Resenha: Tempestade de Guerra - Victoria Aveyard - Editora Seguinte

Título: Tempestade de Guerra - Série A Rainha Vermelha #4
Autora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Ano: 2018
Páginas: 704
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

No aguardado desfecho da série A Rainha Vermelha, descubra qual poder sairá vencedor depois que a tempestade de guerra passar.
Mare Barrow aprendeu rápido que, para vencer, é preciso pagar um preço muito alto. Depois da traição de Cal, ela se esforça para proteger seu coração e continuar a lutar junto aos rebeldes pela liberdade de todos os vermelhos e sanguenovos de Norta. A jovem fará de tudo para derrubar o governo de uma vez por todas — começando pela coroa de Maven.
Mas nenhuma guerra pode ser vencida sem ajuda, e logo Mare se vê obrigada a se unir ao garoto que partiu seu coração para derrotar aquele que quase a destruiu. Cal tem aliados prateados poderosos que, somados à Guarda Escarlate, se tornam uma força imbatível. Por outro lado, Maven é guiado por uma obsessão profunda e fará qualquer coisa para ter Mare de volta, nem que tenha que passar por cima de tudo — e todos — no caminho.




Depois de Cal ter escolhido seguir a frente como líder de seu povo, optando pela coroa, vamos acompanhar a luta para se reerguerem e assim conseguirem uma chance para ganharem de seu terrível irmão Maven. 

“O mundo que queremos construir deve durar mais do que nós. Para aqueles que virão depois.”

Com isso, mesmo que Mare Barrow não tenha sido a escolha de Cal, precisa estar junto dos prateados se quiser salvar os vermelhos e o sanguenovos e por tudo aquilo que se sacrificou desde o início dessa saga não medirá esforços para conseguir seus feitos, nem que para isso precise suportar um pouco mais alguns de seus temíveis adversários. 

“Guerras não podem ser vencidas apenas por rostos conhecidos. Não importa quão brilhante a bandeira, quão alto o mastro. Precisamos de exércitos.”

Se por um lado temos Mare, Cal, Evangeline e tantos outros que se uniram e estão em busca de novos aliados para fortalecer as frentes de combate, do outro lado dessa batalha, temos o rei Maven, Iris e todo o poder que emana de Lakeland. 

A batalha está prestes a explodir. Será que Maven finalmente conseguiria derrotar seu irmão? E Mare, qual destino lhe reservaria após essa batalha sangrenta? 

"Bom, não é preciso ser um gênio da política para saber que uma coalizão vermelha e prateada só pode terminar em traição."


E não é que Tempestade de Guerra me impressionou?! Confesso que após a leitura de A Prisão do Rei fiquei um pouco desanimada em relação a série por ter sido uma leitura muito arrastada. Porém, mesmo que eu tenha demorado além do habitual para concluir essa leitura, o quarto livro da série se mostrou um bom entretenimento. 

Ao longo dos capítulos, acompanhamos narrativas intercaladas, dando vislumbre sobre vários aspectos dessa grande batalha, mas também podemos conhecer mais dos sentimentos e pensamentos de cada um desses personagens. Uma boa sacada da autora foi inserir capítulos com a visão de Cal e Maven, além das personagens femininas Iris, Mare e Eve, o que deixou a leitura instigante. 

A grande revelação sem dúvidas foi Evangeline Samos. Desde A Rainha Vermelha me chamou atenção, mas só nesse livro que pude realmente conhece-la. Seus pensamentos e sentimentos são o ponto alto de vários capítulos mostrando o quanto essa prateada pode ser frágil e ao mesmo tempo uma força em meio ao caos. 

Tempestade de Guerra se mostrou uma distopia audaciosa, que cumpriu em partes o prometido. Digo em partes, porque ficou nítido algumas arestas que provavelmente estarão no próximo livro. Que final foi aquele?! Preciso de algumas respostas. 

Não se deixe assustar por suas setecentas páginas. E apesar de ter me surpreendido com o desfecho dessa leitura, teria aproveitado mais se os capítulos tivessem sido mais curtos e menos detalhados, isso acabou contribuindo para que a leitura fosse mais demorada. 

Como já foi anunciado nas redes sociais, teremos mais um livro dessa série, então por enquanto é um até breve e veremos o que Victoria tem a nos acrescentar em relação a esses personagens daqui pra frente. 

Mais uma vez a editora Seguinte fez um trabalho maravilhoso em sua edição. As letras do título são em auto relevo, a capa, diagramação são lindas e ao final temos o marcador de página para destacar da orelha do livro. 

Do primeiro livro até agora, ficou nítido o amadurecimento de muitos personagens. Uma série repleta de altos e baixos, diálogos intensos, bem construídos, muitas batalhas, intrigas, políticas e que aborda alguns temas da atualidade. Se você gosta de personagens femininas fortes e que estão mais determinadas do que nunca, esse livro certamente vai te agradar.





6 comentários via Blogger
comentários via Facebook

6 comentários

  1. Oiii tudo bem???

    Ainda não li nem o primeiro da série, e não bateu aquela vontade ainda, é bom saber que apesar muitas páginas e muitos livros a história continua funcionando. Então espero ler em breve.
    Adorei a resenha
    Bjs Rafa

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila! Essa série está na minha lista de desejos de leitura. Confesso que devido ao hype que foi no começo das publicações, e depois muito se falava nela, eu meio que coloquei ela um pouco de lado, esperando passar a febre para enfim, ler. Sabendo que tem mais um volume, acredito que devo esperar completar tudo. Mas me agrada saber que mesmo tendo vindo de uma leitura arrastada, esse livro foi uma boa surpresa, e que mesmo com tantas perguntas ao final, foi bom ler!


    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi, Camila!
    Essa série é uma das que vejo mais elogios. Ainda não tive curiosidade de ler, mas não descarto a leitura. Me pareceu uma série que vai crescendo aos longos dos livros e eu gosto de acompanhar a evolução dos personagens.

    Beijos!😘

    ResponderExcluir
  4. Olá Camila, eu tenho bastante curiosidade de ler essa série *-* Pelos seus comentários esse livro conseguiu manter um bom ritmo *-* Gostei de saber que o amadurecimento dos personagens é bem visível e que a narrativa é intercalada *-* Espero poder lê-la me breve.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Camila! Eu achei que foi um bom desfecho para a série. Acho que o Cal merecia um tipo de redenção para mostrar realmente ao que veio, mas não sei se isso virá no próximo livro (vai que ela resolve escrever um spin-off rs)
    bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Olá Camila!!!
    Eu te juro que tenho um pé enorme atrás com essa distopia e é porque nunca li a mesma, mas sabe aquela série que todo mundo fala e você não aguenta mais??
    Pois é, essa é minha história com essa distopia que vem fazendo eu cogitar não ler por inúmeros períodos mas hoje vejo que terei que colocá-la na minha estante. Apesar do final parecer que não foi a melhor coisa do enredo por ter ficado coisas aqui e ali, acho que a série cumpriu seu propósito e quem sabe assim acabe gostando do que foi apresentado.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir