Resenha: Cinderelas - Katerine Grinaldi - Editora Sinna

Título: Cinderelas - Antologia de Contos
Organizadora: Katerine Grinaldi 
Editora: Sinna
Ano: 2019
Páginas: 188
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Ebook recebido em parceria com a editora.

Este livro não é sobre contos de fadas, embora fale sobre princesas. Não daquelas que usam tiaras, diamantes e pertencem à realeza. Infelizmente. As princesas deste livro são reais, porém nem todos as respeitam.
Nestas histórias, que podem facilmente se confundir com a realidade, elas temem o escuro, temem estar sozinhas na calada da noite, temem seus supostos príncipes encantados.
Neste livro ou neste mundo, essas princesas também são chamadas de MULHERES.





Mais um projeto poderoso organizado pela Katerine Grinaldi e publicado pela editora Sinna. 

Cinderelas é uma antologia de contos que tem como objetivo principal mostrar os diferentes tipos de violência contra as mulheres. 

Sonhos destruídos, castelos desmoronados, tudo o que essas mulheres desejaram em um ambiente familiar foi arruinado pela brutalidade, violência, abusos, estupros, por quem deveria lhe dar amor, segurança e compartilhar um mundo de felicidade. 

“Não podia mais contrariar o meu marido, era obrigada a dizer “sim” para tudo, caso contrário, apanhava com a justificava de não ser uma boa esposa.”

Dividido em um total de dezenove, cada conto vem em forma de alerta, um pedido de socorro através da vivência das personagens inseridas em seus desabafos. É difícil colocar em palavras o horror, o choque, que somos capazes de sentir através da leitura desses breve e muito necessários textos e constatar uma realidade triste e cruel. 

“Os dedos da sociedade eram apontados para mim antes de qualquer atitude ser tomada. Sempre escutei que existe mulher que gosta de apanhar. Eu não gosto de apanhar. Jamais gostaria de ver meu sonho de princesa encantada da Disney despencar, literalmente, em cima de mim, ferindo-me todos os dias.”

Ao longo da edição podemos verificar trechos de artigos de algumas leis como Maria da Penha, entre outras, que amparam as mulheres e para quem não tem conhecimento achei bem legal pois se mostra bem informativo. Também podemos conferir destaques de matérias de jornais conceituados, uma playlist para lermos embalados ao som de canções profundas, além de algumas ilustrações.

“Disseram-me tantas vezes que o amor machuca. Hoje sei que essas pessoas estavam erradas. Aprendi sozinha que o amor não machuca, o amor não faz sangrar, o amor não bate, o amor não humilha, o amor não queima e o amor não me leva até uma delegacia da mulher. Quem faz isso são as pessoas, o amor não.”

Cinderelas é uma leitura que causa impacto do início ao fim, nos faz mergulhar fundo em cada palavra. Cheio de gatilhos para pessoas que já vivenciaram algo parecido. Um discurso repleto de informações e muito poderoso sobre o poder de se pedir ajuda, de se amar, de se livrar das amarras que certos relacionamentos tóxicos se mostram dentro de um lar. 

Ainda que seja uma realidade que nos causa perplexidade e lutemos por igualdade, nós mulheres sofremos diariamente perseguições em todos os âmbitos da vida só pelo fato de sermos mulher. Jamais devemos achar normal esse ou outro tipo de tratamento. Hoje a lei nos proporciona amparo em alguns pontos, mas ainda é falho, por isso não podemos nos calar e aceitar tais agressões, físicas ou psicológicas e ao menor sinal de violência doméstica devemos procurar ajuda antes que seja tarde demais e se torne mais um número na triste estatística que assola o país.





7 comentários via Blogger
comentários via Facebook

7 comentários

  1. Oi Camila, tudo bem ?
    Acho muito importante temáticas como essa, cada vez mais o assunto da violência contra a mulher precisa ser discutido. Acho bacana quando autores se preocupam em trazer a temática de uma forma diferente. O título me chamou bastante a atenção.
    LUTE COMO UMA MULHER !!!! Sempre.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem? Eu amei a sua resenha, tive a oportunidade de ler um conto dessa antologia e amei! Quero muito ler a obra completa, espero conseguir adquirir a mesma ainda esse mês.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Camila.

    Eu acho a edição desse livro muito linda e sempre que leio uma resenha dele fico curiosa para saber como as autoras conseguiram abordar esse tema mais complexo e real.
    Amo livros de contos e esse já está na minha lista de desejados!

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Só pela capa não dá para ter noção do que o livro trás, vários contos, adorei a ideia de contar adversidades de várias mulheres relacionadas no abusos e transgressões, uma voz em meio de muitas. Parabéns pela resenha fiquei intrigada com a antologia e já anotei a dica, bjs!

    ResponderExcluir
  5. Esse livro me deixa cada vez mais curiosa e tenho certeza que vou gostar muito da leitura dos contos. Acho a capa dele maravilhosa e sua foto está linda! Gostei muito de ver a sua resenha e poder conhecer um pouco mais sobre o livro. Eu adoro ler antologias e uma com esse tema é perfeita, algo muito necessário hoje em dia.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Deve ser contos ótimos e bem sufocantes, essas histórias são tão tristes, fico muito incomodada com isso e acabo evitando essas leituras, mas sei o quanto são necessárias para as pessoas! Adorei essa capa e que esse livro alcance muitas pessoas!

    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem?
    Eu adorei essa idéia! Gosto de ler sobre, me manter informada, e também porque representa uma parte muito grande da nossa realidade, infelizmente. Achei a capa muito bacana, com certeza darei uma chance no futuro.

    ResponderExcluir