Resenha: Românticos Incuráveis: Quando o amor é uma armadilha - Frank Tallis - Faro Editorial

Título: Românticos Incuráveis: Quando o amor é uma armadilha 
Autor: Frank Tallis 
Editora: Faro Editorial
Ano: 2019
Páginas: 240
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


Desejar, amar, se apaixonar, perder um amor... todo mundo conhece alguma loucura de amor, mas a experiência do amor obsessivo, apesar de comum, não é banal. Neste livro, Frank Tallis apresenta histórias extraordinárias de pessoas que ultrapassaram o real e criaram fantasias, romances e compromissos, onde não existia absolutamente nada, ou muito pouco. São histórias que falam sobre todos nós. Qualquer um que já se apaixonou terá experimentado os sintomas de uma loucura psiquiátrica completa: a desinibição, o pensamento mágico, a tendência ao toc de checar suas mensagens (ou as mensagens do seu parceiro) a cada cinco segundos... Segundo as pesquisas científicas mais recentes acerca dos mecanismos atrelados ao apego emocional, muitas pessoas sob o estado do “amor” dissolvem a divisão entre o que costumamos julgar ser normal e anormal. Da mulher que se apaixonou perdidamente pelo seu dentista e o perseguiu até que ele precisou mudar de país; ao rico empresário, casado há mais de 30 anos, que gastou toda sua fortuna com mais de 3 mil prostitutas; à linda garota com um ciúme tão doentio que afastou todos os homens da sua vida; e muitos outros casos que nos mostram que ninguém está imune à loucura do amor.





Nesta não-ficção, lançada pela Faro Editorial, acompanhamos os anos e estudos de casos do autor que é especializado em psicoterapia. Dentro muitos os relatos e vivências de seus pacientes, Frank nos mostra os diferentes tipos de doenças psicológicas e comportamentos obsessivos quando o assunto são os relacionamentos. 

“Pessoas são como livros de histórias vivos. A cura pela palavra abre as capas e liberta as histórias.”

Muitos desses, estáveis, com anos de convívio, mas que pouco a pouco foram dominados por ações nada convencionais, destruindo a tranquilidade de suas relações. Alguns casos, o doutor nos mostra que o início pode se dar por interpretações erradas de um olhar, um gesto e em outras essas pessoas podem fantasiar sem ao menos conhece-la pessoalmente. 

“Ela era a prova de que, no que diz respeito às doenças mentais, todos nós andamos na corda bamba e não é preciso muito para nos fazer perder o equilíbrio e cair.”

Incrível como a mente pode ser tão brilhante e ao mesmo tempo pregar peças e levar a instalação de transtornos que devastam uma vida e cria dependências que em muitos casos nem as sessões de terapia são capazes de ajustar ou curar. 

Ao longo dos doze capítulos, somos apresentados aos diversos casos de amor, ciúmes, fanatismo religioso, TOCs, compulsão sexual, dentre outros. 

“Por que as pessoas têm ciúme? Se você ama alguém, deveria querer que a pessoa amada fosse livre e feliz. O amor verdadeiro não conhece fronteiras; liberta a alma – leva-nos para além das limitações convencionais.”

Como o caso da Megan que quer ser correspondida por seu dentista e que transforma a vida de sua família em um inferno, o cara que há tanto tempo gasta a fortuna de sua família com milhares de prostitutas e cria ilusões sustentando presentes caros e alimentando relacionamentos que nunca terá com elas. Conhecemos casos de mulheres tão ciumentas que um minuto de atraso já é motivo de desconfiança, que o companheiro não tem um momento de paz. São tantas situações, que é impossível não se compadecer dessas pessoas. 

“O romance é considerado como o sistema de crenças mais importante na psique ocidental. Mas o que é o romance? E o que significa ser romântico?”


Românticos Incuráveis foi uma leitura extremamente interessante. Por ser da área da saúde, tudo que envolve a mente, comportamentos, as patologias me instigam. Confesso que algumas doenças não tinha o menor conhecimento e por isso fiz a leitura rapidinho, porém mesmo para aqueles que não tem qualquer conhecimento específico poderá se aventurar na leitura sem medo, pois o autor conseguiu colocar ao longo dos capítulos uma linguagem de fácil entendimento, sendo tudo bem explicadinho, até mesmo as nomenclaturas que para alguns possa ser um bicho de sete cabeças. 

Uma leitura que lhe dará muito o que pensar e não se assuste se passar boa parte identificando alguns sinais para si ou de pessoas próximas com seus relacionamentos.


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário