Resenha: A Ladra - Emi de Morais - Editora Charme

Título: A Ladra - Os Agentes da BSS #2
Autora: Emi de Morais
Editora: Charme
Ano: 2019
Páginas: 272
Onde Comprar: AMAZON | LOJA DA EDITORA 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


Ramon é um mexicano intempestuoso e temperamental que se orgulha de fazer parte da BSS, a agência de serviço secreto mais famosa do mundo.
Quando conhece Nicole Palmer, a moça com olhos inocentes e rosto de fada, não consegue entender como a noite mais singela da sua vida se tornou, de repente, a melhor, a mais gostosa, a que ele queria repetir mais e mais vezes.
O que Ramon não poderia imaginar era que estava se envolvendo com uma das ladras mais procuradas pelos departamentos de segurança dos Estados Unidos.
Nesta segunda história da série "Os agentes da BSS", você vai conhecer melhor o sexy e implacável Ramon, que vai enfrentar a difícil decisão de cumprir a lei dos homens ou a do coração. Ele vai aprender, da maneira mais difícil, que o coração, muitas vezes, ignora a razão e faz suas próprias escolhas.




Desde que Babi, Tiago e Murilo saíram do Brasil e se instalaram com novas identidades nos Estados Unidos, pouco a pouco foram criando suas rotinas. 

Tiago, irmão de Babi, depois dos traumas vivenciados quando ainda estava a mercê de Julián, tornou-se muito observador e por esse hábito de estar sempre olhando pela janela que ele percebe uma movimentação estranha na casa da frente. E logo, ele conhece Nicole.

“— Somos irmãos. Você é a única pessoa que tenho e com quem me preocupo. Eu sofri, você sofreu, mas nós sobrevivemos. O resto fica pra trás.”

Nicole Palmer sempre teve uma vida bem difícil. Abandonada pela mãe ainda criança, assim que seu pai teve um AVC, passou a arrumar bicos e empregos para conseguir ajudar a madrasta com as despesas da casa e comprar os remédios para amenizar as sequelas de seu pai. O problema maior estava no filho viciado de sua madrasta. Agora mais velho, Rafe sempre aparecia para roubar o pouco dinheiro que ela conseguia e para piorar ele estava cada vez mais explosivo e agressivo. 

“Deus do céu, o que ela estava fazendo? Estreitando laços com uma agente! Ah, pelo amor de Deus, ela devia ter perdido a razão mesmo!”

Assim que conhece Tiago, eles criam afinidades e uma amizade é criada. Por isso, quando resolvem fazer um almoço na casa de Babi e Murilo para os colegas da agência BSS, Nicole cruza o caminho de Ramon.

Ramon, é um agente extremamente competente, mas quando o assunto é relacionamento amoroso, esse mexicano não se vê tendo as mesmas atitudes de seu amigo Murilo. Mas quando seus olhos batem em Nicole, algo lhe chama atenção e eles começam a se ver com mais frequência. Porém, enquanto tudo isso ocorre, ela e sua família estão perto de serem despejados e com os constantes atrasos na hipoteca da casa não vê saída a não ser pedir ajuda para Vincent, um grande figurão do crime, que a oferece um trabalho bem perigoso. 

“Queria ir embora, sabia que devia ir, mas ela estava tão lindamente adormecia em sua fragilidade que ele não encontrava forças para se afastar.”

E é ai que surge A Ladra. Nicole para conseguir cumprir com eficácia o roubo de documentos dos departamentos no FBI, CIA, DEA e a BSS, que revela o verdadeiro segredo sobre A Decodificadora e seu irmão, ela precisará usar suas habilidades de bailarina, mas o que ela não sabia é que sua procura estaria ligada a Babi, Tiago, Murilo e Ramon, pessoas que passou a amar, e quando liga todas as peças se vê em um grande dilema entre a razão e o coração.

“Nick tinha tomado uma proporção maior do que ele pretendia dentro de sua vida, e o agente ainda estava tentando lidar com isso. Não sabia direito como agir, mas não conseguia tomar a decisão de parar de vê-la.”


Estava muito empolgada para ler a sequência dos Agentes da BSS. Em A Decodificadora, já havia me simpatizado com os personagens e fiquei extremamente contente ao ver que A Ladra conseguiu superar minhas expectativas. 

Publicado pela Editora Charme, mais uma vez temos um trabalho gráfico impecável que dá gosto de ter na estante. Mas para os amantes dos livros digitais, a leitura poderá ser realizada em ebook, também pelo Kindle Unlimited. 

Por ser o segundo livro da série, nesse caso, é imprescindível que se faça a leitura na ordem para não ficar perdido nos acontecimentos das histórias dos personagens. 

A dinâmica dos acontecimentos traçadas pela autora deixa o leitor com coração na mão e os personagens secundários contribuíram demais para isso. A trama é envolvente, eletrizante. Causa revolta por causa das atitudes de Rafe, nos deixa com o coração aquecido com os cuidados e amizade de Tiago e com calor a cada cena de Ramon e Nicole, mas engana-se quem pensar que para por aí. 

A Ladra tem uma narrativa que vai alternando entre os personagens, por isso temos a sensação de estarmos dentro da história. A composição das cenas, a ambientação, as pitadas de suspense vão deixando o leitor ávido pelo capítulo seguinte. E o final, com certeza não poderia ter sido melhor. Simplesmente surpreendente. 

E se você não conhece a escrita da Emi de Morais, está perdendo oportunidade de conhecer uma trama com personagens extremamente cativantes, bem construídos que os fãs de romances policiais irão amar. 

Já podemos pedir o próximo volume?! Hahaha.

DLL19 Junho | Livro com duas palavras na capa.




1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário

  1. Olá, tudo bem?
    Adorei o seu blog e esta resenha despertou a minha curiosidade para ler esta trama policial. Achei a premissa do livro bem interessante.
    Abraços!

    ResponderExcluir