Resenha: Uma Mulher Na Escuridão - Charlie Donlea - Faro Editorial

Título: Uma Mulher Na Escuridão
Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Ano: 2019
Páginas: 304
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade...




Chicago, agosto de 1979. A cidade está em alerta com os assassinatos de cinco mulheres. O medo, a falta de evidências, faz com que o caminho seguido pelo criminoso que está sendo chamado de O Ladrão seja quase perfeito. 

Angela Mitchell sempre foi uma mulher diferente das outras. Introvertida, mas dona de uma inteligência fora do comum, fica impressionada com os casos e decide reunir todas as informações que saem nos jornais, montando um perfil do assassino e de suas vítimas. Cada traço que ela consegue delimitar a deixa ansiosa, transtornada, aumentando sua obsessão por esses casos, agravando ainda mais sua doença que naquele tempo ainda era pouco conhecida, o autismo. Mas foi através dessa obsessão que Angela esbarrou em itens importantes para que o O Ladrão pudesse finalmente ser preso. 

“Nada pode te assustar, a menos que você deixe que a assuste.”

Narrado em dois momentos, conhecemos toda a história desde o verão de 1979 onde os horrores foram vivenciados por aquelas mulheres, assim como conhecemos mais da história de Angela e no presente, quarenta anos depois, conhecemos Rory, uma advogada e que trabalha atualmente no Projeto de Controle de Homicídios. 

Rory é chamada para organizar as pendências do escritório de seu pai que acabara de falecer e se depara com um caso de liberdade condicional que não teria tempo de outro advogado assumir. E é aí que seu destino cruza com o cliente de seu pai, O Ladrão. 

"O segredo que destruíra sua vida estava enterrado em algum lugar fora dos muros da prisão, e ele decidiu passar o último capítulo da sua existência desenterrando-o."

Agora, Rory se depara com essa novidade, o que ela não imaginava é que esse caso prenderia tanto sua atenção que passaria a buscar as respostas para suas dúvidas. Afinal, ela precisa entender o porquê de seu pai ter trabalhado há anos para esse serial Killer, que segredos de fato ele esconde e o que aconteceu no desaparecimento de Angela que foi dada como morta mas assim como suas vítimas também não há um corpo.

“Eu tentei salvar você. Havia muito sangue.”


Uma mulher na escuridão é o grande lançamento de maio da Faro Editorial. Dividido em partes, com diagramação cuidadosa, a edição do livro está perfeita. 

A cada livro, Charlie Donlea, se consagra como um Ás dos thrillers, suspense. Sua capacidade de nos envolver na trama e nos instigar a trilhar o caminho da investigação enquanto as pistas vão aparecendo só deixa a leitura impossível de largar. 

Sempre muito bem ambientado, com uma dinâmica maestral e riqueza de detalhes impressionante sobre os assassinatos, as investigações, assim como muitas pesquisas, mostram o amplo trabalho do autor em nos dar uma história de qualidade. 

Se eu já tinha me tornado fã lendo Não confie em ninguém, após a leitura de Uma mulher na escuridão, não tenho dúvidas de que Charlie figura na minha lista vitalícia de autores preferidos. 

Um thriller extremamente audacioso e inteligente, com personagens diferenciados, repleto de revelações chocantes e com um final bem amarrado, que deixará os fãs eletrizados.







3 comentários via Blogger
comentários via Facebook

3 comentários

  1. Olá, Camila.

    Realmente as revelações do livro são chocantes, eu fiquei muito impressionada com a maestria do autor.
    Não é novidade para ninguém que suas histórias são ótimas, além da sua narrativa ser super fluída, ele conseguiu me prender até eu descobrir todos os segredos que rondam a Rory.

    ResponderExcluir
  2. Cá preciso ler os livros desse autor. Vc fala tão bem dele que é impossível não se contagiar.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Já vi que é uma obra extremamente surpreendente, né Cami? Apesar de ser um gênero que quase não leio, tenho visto tantos comentários positivos a respeito, que tô me coçando pra ler hahaha. Espero me envolver tanto quanto você.

    ResponderExcluir