Resenha: Ratos do Mar - Marcel Camp - Editora Sinna

Título: Ratos do Mar
Autor: Marcel Camp
Editora: Sinna
Ano: 2019
Páginas: 120
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


Tesouros. Mapas secretos. Caravelas com bandeiras de caveira. Aventura, romance e humor transbordam como garrafas de rum na primeira história de Ana Valentim e Miro Tacobel, dois habitantes da pobre cidade de Sagrada Fé que, por acaso, acabam se unindo para encontrar a misteriosa Condessa que voa. Antes que o maligno corsário Simon Flame ache primeiro!
Embarque nesta incrível e fabulosa jornada sobre piratas e dignidade, na qual entenderemos que bebedeiras regadas à rum, luta de espadas enferrujadas ou uma frenética perseguição com vacas, podem revelar mais valores humanos do que imaginamos.
E é o que justamente faz de “Ratos do Mar” estourar como um canhão certeiro dentro de um gênero tão esquecido.






Ana Valentim tem uma árdua missão, ao ser incumbida por Kilper antes de sua morte, de entregar um papel que contém um mapa oculto que leva um tesouro, deve ser capaz de mantê-lo a salvo de Simon Flame, por isso ingressará em uma corrida contra o tempo para localizar Florester, um dos únicos que sobraram e que é capaz de decifrar, além de localizar a Condessa que voa. 

“- Capitão Simon Flame, o mais temido corsário inglês de que se tem notícia! Ganhou o título de “O Impiedoso” por dizimar mais de cinco mil piratas pela Costa Mediterrânea e pelos mares caribenhos! Dizem até que o lendário Barba Negra o teme! O homem é um verdadeiro cão farejador dos mares e está atrás desse mapa!”

Com a ajuda de Miro Tacobel, uma figura bem peculiar e um tanto atrapalhada, eles saem em busca do paradeiro de Florester. O perigo está por todos os lados e até que consigam chegar em seu destino enfrentaram grandes tribulações e para se manterem a salvo dos piratas azuis terão que correr contra o tempo. 

Mas o que será que tem ali que aguça a cobiça de tantas pessoas? Como se livrar das garras do poderoso e temido Capitão Simon Flame? Haveria de fato alguém capaz de ajudá-los a sair dessa encrenca?

“Achar aquele tesouro estava sendo o maior desafio de nossas vidas.”

Ratos do Mar é uma fantasia com aventuras do início ao fim. A trama é ágil e os capítulos curtos, assim como o livro que tem menos de 150 páginas, podendo ser lido em poucas horas. 

Os personagens são determinados, destaque para as atrapalhadas de Miro Tacobel e por sua dose de humor e sarcasmo. Durante a leitura pode dar a impressão de algo exagerado em sua personalidade mas não se deixe enganar, esse pirata sabe surpreender. 

Lançado pela Editora Sinna, o projeto gráfico está incrível. A capa é bonita, fonte confortável pra leitura, diagramação diferenciada e dentro da proposta do enredo e ainda contêm ilustrações e mapa, deixando a sensação de estarmos dentro dessa jornada. 

É possível notar referências de filmes e a parte histórica do século XVIII, afinal histórias com piratas são poucas que temos, ou pelo menos, conheço-as bem limitadamente na literatura nacional e por isso destaco a minha surpresa com a condução do enredo. Talvez eu gostasse mais se não sentisse em algumas partes uma condução um pouco mais corrida. Porém, ainda assim foi uma boa experiência que vale a pena conhecer, principalmente para os fãs de fantasia, personagens bem humorados e muitas aventuras.


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário