Resenha: Até onde o amor alcança - Júlio Hermann - Faro Editorial

Título: Até onde o amor alcança 
Autor: Júlio Hermann
Editora: Faro Editorial
Ano: 2019
Páginas: 176
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.

Talvez estar apaixonado seja uma das melhores sensações da vida. Saber que existe alguém que faz seu coração bater tão forte alegra o nosso dia, mas abrir o coração e deixar tudo para trás quando o amor acaba pode ser difícil. Mostrar vulnerabilidade, raiva, tristeza, perdão e reconhecer erros é o melhor caminho para crescer de verdade.
“Ninguém avisa a gente que amar faz a pele arder e o peito dilatar, seja com as coisas dando certo ou não. Contos de fadas não duram muitos dias na vida real, o amor é o que faz tudo valer a pena. Torço para que você seja feliz, e que possamos caminhar juntos. Hoje eu quero o para sempre, mesmo sabendo que não posso controlar tudo. Há coisas minhas que são tão suas, a ponto de eu não ter coragem de colocar uma roupa nova sobre elas, porque eu não quero te esquecer.”
“Foi muito bom te reencontrar nesse processo. Nas viagens de carro que fizemos, nas noites em restaurantes baratos e nos domingos de carnaval fechados em nosso próprio mundo, nós construímos algo especial.”
“Suportamos isso. Ignoramos inclusive as partes chatas da existência. Esses momentos difíceis retornam, de vez em quando. Contudo podemos nos perdoar e ter novas chances.”
JURAMOS QUE DURARIA PARA SEMPRE MESMO SABENDO QUE O AMOR NÃO VIVE DE PROMESSAS, MAS NÃO VAMOS DESISTIR!



Estava tão animada para iniciar essa leitura e sabia que mais uma vez seria arrebatada em cada página desse novo trabalho. 

Em seu segundo livro publicado pela Faro Editorial, Júlio nos mostra as diferentes nuances do amor. Através dos seus textos vamos acompanhar que nem sempre o que está relacionado a esse sentimento é proveniente de momentos de alegrias. 

“Agonia é um sentimento chato que pode levar o outro à loucura, sabia? E se você sabe, por que faria isso comigo de novo?”

Com um jeito particular e muito especial, Júlio nos toca em suas linhas, algumas mais românticas, outras saudosistas e também no desamor, sendo essas profundas e muito reflexivas. 

Há momentos em que a dor é desesperadora e parece que não vemos a luz no fim do túnel, o que de fato acontece bastante, afinal nem sempre o que está relacionado a esse sentimento é carregado de felicidade, sorrisos. 

“Você não tem direito nenhum de tomar posse do meu coração se não for para me amar direito.”

Em muitos casos relacionamentos não dão certo, há aqueles em que o amor é idealizado apenas por um dos lados, mas sempre podemos ter esperanças e quando menos percebemos, esse sentimento grandioso, que move a eterna busca dos apaixonados se deparam com a possibilidade de darem novos rumos nessa caminhada, sentindo o sabor da vida, do recomeço, de amarem e serem amados. 

“Era a primeira vez em muito tempo que eu sentia afeto no silêncio, por mais que ele me devorasse às vezes. Naquela hora, olhar para a minha vida era perceber, em mim, uma vontade absurda de correr para um futuro novo.”

Abrir seu coração e deixar extravasar tantos sentimentos já virou marca do Júlio e em meio a leitura é impossível não se sentir tocado e envolvido por suas palavras. Foi uma leitura tão incrível de se fazer que faltou post it para o tanto de trechos que marquei. 

“Às vezes, os opostos se atraem. Às vezes, se repelem. Noutras, permanecem.

Um dia eu descubro onde a gente vai dar.

As lembranças são as únicas coisas que permanecerão, você ficando ou indo embora.”

Esse é o tipo de leitura para realizar devagar, degustar cada texto, mas com tamanha fluidez, me vi terminando a leitura ao final de um dia, ficando o sabor de quero mais, torcendo para um próximo livro. 

Leitor tem dessas coisas, devora a leitura e já necessita de mais do autor. Quem nunca né?! 




A Faro Editorial mais uma vez caprichou nessa edição. Cada página diagramada está linda, repleto de ilustrações e com uma playlist de deixar o coração aquecido. A capa tem toque aveludado, auto relevo no título e muita cor. 

Até onde o amor alcança se mostra uma joia para nós: amantes de textos, crônicas e poemas viscerais. Com competência e maestria, Júlio nos convida e nos leva a sentir cada uma de suas frases, a entender um pouco mais sobre as facetas relacionadas ao amor e compreender que nem sempre todos os casais serão eternizados na expressão... E viveram felizes para sempre.

DLL19: Abril | Livro que na capa tenha as cores da bandeira do Brasil.






8 comentários via Blogger
comentários via Facebook

8 comentários

  1. Camila,
    eu estou bem ansiosa pela leitura desse livro, o primeiro dele foi puro amor e tenho certeza que os textos desse são outra coisa que vão me fazer chorar.
    E super concordo, é uma leitura para degustar, ler devagar mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila! As edições da Faro estão cada vez mais primorosas, isso tem que ser dito. E quanto ao livro, sei que é uma leitura linda! É tão gostoso ler sobre esse sentimento que conserta e atrapalha tanto a vida da gente. O autor parece ter um tato especial para escrever sobre ele, tanto nos aspectos bonitos e feios. Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila!
    Parece ser um livro bem fofinho e rápido de ler pois não tem muitas páginas, é tão bom quando lemos e a leitura nos leva a viajar e refletir e quando chega ao final com gostinho de quero mais kkk. Parabéns pela resenha fiquei curiosa sobre a leitura e sobre o autor, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Ainda não tive oportunidade de ler nada do Julio, sempre leio resenhas e comentários positivos sobre suas obras e sobre a sensibilidade com que escreve seus textos, adoro esses livros tocantes que nos ajudam de várias formas. Amei a capa desse livro, alias a do livro anterior também é linda, já quero esse livro também. ótima resenha!

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu tenho visto muitos comentários sobre esse livro, a maioria positivos. Confesso que nunca li nada do autor e não acho que seja o estilo de leitura que estou procurando no momento. Porém, parece que o autor escreve com muita sensibilidade e que suas palavras realmente mexem com o leitor.
    Adorei a resenha e fico feliz que você tenha gostado tanto da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não é um tipo de livro que eu gosto de ler. Eu acho meio cansativo, Mas sua resenha me cativou tanto que me deu vontade de realizar a leitura. Parece ser um livro fofíssimo. Dica anotada

    ResponderExcluir
  7. Olá Camila, pelos seus comentários o livro parece estar bem bacana com textos bem diversos do autor sobre o amor mostrando suas diversas nuances *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    que livro encantador e verdadeiro é esse? Sou canceriano ai já voi, romântico sempre e sempre, preciso muito desta leitura, afinal é encantadora e como você disse para ser degustada aos poucos.

    ResponderExcluir