Resenha: A Dama Mais Apaixonada - Julia Quinn, Eloisa James & Connie Brockway - Editora Arqueiro

Título: A Dama Mais Apaixonada - A Dama mais... #2 
Autoras: Julia Quinn, Eloisa James & Connie Brockway
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 288
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Ebook recebido em parceria com a editora.

Três estrelas do Romance de Época se unem para transportar você a um mundo de tentação, paixão e amores inesperados.
Quando os sobrinhos do proprietário de terras escocês Taran Ferguson se recusam a se casar para dar continuidade à linhagem da família, ele decide cuidar pessoalmente da questão e arranjar uma esposa para pelo menos um dos dois.
Numa noite de festa, Taran invade um castelo e sequestra quatro damas: uma linda e ousada donzela, uma herdeira com uma pequena mancha na reputação, uma bela e rica inglesa e uma jovem sem sobrenome tradicional ou fortuna. Uma delas certamente se apaixonará por um lorde escocês.
Resta saber se, em meio à fúria de um duque sequestrado por engano, um castelo decrépito e uma tempestade violenta que não vai permitir que ninguém vá embora tão cedo, haverá espaço para que um amor floresça.






"A única coisa que sentia era uma profunda sensação de que aquilo era certo... junto com uma sensação igualmente poderosa de que era errado."

Ao irem visitar seu velho tio no distante e isolado castelo que ele vive na Escócia, os primos e Condes Rocheforte e Oakley se deparam com uma inusitada situação: o tio invadiu a festa de um Lorde e sequestrou, além do anfitrião, 4 adoráveis senhoritas para que seus sobrinhos escolham finalmente sua futura esposa. Sem terem o que fazer, pois uma nevasca impede a saída do castelo, os rapazes e donzelas são obrigados a viverem alguns dias juntos e o resultado não poderia ser amor para todos os lados. 

Três histórias fofas e apaixonantes que encantam e aquecem nossos corações! O romance paira sobre cada cena do livro e de modo divertido, leve as autoras desenvolveram uma obra linda que, na minha opinião, supera o primeiro livro da duologia. 

Em "A Dama Mais... Desejada" eu não esperava que o livro fosse dividido em três histórias, então foi uma supresa pra mim quando o primeiro conto acabou e o outro iniciou sem aviso prévio nenhum rsrs Nesse segundo volume realizei a leitura preparado, então tive uma experiência mais agradável e achei os contos bem mais bonitos e trabalhados que na obra anterior. Como se tratam de 3 histórias, vou falar um pouco sobre o que achei de cada uma delas sem mencionar com quem elas ficarão, obviamente. 

O primeiro conto é o da tão amada e querida Júlia Quinn. Catriona é uma personagem bem forte e decidida que ao se apaixonar, mesmo que sejam de posições sociais opostas, vai fundo para defender seu sentimento e isso me cativou. Gostei bastante de ver a disposição do casal de superar as questões financeiras para viverem o amor, além disso nesse início já temos cenas hilárias escritas daquele jeito que só a Quinn sabe fazer. 

A história seguinte é de Fiona, a que mais gostei. Apesar de bem mais cansativo que as outros dois e demorar um pouco para fluir, o conto de Eloisa James me ganhou e encheu-me de ternura, pois trouxe uma reflexão bem interessante sobre como às vezes a sociedade molda uma imagem sobre nós que não existe. Fiona carrega uma mancha em seu passado e mesmo sabendo que é inocente o fato das pessoas acreditarem que ela não é a fez se conformar com aquilo e aceitar que ninguém iria casar com ela devido à sua má reputação. Mas ao se deparar com alguém que também teve um passado problemático eles dão outra chance para o amor e veem esse sentimento tomar conta deles, fazendo-os transbordar de felicidade e mostrando a importância de enxergar e amar o outro apesar do que falam sobre ele. 




A história de Cecily é ultima e traz aquele amor à primeira vista de um libertino que a gente tanto ama em histórias desse gênero. Temos aqui o "chove não molha" que pode irritar alguns, embora seja justificado pelo fato dele temer envergonhar a amada diante da sociedade isso não me convenceu tanto assim, mas apesar disso curti muito o casal, pois a narrativa é bastante fluida e nos faz ver como amar transgride todas as barreiras se estivermos dispostos a enfrenta-lás. 

Não poderia deixar de citar a personagem Marilla como uma das mais engraçadas e cativantes personagens secundárias da vida! Impossível não adorar o modo como dá vida ao ambiente em toda cena que aparece, pois sempre age com muita naturalidade e não está nem aí para o que pensam a seu respeito. No finalzinho temos uma surpresa em relação ao seu amado, simplesmente adorei que ela também tenha encontrado alguém para amar. 

Com uma escrita descontraída as autoras nos fazem suspirar, torcer, se apaixonar por cada casal. Essas três belas histórias sobre a imprevisibilidade do amor mostram como esse sentimento surge de maneira espontânea e quando menos esperamos, e mesmo que eu esteja um tanto cético em relação a isso deixou meu coração com um fiozinho de esperança de que isso pode mesmo acontecer. 

"— Não mesmo — disse ela, ofegante e exultante. — Porque fui eu que o seduzi, e todos aqui sabem disso. Além do mais — continuou —, descobri que não me importo com o que os outros pensam."


Resenha por: Wesley - @wesleyliterario 
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário