Resenha: A Paciente Silenciosa - Alex Michaelides - Editora Record

Título: A Paciente Silenciosa 
Autor: Alex Michaelides 
Editora: Record
Ano: 2019
Páginas: 350
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Um assassinato, uma verdade oculta. As raízes do silêncio são muito mais profundas do que se pode imaginar.
Alicia Berenson escreve um diário para colocar suas ideias em ordem. Ele é tanto uma válvula de escape quanto uma forma de provar ao seu adorado marido que está bem. Ela não consegue suportar conviver com a ideia de que está deixando Gabriel preocupado, de que está lhe causando algum mal.
Alicia Berenson tinha 33 anos quando matou seu marido com cinco tiros. E nunca mais disse uma palavra. O psicoterapeuta forense Theo Faber está convencido de que é capaz de tratar Alicia, depois de tantos outros falharem. E, se ela falar, ele será capaz de ouvir a verdade?





Alicia Berenson está sendo acusada de ter assassinado seu marido Gabriel. Por conta da forma como foi encontrada na cena do crime, o caso gerou grande repercussão. O fato de Alicia ter uma personalidade um tanto complexa, com um passado cheio de transtornos e muitos mistérios a coloca como a principal suspeita. 

“Talvez a pintura fale disso. Gabriel é meu mundo, e tem sido assim desde que nos conhecemos. Eu sempre vou amá-lo, não importa o que ele faça, não importa o que aconteça, não importa o quão descuidado e bagunçado ele seja, o quão egoísta e desatencioso... Eu o aceito como ele é. Até que a morte nos separe.”

Porém com o passar do tempo, percebe-se que Alicia está longe de cooperar e por não falar absolutamente nada sobre aquele fatídico dia acarreta em sua pena destinada a ser cumprida no hospital psiquiátrico. 

“Sempre achei que o medo era uma sensação fria, mas não é; ele queima que nem o fogo.”

Vários profissionais já tentaram abordagens para ela falar, mas as tentativas foram frustradas até que tempos depois um novo psicoterapeuta se mostra disposto a ajudá-la. Theo começa a buscar elementos para captar a atenção de Alicia e nada melhor que a pintura, uma vez que ela é uma artista, e de fato é uma válvula promissora e aproximá-la desse ambiente seguro revelará grandes surpresas. 

“É estranho como a gente se adapta rapidamente ao pavoroso mundo de um hospital psiquiátrico. Ficamos cada vez mais à vontade com a loucura, e não apenas a loucura dos outros, mas a nossa própria.”


A paciente silenciosa é o tipo de trama engenhosa e perspicaz. Quando você imagina que conseguiu desvendar os segredos o autor te mostra que não é bem por aí. 

A narrativa não foi muito fluida, são muitos detalhes que requer atenção, referências as obras e clássicos, mas ainda assim me vi presa ao emaranhado que foi se desenrolando como um enigma complexo, mas quando as peças foram encaixadas e elas ocorrem no momento certo, confesso que me surpreendeu. 

Adoro quando não consigo descobrir o que estava por trás da genialidade do autor. Faz demais vale a pena a leitura. Mas por ser um thriller não deu para contar muito sobre o enredo para não revelar demais e perder a graça de descobrir por si só todos os segredos. 

A paciente silenciosa teve seus direitos adquiridos para adaptação e se você prefere ler antes de assistir é melhor se adiantar.
2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários

  1. Tantas opiniões sobre esse livro ultimamente, eu gostei da resenha e da forma que você se expressou. No inicio eu estava até interessada em ler o livro mas, acho que não costumo ler tudo na época que "está em febre", ainda estou repensando se lerei o livro, mega dúvida mas, terei tempo a lista de leitura ainda está enorme hahahah
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes esperar passar o hype é o melhor a se fazer, até porque muitas resenhas trazem spoilers e isso deixa a gente um pouco confuso se devemos ler ou não.
      De qualquer forma quando o fizer espero que goste da leitura.
      Beijos!

      Excluir