Resenha: Honey - Kristen Ashley - Universo dos Livros

Título: Honey
Autora: Kristen Ashley
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2017
Páginas: 512
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:



Emocionante e sedutor, Honey é o primeiro livro de uma nova série sensacional da autora best-seller Kristen Ashley.
Entre em um mundo decadente e sensual no qual machos alfa maravilhosos são escravos de prazer comprometidos a realizar os desejos de uma mulher. No clube de elite Bee’s Honey, nenhum limite é deixado de testar, e os desejos mais sombrios de alguém se tornam uma realidade sensual.
Olivier não tem certeza de onde se meteu quando se associa ao clube Honey, só que uma parte obscura dele deseja o estilo de vida oferecido por esse clube exclusivo e secreto.
Quando Amélie convida Olivier a se render, ela o incentiva a explorar seus desejos mais profundos como um submisso. Conforme eles se tornam mais íntimos e se veem se apaixonando mais do que imaginaram, a verdade sobre o passado de Olivier pode ameaçar o relacionamento que ambos desejam.



Amélie é uma dominatrix, sua fama se espalha aos quatros cantos dos praticadores do estilo BDSM. Mas essa mulher não é para qualquer um, até porque quando pratica suas cenas, ela gosta de extrair com perfeição tudo de seu submisso. E por isso é sempre grande atração entre os frequentadores de um dos clubes mais requisitados e de alto nível como o Bee’s Honey. 

Uma noite, Amélie se depara com um homem extremamente receptivo ao seu estilo e a faísca que antes se mostrava adormecida se reacende quando pratica uma de suas cenas com Olivier. 

“A questão não era convencê-lo a não fazer aquilo. Era escolha dele. Ela só tinha que lhe mostrar para que ele pudesse tomar a decisão correta.”

Olivier parece ser o que ela precisa. Há tempos não se sente tão empolgada com alguém. Atiça seus instintos mais primitivos e a sede de quebrar suas reservas e barreiras, faz com que esse homem se divida entre o desejo e os limites que sua mente impõe, atormentando-o ao passo que lhe excita. 

Mas com a proximidade, as sensações, sentimentos começam a se misturar e Amélie tem receio de que sua atual companhia desista, porém Olivier também deseja ser exclusivo de sua ama e vai ser nesse desenrolar onde descobriram mais sobre a vida de cada um que tudo pode começar a desandar. 

“Quando você tem tudo, nunca deixa ir embora.”


Honey é de autoria de Kristen Ashley. Confesso que estava bem curiosa para lê-lo, principalmente por ser um dos livros que estavam na estante desde seu lançamento e resolvi separá-lo para incluir no projeto Estante Zero. 

Sua capa é muito bonita, mas de fato não fazia ideia sobre o que se tratava o romance pois dificilmente leio sinopses. 

Ao longo dos capítulos que vão mostrando intercaladamente Olivier e Amélie, somos inseridos dentro do ambiente de um casal que pratica BDSM. Termos, técnicas, objetos, cenas, posições que certamente você nunca se imaginou realizando ou que fosse humanamente possível, tudo é mencionado com riqueza de detalhes. Que a autora tem amplo conhecimento e fez grande pesquisa isso é fato, mas acontece que ao meu ver, existe uma linha tênue entre ser envolvente deixando a leitura empolgante e tornar-se um grande exagero pela quantidade de cenas realizadas e a leitura ficar cansativa. Infelizmente aconteceu comigo e acredito que seja pelo fato de não serem todos os livros do gênero erótico que me conquistem mais e acredito até que talvez outros tenham apreciado a leitura e tudo bem também, mas comigo não funcionou. 

Temos claramente uma mulher que sabe o que quer, do que gosta, mostra seus pontos de fragilidade, mas sua personalidade nem sempre a faz voltar atrás e desculpar-se. Do outro lado, vemos um homem aberto a se descobrir, querer ir além, mesmo que em muitas situações ficar a sensação dele não ter suas escolhas respeitadas, ainda assim é evidente a química dos dois. 

Honey sem dúvidas foi o livro mais descritivo que li logo em seus primeiros capítulos. Talvez uma condução mais comedida tivesse me deixado mais animada com a leitura. Porém ainda dá pra salvar pela relação de amizade entre algumas amas amigas de Amélie e uns diálogos entre o casal, mas no todo o enredo é raso e não convence, o que é uma pena afinal estamos falando de um livro de um pouco mais de quinhentas páginas.






0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário