kim e sua equipe começam a ter informações sobre uma possível escavação do professor dentro do terreno que localizava o orfanato e assim que o processo inicia, logo novas covas com ossos de meninas começam a surgir e junto dessas informações, segredos obscuros começam a ser revelados, assim como um pacto de silêncio envolvendo cinco pessoas. 

"Todos tinham conhecimento daquela vida inocente que havia sido tirada, mas o pacto estava feito. O segredo deles seria enterrado."

O problema é que duas pessoas já haviam sido assassinadas, faltava achar as próximas peças e torcer para que conseguisse novas peças para montar esse emaranhado de questionamentos envolvendo os crimes do passado e os novos assassinatos. 

Afinal de contas quem estaria por trás de tantos crimes hediondos?

“Ela seria uma adversária respeitável.
Fará descobertas ao longo do caminho que a levarão exatamente aonde quero que ela vá.
Descobrirá segredos de Crestwood, mas nunca descobrirá os meus.”


Gritos no Silêncio é o primeiro livro da Série Detetive Kim Stone e foi publicada pela editora Gutenberg. Assim que vi a capa me senti atraída para realizar a leitura e também por gostar muito de suspense policial. 

Kim Stone é uma personagem de temperamento forte, não guarda suas opiniões e muitas vezes é considerada sem o menor tato ao lidar com as outras pessoas. Porém, mesmo com toda arrogância, sua equipe lhe apoia e se espelha em sua determinação no trabalho. A protagonista tem um passado complicado, cheio de marcas e entendemos seu jeito à medida que a história avança. 

O enredo é muito interessante. Narrado de forma intercalada entre Kim e o assassino, conhecemos passo a passo de todos os crimes cometidos, suas motivações. 

Apesar de ter algumas cenas bem impactantes, confesso que demorei mais que o previsto para finalizar a leitura, justamente por sentir a narrativa lenta em alguns capítulos, mas um ponto positivo foram os capítulos curtos, então dava para tomar um fôlego e retomar a leitura. 

Um dos destaques nessa leitura é o detetive Bryant. Seus diálogos com Kim são cheios de sarcasmo, engraçados. A parceria entre eles vai além do profissional, um dos poucos que Kim demonstra algum tipo de carinho, amizade e zelo. 

Há também alguns personagens secundários que deixaram a trama mais curiosa, uma vez que a maioria deles são suspeitos. 

Foi meu primeiro contato com a escrita da autora e ao final me senti satisfeita com a leitura. Apesar de não ser uma detetive extraordinária, a trama conseguiu ser um bom entretenimento e tem potencial para agradar os apreciadores de leituras com suspense, cenas de ação, crimes horripilantes e se deparar com abordagem de diversos temas como: abusos, transtornos psicológicos, negligência e o mais importante, até onde a maldade do ser humano é capaz de chegar.





  
5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Olá, tudo bem Camila?

    O colaborador Jeffa Koontz teve o prazer de ler esse livro e adorou, ele teceu altos elogios sobre "Grito no silêncio". Fico contente que a leitura e a escrita da autora te conquistou, isso é muito bom quando acontece. Pretendo ler ainda nesse ano.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Camila.

    Eu sou fã desse gênero, e confesso que a primeira coisa que me chamou s atenção foi essa capa linda.
    Quanto a história, me deixou intrigada para saber mais a respeito dessa escavação e o motivo das mortes. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  3. Eu sou uma apaixonada por suspenses e estou desejando ler este livro faz alguns meses já! A opinião dos leitores vem sendo positiva, embora tenha uma ou outra ressalva. Mas acredito que irei gostar muito do livro! :D

    Esta coisa de pacto de sangue me lembra vários filmes do gênero e bate até uma vontade de rever os filmes.kkkkkk...

    A narrativa lenta é um ponto negativo a se levar em conta e só espero que isso não acabe me decepcionando em algum momento da leitura.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou de ler muitos suspenses, mas quando fico curiosa com algum, só sossego quando faço a leitura. esse aqui me deixou aqui, mas um pouco desanimada por se tratar de uma serie.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Camila, eu adoro livros do gênero e pelos seus comentários o enredo dessa parece esta bem bacana e tanto a protagonista como os outros personagens parece ter um bom desenvolvimento *-* Uma pena que em alguns momentos a leitura tenha se tornado lenta, mas mesmo assim fiquei bem curiosa para lê-lo *-* Dica anotada.

    ResponderExcluir