Resenha: Tempo de Regresso - Kristin Hannah - Editora Arqueiro

Título: Tempo de Regresso 
Autora: Kristin Hannah 
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 336
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


Meghann Dontess é uma mulher atormentada pela tristeza e pela solidão, e não consegue lidar com a difícil decisão que tomou na adolescência e que a fez perder tudo, inclusive o amor da irmã. Advogada de sucesso, trabalhando com divórcios, ela não acredita em relacionamentos – até que conhece o único homem capaz de fazê-la mudar de ideia.
Claire Cavenaugh está apaixonada pela primeira vez na vida. Conforme seu casamento se aproxima, ela se prepara para encarar a irmã mais velha, sempre tão dura e arrogante. Reunidas após duas décadas, essas duas mulheres que pensam não ter nada em comum vão tentar se tornar algo que nunca foram: uma família.
Sensível e divertido,Tempo de Regresso fala sobre os erros que cometemos por amor e as dores e as delícias que apenas irmãs podem compartilhar.





Meghann e Claire são irmãs da mesma mãe e a infância não foi das mais fáceis para ambas. Ter que lidar com uma mãe relapsa e que só queria cuidar de sua carreira como atriz causou grandes marcas na vida delas. Graças a Meghann, Claire pode contar com o zelo enquanto cresciam, até que em um ponto da vida todas essas responsabilidades e a difícil missão de crescer solitária foi demais para Meghann que resolveu partir em busca de seus sonhos em se tornar uma advogada e deixar Claire para trás cuidando do resort com seu pai na cidadezinha de Hayden. 

“A base da sua vida era a certeza de que o amor não durava. Era melhor ser sozinha e forte do que fraca e desolada.”

Agora, ambas estão adultas. Claire é sonhadora, acredita no amor, tem uma filhinha, sabe que pode contar com seu pai e principalmente suas amigas, as Azuladas. 

Meghann é uma conceituada advogada especializada em divórcios. Depois que sofrera uma grande decepção em seu casamento, deixou de acreditar na família e defende com unhas e dentes os interesses de seus clientes, até que acaba vítima da fúria do marido de sua cliente, colocando sua vida em risco. As marcas de seu fracasso como esposa e todas as grandes decepções que sofreu ao longo da vida, tiveram seu preço e com a ajuda da doutora Harriet, sua terapeuta, ela começa a repensar os caminhos que a trouxeram até ali, tudo o que deixou para trás, o convívio precário com sua irmã nos dias atuais e quando sua sócia a força tirar férias é surpreendida com a notícia de que Claire irá casar e tudo o que ela precisa fazer é cuidar para que sua irmã mais nova não passe o mesmo sofrimento que o seu. 

“Às vezes, amar é confiar nas decisões dos outros. Em outras palavras, ficar de boca calada.” 

Mas será através dessa reaproximação que elas terão oportunidade de conversarem, refletirem e resgataram entre sorrisos e lágrimas os laços de uma linda amizade.

“Por toda a vida, retornaria àquele momento e lembraria como tudo era bom, quanto amava e era amada.”


Sempre que leio Kristin Hannah me emociono com seus enredos e aqui não foi diferente. A capacidade de desenvolver temas dolorosos, trazer dramas familiares à tona e nos mostrar o quanto podemos aprender e a tentar superar esses dissabores que vez ou outra surge em novas vidas é algo para poucos e Kristin desenvolve com maestria. 

A cada capítulo acompanhamos as irmãs, vemos os medos, anseios, as escolhas, as tristezas e entendemos parte do que são agora na fase adulta. 

Além da relação das irmãs, conhecemos mais da interação, ou a falta dela, com a mãe famosa e que não faz o menor esforço para coloca-las em primeiro lugar, dando uma boa compreensão da dinâmica familiar. 

Com muitas cenas de amor, amizade, luto, esperança, fé, com dramas pessoais e familiares. As irmãs são marcantes, impossível não torcer para que consigam aceitar o estilo de vida uma da outra. Os personagens secundários foram muito bem conduzidos e o entrelace ficou perfeito. 

Lançado pela editora Arqueiro, Tempo de Regresso é um romance para sentir e os momentos finais deixou meus olhos marejados, mas também aqueceu meu coração. 

Uma leitura linda, sensível e que merece ser lida por todos.



0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário