Resenha: Um estudo em Charlotte - Brittany Cavallaro - Editora Rocco Jovens Leitores

Título: Um estudo em Charlotte
Autora: Brittany Cavallaro  
Editora: Rocco Jovens Leitores
Ano: 2019
Páginas: 384
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

No primeiro livro da série protagonizada pela jovem Charlotte, descobrimos que o talento para solucionar crimes corre no sangue da família Holmes. Com apenas 10 anos, a mais nova descendente do detetive ajudou a polícia a recuperar diamantes que valiam três milhões de libras. Agora, no ensino médio, a capacidade analítica da jovem é posta mais uma vez à prova quando um estudante da escola que ela frequenta nos Estados Unidos aparece morto sob circunstâncias intrigantes, aparentemente inspiradas em uma das histórias mais aterrorizantes de Sherlock Holmes. Os principais suspeitos do crime? Charlotte Holmes e Jamie Watson. Sim, esse mesmo, o tataraneto do fiel amigo do detetive inglês.
O primeiro crime solucionado por Sherlock Holmes, icônico personagem de Sir Arthur Conan Doyle, foi apresentado aos leitores há mais de 130 anos. A personalidade ácida e a mente brilhante do mais famoso detetive da ficção, no entanto, permanecem atuais e inspiram séries, filmes e livros. Um Estudo em Charlotte é uma referência ao primeiro livro sobre Sherlock, Um Estudo em Vermelho, e traz uma série de referências às tramas do famoso detetive.
Como Sherlock, Charlotte toca violino, é ótima em assumir diferentes disfarces, conduz experimentos forenses e tem uma fraqueza por opiáceos. Apesar de também ter herdado a audácia e petulância do tataravô, Charlotte tem seus próprios mistérios. Já Jamie sempre foi intrigado pela moça, mas, apesar do histórico familiar, os dois só se conhecem poucos dias antes do crime. Juntos, eles terão que provar que não são os culpados e, para isso, precisam agir como detetives.
Vencedor do prêmio de melhor ficção para jovens adultos da American Library Association, Um Estudo em Charlotte, da autora estreante Brittany Cavallaro, agrada tanto a leitores que começam a se interessar por tramas de suspense quanto aos fãs do universo de Sherlock Holmes.




Charlotte Holmes tem um legado a cumprir. Seguindo os passos de seu tataravô Sherlock Holmes, a jovem logo se vê em grandes confusões. 


E quem diria que logo Sherlock Holmes teria uma geração de herdeiros que pudessem dar sequência ao seu fantástico trabalho. 

“Não éramos Sherlock Holmes e John Watson. E eu não me incomodava. Tínhamos coisas que eles não tinham. Como eletricidade e geladeiras. E Mario Kart.”

Estudando na mesma escola que o tataraneto de Watson, os dois formarão uma dupla e tanto quando acusados de cometerem um crime. O mais interessante é que antes de ingressarem na escola, eles não se conheciam e por isso terão que driblar as muitas diferenças se quiserem solucionar esse caso e colocar as mãos no verdadeiro culpado pelos crimes. 

Em meio a uma narrativa completamente envolvente vamos conhecendo mais dos nossos protagonistas e os mistérios vão sendo solucionados em meio a muita investigação que se passa dentro da escola.

“Eu queria que nós dois fôssemos complicados juntos, que fosse difícil, atraente e cegamente incrível.”

Por ser uma versão mais jovem, a autora conseguiu abordar temas interessantes dentro da narrativa e colocar uma personagem cheia de dilemas e falhas. Os personagens são inteligentes, a interação é boa. 

Charlotte tem grandes problemas com vícios, mas se mostra uma mocinha que não tem medo de desbravar os enigmas e se diferencia por sua capacidade de demonstrar seus sentimentos, então percebemos o quanto ela tem dificuldades de se relacionar com a família e nutre um sentimento por Watson. 

“Não preciso de um garoto pra lutar por mim. Eu posso lutar por mim mesma.”

Sem dúvidas o grande destaque da trama é Jamie Watson. Com todas as características de seu tataravô, seu senso de justiça, proteção e cavalheirismo são uns de seus pontos fortes.



Um Estudo em Charlotte se mostra uma leitura coerente, perspicaz e fluida. Porém, quando comparado com os livros do famoso detetive Sherlock Holmes fiquei um pouco decepcionada por esperar grandes acontecimentos e pontos altos que me deixasse empolgada e ele não aconteceu, mas gostei do final digamos que fofo para Charlotte e Jamie, assim como o segredo foi bem mantido e não consegui descobrir o verdadeiro culpado, então só isso já é um grande feito para mim. E já sigo curiosa para conhecer os próximos volumes dessa nova dupla.






9 comentários via Blogger
comentários via Facebook

9 comentários

  1. Oi Camila!
    Adoro Sherlock Holmes, sua inteligência nos casos é surpreendente, fiquei curiosa sobre a Charlote e em ter os mesmo instinto de seu tataravô, adoro esse tipo de seguimento de passar por geração, vai com certeza ser eletrizante. Parabéns pela resenha fiquei instigada em ler e com certeza irei, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  2. Eu estou louca para ler esse livro, estou conferindo algumas resenhas e todas me deixaram interessada pela leitura. Mas, que pena saber que teve alguns pontos que te decepcionaram. :/
    Gostei da resenha!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Gente, como assim um livro com uma herdeira do grande Sherlock Holmes??? Hahaha, adorei a ideia! Parece ser uma leitura bem divertida, apesar do ponto negativo que tu citou. Já quero ler!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá, confesso que preciso ler mais sobre Sherlock, adorei a resenha e to bem curiosa para ler o livro!

    ResponderExcluir
  5. eu to tão curiosa pra ler esse livro, adoro livros que envolvem mistérios, ainda mais uma obra que puxa gancho de um dos maiores clássicos do mundo *-*

    ResponderExcluir
  6. Eu acho a capa desse livro muito fofa e estou na maior curiosidade com ele desde o lançamento, eu acho que pode sere uma leitura bem gostosa para mim e não vejo a hora de ter a oportunidade de ler. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  7. Oiii Camila

    Eu achei bem legal esse primeiro livro e apesar de não ter curtido muito a personalidade do Jamie, gostei bastante da Charlotte e achei o mistério super bem elaborado.

    Beijos,

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Parece um ótimo livro, mas como diz na ficha técnica, para jovens, então, leitores adultos podem se frustar um pouco, esperando outros elementos.

    ResponderExcluir