Resenha: Um cavalheiro a bordo - Julia Quinn - Editora Arqueiro

Título: Um cavalheiro a bordo - Os Rokesbys #3
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 288
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.

Ela estava no lugar errado…
Durante um passeio pela costa, a independente e aventureira Poppy Bridgerton fica agradavelmente surpresa ao descobrir um esconderijo de contrabandistas dentro de uma caverna.
Mas seu deleite se transforma em desespero quando dois piratas a sequestram e a levam a bordo de seu navio, deixando-a amarrada e amordaçada na cama do capitão.
Ele a encontrou na hora errada…
Conhecido entre a alta sociedade como um cafajeste e um corsário inconsequente, o capitão Andrew James Rokesby na verdade transporta bens e documentos para o governo britânico.
No meio de uma viagem, ele fica assombrado ao encontrar uma mulher na sua cabine. Sem dúvida sua imaginação está lhe pregando peças. Mas, não, ela é bastante real – e sua missão para com a Coroa o deixa preso a ela.
Será que dois erros podem acabar no acerto mais maravilhoso de todos? Quando Andrew descobre que Poppy é uma Bridgerton, entende que provavelmente terá que se casar com ela para evitar um escândalo.
Em alto-mar, as disputas verbais entre os dois logo dão lugar a uma inebriante paixão. Mas depois que o segredo de Andrew for revelado, será que ele conseguirá conquistar o coração dela?




Poppy Bridgerton está na casa de sua prima passando uma temporada. Porém, uma Bridgerton precisa se sentir entretida então decide sair com a acompanhante para dar uma volta pelas redondezas. Em suas explorações, Poppy se depara com uma caverna perto da praia e sua curiosidade que fala mais alto acaba colocando em perigo. Nessa caverna vários tesouros estão escondidos, além de outros segredos que precisam de sigilo e o dono não gostará nem um pouco de uma enxerida transitando por ali. 

“– A senhorita está sempre curiosa, não?

Ela ficou imediatamente na defensiva.

– Seu tom não foi de insulto.

– Mas não foi insulto. Se mais pessoas fossem curiosas, seríamos uma espécie muito mais avançada.”

Capturada por dois piratas, Poppy é levada ao navio Infinity por precaução para que não conte a ninguém sobre o que viu e lá conhece o capitão Andrew James Rokesby. Assim que os dois se encontram, ele toma conhecimento de que a intrusa é uma dama com uma família extremamente conhecida na sociedade londrina como os Bridgertons são, vai ser difícil para ele esconder por muito tempo que é um Rokesby. 

“– Um homem sábio não continua discutindo depois de conseguir o que quer. Imagino que o mesmo valha para uma mulher sábia.”

A verdade é que poucos sabem a verdadeira história por parte de Andrew e sua família, assim como as reais intenções e propósitos por trás de suas atividades com o navio. Poppy é esperta e logo começa a juntar as peças desse enigma, mas teme que sua ausência prejudique sua reputação e que o nome de sua família seja motivo de constantes falatórios. 

Enquanto alguns pensam que Andrew é um pirata, ligado a meios ilícitos, o mesmo ainda esconde segredos relacionados as suas atividades ao governo britânico. E com a presença de Poppy, Andrew terá que se desdobrar com seus compromissos e com a jovem Bridgerton que tem mexido com seus pensamentos bem mais que ele gostaria de admitir. 

“E se o mundo à volta se tornar um soneto, o objeto de louvor era ela.

Andrew a transformara em sua musa? Dificilmente. Poppy Bridgerton era muito irritante e inteligente demais, não combinava com aquela paz de espírito que ele sentia no momento. Era um inconveniente misturado com desastre iminente. No entanto, ele sorria sempre que pensava nela (o que maldição, era o tempo inteiro).

Às vezes sentia o sorriso chegar aos olhos.”


Um cavalheiro a bordo é o terceiro livro dos Rokesbys. 

Poppy é uma Bridgerton nata. Inteligente, perspicaz, com personalidade forte, quem não conhece a série, está aí uma ótima chance para começar a se apaixonar por essa família. Andrew se mostra durão, mas logo se vê envolto por essa jovem e ai apreciamos sua gentileza e cavalheirismo. 

Julia Quinn mais uma vez nos mostra porque é a diva dos romances de época. Com bom humor e diálogos envolventes, rápidos e fluidos, a série nos encanta por seus personagens bem construídos, com boa química e cenários que são diferenciados, fugindo da tradicional fórmula dos bailes e chás da sociedade londrina.






0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário