Resenha: Eu, Alma Submissa Tua - Kátia Ferreira - Editora Sinna

Título: Eu, Alma Submissa Tua 
Autora: Kátia Ferreira
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 320
Onde Comprar: AMAZON | Loja da Editora 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


Uma fatalidade cruzou dois destinos, duas almas predestinadas a permanecerem juntas. Melissa Ribeiro perdeu os pais ainda bebê, porém foi criada como filha pela família Reed. Cresceu sob a proteção de Aquiles, herdeiro dos Reed, e sempre soube que pertencia a ele. De alma e corpo.
Aquiles Reed saiu de Montanhas Azuis para construir seu império e se tornou um poderoso CEO e um excelente e notório dominador. Ainda que possa ter qualquer uma como submissa, aquela que ele deseja lhe parece inalcançável. Como destruir a inocência de sua menina? Como levá-la para o mundo BDSM?
Melissa cresceu. Ela agora quer ser dona do seu mundo e lutar pelo seu amor, nem que para isso precise se submeter a outro dom. Mas Aquiles não parece disposto a permitir. Ele se livrará das amarras que o prendem? Estará disposto a arriscar tudo para recuperar sua menina?
Envolvida em um mundo obscuro e com mais segredos do que pode imaginar, Melissa descobrirá verdades sobre seu passado e travará uma guerra, onde o trunfo será ela mesma.
“Permiti que ele se tornasse meu dom, mas para sempre serei alma submissa tua."
“Ele pode tê-la reivindicado como dom, mas você será para sempre alma submissa minha.’’
Renda-se a essa história onde o amor é manuseado por sombras do passado em um jogo perverso e doentio.




Amália, uma mulher bonita sofreu verdadeiras atrocidades na mão de um homem cruel e obcecado por ela. A única saída para ela e Carlos seria fugir e tentar a vida em outro lugar e foi ai que conseguiram abrigo na propriedade da família Reed em Montanhas Azuis. 

O casal tinha uma filha, Melissa, tudo parecia seguir bem até que um trágico acidente de carro tirou a vida de seus pais.

“Nunca me sentiria sujo ou envergonhado por este sentimento, pois tenho uma única e ensurdecedora verdade: Mel estava predestinada a ser minha da mesma forma que pertenço a ela desde a primeira vez que olhei para aqueles olhos amendoados.”

Melissa ainda era muito pequenina quando a família Reed prometeu amar e cuidar para que ela crescesse longe da cidade grande e tivesse um bom futuro. 

Aquiles Reed, herdeiro do casal, ainda quando garotinho prometeu inúmeros cuidados a Mel. Cresceram juntos, mas quando adulto, ele precisou ir para a cidade grande alçando voos mais altos e investindo nos negócios, o que logo depois lhe renderia a posição de importante CEO dos Reeds. 

Com o passar dos anos, Aquiles adquiriu gosto peculiares e ao apreciar o mundo do BDSM, logo virou um dom e as idas a fazenda da família tornaram-se cada vez mais escassas até que sua mãe lhe informa que Melissa deseja ir para a cidade trabalhar e ser independente.

“Somos um emaranhado de emoções, desejos e uma fome insaciável que somente poderia ser saciada com nossos corpos.”

Os propósitos de Mel vão além disso, na verdade ela quer estar mais perto de Aquiles, seu grande amor. Inicialmente, ele não quer que ela vá trabalhar na empresa de seu ex-amigo Sebastian, mas ela é obstinada e desistir não faz parte dos seus planos, principalmente agora que ela sabe que Aquiles tem uma mulher em sua vida, a submissa Roberta. 

Estar morando dia a dia na casa de Aquiles mexe completamente com seus sentimentos, mas decide aceitar a ajuda de Sebastian. Porém, algo não se encaixa nessa dinâmica e logo Mel percebe que Aquiles esconde segredos obscuros, mas quando se depara com toda verdade, essa mulher só poderá optar por uma saída e não se importará de abrir mão da sua felicidade para salvar seu grande amor do emaranhado ocasionado por um terrível inimigo.

“Noto algo sinistro em seus olhos. É um Aquiles que nunca vi, nem mesmo quando está irado com Sebastian. Era o olhar de um homem capaz de tudo, porém, que escondia algo de mim. Quais segredos estava me ocultando?”


Recebi esse livro em parceria com a Editora Sinna que caprichou em mais essa edição. A capa e a diagramação estão muito bonitas. 

Kátia Ferreira traz em seu romance, a história de dois jovens que se amam mas por forças do destino precisam de paciência para vencer os obstáculos se quiserem ficar juntos. O problema inicialmente será a falta de traquejo para lidarem com as situações e Aquiles, claramente, é o mais cabeça quente, explodindo quase que o tempo todo. 

Melissa por sua vez, é uma submissa nata, devota por seu amor, chegando a exagerar no drama, mas não mede esforços e nem pensa nas consequências dos seus atos, por isso vive se colocando em perigo para o desespero de Aquiles. 

Se por um lado temos as incongruências desse casal, por outro, somos inseridos em um mundo além do BDSM, se é que posso dizer assim. A autora fala com propriedade e demonstra ampla pesquisa sobre as técnicas e práticas sem deixar que a narrativa se perca. Confesso que me surpreendeu, uma vez que essa fórmula: CEO – poderoso - dono da porra toda – Dom, já não me atrai muito para leitura, porém aqui me vi entretida, justamente por ter seu enredo bem construído e a narrativa alternada seguida de capítulos curtos contribuiu para deixar a leitura mais ágil. 

Eu, Alma submissa Tua, é o primeiro livro da série Amores Transcendentes, tem seu final fechadinho, podendo ser lido sem medo de passar vontade até o próximo lançamento. 

Por se tratar de um romance erótico, as cenas de sexo são bem detalhadas por causa das práticas de BDSM, mas engana-se ao pensar que a leitura remete-se apenas a isso. A autora explorou os personagens secundários dando consistência a trama que se enreda para o drama familiar, com muitos segredos e mentiras, vinganças, deixando o leitor surpreso e de queixo caído com tantas revelações.




5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Já li um livro BDSM, e não curti muito. Mas, pretendo dar mais uma chance, e acho que vou anotar essa dica. Gostei da premissa.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila!
    Eu já gostei da capa, não curto isso de submissa, mas gostei do enredo por tratar de vários assuntos. Parabéns pela resenha fiquei curiosa sobre a Mel e Aquiles que parecem ter uma química e como ela vai se desdobrar para conseguir ficar perto da pessoa que ama, obrigado pela dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Hi, tudo numa nice?!
    Pelo título e pela capa eu não leria o livro, e infelizmente também pelo enredo. Não sou afoita por romances e nem por estórias de CEO com essa característica batida de romance possessivo. Parece ser uma boa pedida para quem gosta desse gênero uma vez que menciona que não parece completamente batido.
    XO XO

    ResponderExcluir
  4. oi, Camila. que bom que a leitura te prendeu... eu confesso nao curtir essa vibe de leitura... sem contar que ando saturada de tramas com CEO e garotas submissas... =T

    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Olá Camila!
    não conhecia esse livro, e confesso que tem tempo que não leio livros do gênero, adoro ler resenhas empolgadas assim, me deixa bem curiosa. Dica anotada.

    beijos!

    ResponderExcluir