Resenha: Não confie em ninguém - Charlie Donlea - Faro Editorial

Título: Não confie em ninguém
Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Ano: 2018
Páginas: 352
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


O melhor livro de Charlie Donlea - até agora. O destino de Grace Sebold toma um rumo inesperado durante uma tranquila viagem com o
namorado. O rapaz é assassinado... e ela é condenada pelo crime. Depois de dez anos na prisão, surge a chance de Grace provar sua inocência ao conhecer a cineasta Sidney. Em um documentário que exibe as falhas do processo, a cineasta questiona se a condenação foi fruto de incompetência policial ou se a jovem foi vítima de uma conspiração. Antes do término das filmagens, o clamor popular leva o caso ser reaberto, mas um novo fato provoca uma reviravolta: Sidney recebe uma carta anônima afirmando que ela está sendo enganada pela assassina. A cineasta começa a investigar o passado de Grace e quanto mais se aprofunda na história, mais dúvidas aparecem. No entanto, agora, o que está em jogo não é apenas a repentina fama e carreira, mas sua própria vida.




Grace Sebold viu seus planos serem interrompidos quando seu namorado Julian Crist foi encontrado morto na praia e ela acusada de ter cometido esse assassinato quando passavam alguns dias em Sugar Beach, Santa Lúcia. 

Com um futuro promissor, a estudante do quarto ano de medicina, se viu dentro de um espiral de acusações por parte da polícia, uma vez que a ilha se mantinha com o turismo, a mesma foi pressionada a resolver a questão rapidamente e para o terror de Grace e sua família, ela foi condenada. 

“O sangue era um problema. Eu soube assim que o senti pingar em meu rosto. Ele escorria do contorno do couro cabeludo dele deslizava pela mandíbula, até gotejar no penhasco de granito, primeiro em gotas vermelhas esporádicas, como os primeiros pingos de chuva de uma tempestade que se aproxima, e depois, em um fluxo continuo, como se uma torneira tivesse sido conectada no lugar de sua cabeça onde eu a golpeei.”

Com leis completamente diferentes dos Estados Unidos, Grace se viu presa dentro de um sistema falho e com o passar dos anos os recursos se esgotaram. Ela estaria fadada a cumprir a pena que já chegava aos seus dez anos e sua idade já chegando a casa dos quarenta anos. 

Inconformada com o descaso, Grace que sempre jurou inocência, escrevia cartas incessantemente apelando para Sidney Ryan, uma cineasta de documentários em ascensão, para que revisasse as provas que a condenaram. Em cada carta enviada, ela contava sobre seu caso, sua vida e principalmente mostrava o quanto seu amor por Julian era verdadeiro. 

“Eles decidiram desde o início que Grace Sebold era culpada e depois partiram para provar isso. Tentaram fazer tudo se encaixar nessa narrativa.”

Sidney Ryan nunca teve medo de trabalho, depois que seus primeiros documentários começaram a ter uma boa resposta para pessoas que foram acusadas injustamente pelo governo, ela ficou curiosa e resolveu investigar o caso de Grace, refazendo os passos daquele fatídico dia e coletando algumas declarações de pessoas envolvidas para confrontar com as cartas que havia recebido. 

Com uma história em potencial, Sidney resolve gravar um episódio piloto e apresentar aos chefes da emissora onde trabalha. Todos se animam com o caso, principalmente pela proposta de ser colocado quase que em tempo real o episódio semanal, à medida que Sidney e sua equipe vão descobrindo novos materiais. 

"— Sabe o que promotores dizem por aqui? Qualquer promotor consegue condenar um culpado, mas é necessário um promotor especial para condenar um inocente."

Ao longo dos episódios, a cineasta consegue uma audiência cada vez maior, obtendo o clamor do público e chamando atenção do governo americano que se vê pressionado a tomar alguma atitude, já que as provas que acusaram Grace de cometer assassinato são falhas e tem o respaldo dos peritos em criminalista e legista americanos. 

Sidney então consegue uma grande reviravolta no caso de Grace, conseguindo provar sua inocência e sua liberdade. 

De volta ao Estados Unidos, Grace só quer tentar colar os cacos e retomar sua vida seguindo em frente com sua família. Mas o seriado “A Garota de Sugar Beach” chega ao conhecimento de uma pessoa que poderá trazer dúvidas e questionamentos sobre a idoneidade de Grace. E quando Sidney decide seguir as evidências sobre o passado dessa mulher que ajudou colocar em liberdade, se dá conta de que nem tudo parece ser o que é. 


Eu preciso começar minhas impressões dizendo: No dia Mundial do Livro, nada melhor do que falar sobre um favorito. Meu Deus, que livro foi esse! 

Apesar de ter os outros dois livros do autor, ainda não tinha lido nenhum. Aproveitei o feriadão para iniciar pelo terceiro livro e assim que finalizei a leitura me perguntei porque não tinha lido antes nada do autor. 

Que enredo maravilhoso. Charlie Donlea não economiza em inserir o leitor dentro de um suspense intrigante e muito bem explorado. Impossível não se sentir um legista, um detetive ao longo dessa trama. 

Sem dúvidas um dos melhores thrillers que já tive oportunidade de ler. Cheio de detalhes técnicos, perícias para todos os lados, os capítulos são ágeis e com um ritmo eletrizante, tanto que devorei a leitura em um dia só. Não conseguia parar porque queria mais e mais informações. 

Achei surpreendente a forma como foi contada a história. Temos de tudo um pouco. Sidney nos apresenta parte de sua vida pessoal, alguns capítulos são colocados os relatos dos envolvidos na pesquisa da cineasta (legistas, polícia, amigos, familiares) e a narrativa através do episódio que está sendo apresentado ao público. 

A edição da Faro Editorial está incrível. Dividido em partes, os detalhes da diagramação fizeram toda diferença, deixando a leitura super instigante. 

Diferente da maioria dos livros de suspense, de cara matei a charada sobre o responsável pelos crimes, mas nem de longe isso tira o brilho da trama, porque como foi conduzido e os motivos que deixou a leitura surpreendente. 

Mas vou parar por aqui para não entregar nada. E se você pensa que já contei demais, não faz a menor ideia do que lhe aguarda. 

Não confie em ninguém, tem um título muito apropriado, uma vez que duvidamos de todos os personagens. Aqui não tem espaço para secundários, todos estão sob a mira e se tornam protagonistas. Um thriller de tirar o fôlego. Uma escrita impecável. Cenários e diálogos bem construídos, com bastante ação e um final eletrizante. 

Um prato cheio para os fãs do gênero. Leitura mais que recomendada!






6 comentários via Blogger
comentários via Facebook

6 comentários

  1. Oi, Camila!
    Menina do céu, todo mundo elogia esse autor mas nunca li nada dele. Ultimamente ando me decepcionando com alguns thrillers, então ando até evitando o gênero.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cá.
    Esse livro é realmente maravilhoso!
    Só não digo que é o melhor do autor porque já li uma prova do quarto livro dele e gostei ainda mais! Fico super impressionada em ver como ele é ousado nas suas histórias e tem coragem de fazer coisas que nenhum outro autor ousa fazer... Achei o final desse livro incrível!!!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Estou louca para ler algo desse autor. Vi uma menina no insta falando super bem dos livros dele e fiquei extremamente curiosa, pois amo um Thriler e pelas resenhas que leio vejo que os livros dele são bem elaborados. A premissa desse livro é um tanto instigante e já estou mega curiosa para saber quem é a pessoa que vai testar a lucidez dela, se bem que passou algo já pela minha cabeça, quem sabe né?

    Adorei sua resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Camila, eu estou mega curiosa para ler esse livro *-* Pelos seus comentários o autor conseguiu construir muito bem a trama trazendo boas reviravoltas na investigação *-* Espero poder lê-lo em breve também <3

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Sempre que estou pensando em comprar novos livros, eu me deparo com os livros dessa autora, e fico morrendo de vontade de comprar um para ler, mas como não conheço muito, fico com medo de acabar não gostando. Mas depois de ler sua resenha, vi que preciso, sim, comprar algum livro dela e ler imediatamente.

    Beijos,
    Blog Livros Engavetados

    ResponderExcluir
  6. Hey
    Começarei em breve meu primeiro livro do Donlea e estou bem curiosa para ler.
    Esse livro principalmente, pois tem uma premissa interesse e sua resenha me deixou mais instigada.
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir